Os cortes na Seleção masculina



Murilo, Isac e Tiago Brendle foram os três últimos cortes na Seleção masculina para a Rio-2016. A definição aconteceu após a derrota do Brasil para a Sérvia, na decisão da Liga Mundial, ontem, em Cracóvia (POL).

Não dá para tratar como 100% esperado, concordam?

A principal novidade é a ausência de Murilo na lista dos 12. O ponta vinha há alguns anos lutando contra um problema no ombro direito. Ele passou por cirurgias, viveu um ciclo olímpico de incertezas, mas sempre fez parte das principais convocações. Mas na Liga Mundial outros problemas físicos o tiraram de ação: no peitoral durante a gira europeia e depois na panturrilha, ficando fora das finais.

Antes da Liga, conversei com Murilo em Saquarema, no lançamento do uniforme olímpico (ele é o principal garoto propaganda da Olympikus, fornecedora de material esportiva da CBV). Foi o dia do anúncio da despedida da Seleção depois da Rio-2016, vocês devem ser lembrar. Ele dizia estar mais confiante para fazer o movimento de saque e com menores limitações para atacar.

Murilo , Escadinha e Sidão na apresentação do uniforme (Wander Roberto/Inovafoto)

Murilo , Escadinha e Sidão na apresentação do uniforme (Wander Roberto/Inovafoto)

É indiscutível o currículo de Murilo. Ninguém é eleito o melhor jogador de um Campeonato Mundial e de uma Olimpíada, como acontecido com ele em 2010 e 2012, à toa. Mas também não dá para negar sua queda de rendimento após a última cirurgia. Um corte duro de ser feito por Bernardinho, que vai apostar em Lucarelli, Maurício Borges, Lipe e Douglas Souza para a posição. Admito que achava que Murilo seria mantido entre os 12, mesmo sem estar 100% fisicamente.

Além do quarteto, o Brasil terá os levantadores Bruninho e William, os opostos Wallace e Evandro, os centrais Lucão, Maurício Souza e Eder, além do líbero Escadinha.

Isac foi outro a perder espaço por problemas físicos. O técnico, ainda durante os amistosos preparatórios para a Liga, reclamou da forma do central ao se apresentar após a Superliga. Durante a Liga Mundial ele teve chances, mas estava tecnicamente abaixo dos outros três. Já Brendle, apesar da boa temporada pelo Brasil Kirin, sempre foi a segunda opção do setor.



  • Billy

    Era MIL VEZES melhor ter deixado o Murilo(mesmo não estando no seu 100%) do que levar aquele Douglas Souza que ainda é muito limitado e irregular.E o Isac é muito melhor do que o Éder(que é pipoqueiro em jogos decisivos).Enfim…seja o que Deus quiser.Os jogos do Rio prometem e serão disputadíssimos.Deus queira que o Brasil esteja na decisão e que leve o ouro dessa vez.

  • Helena de Oliveira

    Não esperava esse corte do Murilo, mas assim como o da Brait, foi justo.

  • Edu

    Isac estava,no inicio dos trabalhos, com um pé dentro da seleção.Ainda mais como titular ao lado de Murilo.Na evolução dos treinamentos o Mauricio , candidato natural ,a principio, ao corte, assumiu a titularidade na meritocracia e colocou o Eder como competidor natural pela terceira vaga contra seu ex companheiro de clube. Isac ainda tinha um leve favoritismo mas parece que não suportou a carga de trabalho por ter perdido demais e energia na inter temporada entre o final da Superliga e o trabalho da seleção.Foi como remar,remar e morrer na praia.Fiquei com uma impressão negativa com a carranca do Escada no final da Liga Mundial.Perdeu a chamada assertividade no time.Cobrando, dominando os movimentos , sobrando quando necessário.Tipica situação de que a cabeça manda e o corpo não atende.Os números do Brendle parece que na comparação foram até melhores que do titular.Sua manutenção no grupo se deu pelo voto da confiança, vontade em jogar uma olimpíada e ser um highlander do voleibol brasileiro.A presença do Murilo, maior jogador da ultima olimpíada segundo a FIVB, foi sendo descartada no decorrer da Liga Mundial.A entrada do Mauricio Borges com muito mais potencia de ataque mas pecando ainda na recepção representou uma opção declarada do Bernardo.Murilo declarou que não sabe ainda a extensão da lesão que pode ser caso de duas semanas ou mais de mês em treinamento.Psicologicamente e pelo seu histórico pessoal reconhece não ser algo de grande gravidade declarando que teve um peso de opção técnica do Bernardo no seu corte.Se repete as avessas a mesma situação com a dupla de casais de atletas de voleibol que vão a Olimpiada. Dani vai.Sidão foi cortado.Jaqueline, seriamente ameaçada de corte há um mês e meio, vai.Murilo fica e encerra brilhante trabalho a serviço do selecionado.

  • Manu_Floripa

    Só pode ser piada de mal gosto. Esse aí não passaria por um bloqueio. Só sabe fazer caras e bocas. Funciona na medíocre superliga porque joga no time que tem todos os jogadores da seleção e o melhor ponteiro da superliga, o cubano.

    • bruno ferraz

      Todos os jogadores da Seleção jogam na “medíocre” Superliga, (Bruno e Lucão ficaram 2 anos fora) que nos último 5 anos foi ganho 4 vezes pelo Sada, além de 2 Mundiais e um vice. Lembrando que desse time, apenas Walace é titular. Algo está errado, ou não? Ah, Maurício Borges sempre foi reserva, quando tentou atuar por aqui.

  • bruno ferraz

    Murilo há 4 anos não joga, se O Bernardo acreditava em ter um jogador assim(passador) e agora???Contar com a sorte, é o que resta.

  • Carlos Adair Gloria

    opiniao muito sensta, é bem isto mesmo

MaisRecentes

Dia de aplaudir o Zenit Kazan



Continue Lendo

Praia x Minas e Sesc x Vôlei Nestlé. Quer mais?



Continue Lendo

Agora líbero, Murilo volta a ser relacionado após 8 meses



Continue Lendo