Os 14 eleitos para Itália x Brasil



Nos dois jogos contra a Itália, o Brasil novamente terá novidades entre os 14 relacionados.

No levantamento, Rapha e Bruninho foram os eleitos, com William fora desta vez.

Na saída de rede, Wallace permanece, enquanto Evandro entra no lugar de Leandro Vissotto.

Entre os líberos, Mario Júnior, após cumprir seis jogos de suspensão, foi relacionado pela primeira vez, no lugar de Thiago Brendle. Escadinha é o outro da posição.

Já os pontas e centrais são os mesmos dos duelos com a Sérvia: Murilo, Lucarelli, Lipe e Lucas Loh; Isac, Eder, Lucão e Riad.

A Itália, por sua vez, terá: Mengozzi , Vettori, Rossini, Saitta, Zaytsev, Lanza, Randazzo, Travica, Birarelli , Giovi, Sabbi, Anzani, Colaci e Botto.



  • Mario

    Gostei do Rapha no lugar do Mago e do Vissotto no lugar de Evandro.

    • TopVolei

      “Evandro no lugar do Vissoto”

      Espero que venha pra convencer, pois o Vissoto msm com 2,12m não passa nenhuma segurança no ataque!

  • marcian

    AFF…nem lembrava mais que o Mário Jr existia

  • Marcelo

    Depois da Liga Mundial o Brasil vai disputar a USAV Cup nos EUA, vai ser ótimo para conhecer melhor o estilo de jogo dos americanos.

    • Billy

      Sim Marcelo.Conhecer é uma coisa…agora conseguir jogar bem e neutrálizar o modo de jogar dos Eua atualmente é outra.Tomara que na fase decisiva da Liga Mundial o Brasil consiga ganhar de todo mundo.Estou na torçida para o decacampeonato do Brasil(está difícil…)

    • JOSE HERBERT DE ARAUJO

      Prefiro o Evandro e Wallace, ambos tem mais potência e mais eficiência que o Vissoto. Não é que o Vissoto seja ruim, ele é bom, mas para ser um oposto, o jogador de segurança de uma seleção do nível do Brasil e pela altura dele, que e é bem mais alto que os outros dois, era para sobrar no ataque. Mas não, ele consegue ser parado em bloqueio simples!!!

    • Billy

      Concordo Marcelo.Espero que o Brasil consiga o Deca da liga mundial neste ano.Eua estão fazendo uma bela campanha até agora.Espero que na fase final eles percam pro Brasil dessa vez.

  • Rômulo

    Tomara que Mário Jr. não comprometa.

    Minha única queixa na questão do rodízio é ainda não terem usado muito o Lucas Loh. Precisa dar rodagem pra ele nessa reta do campeonato, principalmente agora que a tendência são os jogos serem mais fáceis, já que Itália não vem mais tão forte.

  • Felipe Reis

    Mario Jr????

    Não entendo como que o Bernardo insite tanto. Ele simplesmente não tem nenhuma qualidade. Ruim no passe (vide último mundial, quando entregou a final pra Polônia) e ainda indisciplinado.

    QUando nos sentiremos livres dele??

  • Bernardo

    Gostei das mudanças de oposto e levantador. Mas de líbero não. Pra mim o Brendle deveria ser titular contra a Itália, ele é muito melhor que o Mário Jr. Agora se o Brasil perder para essa seleção fraquíssima da Itália será o fundo do poço.

  • klaus

    Por que não deixa o Serginho de fora?Ele não precisa provar mais nada.Quero o Thiago e Felipe disputando posição .Mário Jr pra mim está fora.E confesso que o Vissotto já deu.Depois do jogo contra a Sérvia sinceramente perdi a paciência com os tocos e principalmente com os inúmeros toques na rede de um jogador de 2,12m.Nunca fui contra ele e até o defendia mas acho que o Evandro está muito melhor.

  • Seleção Panelão

    Só espero que o William não fique de fora na fase final mais uma vez. É evidente, pelos confrontos já disputados, que William está em melhor fase e vem apresentando melhor performance do que o filho do técnico e o Raphael.

    BIZARRA a escalação de Mário Jr. Este então deveria ser banido da seleção, não só pela sua ineficiência, mas também pelo seu comportamento.

    • Mario

      William foi o pior ate agora.

  • jefferson

    Pessoal e o Sidão o que houve com ele alguem pode me dar noticias

    • Seleção Panelão

      Provavelmente deve estar lesionado, como sempre!

      Ainda bem que sumiu. Outro da família bernardinho que se estivesse inteiro teria sua vaga garantida na seleção, independente do seu desempenho.

      Bem, de qualquer forma, com os centrais que temos hoje, Isac (o mais promissor de todos), Riad (em ótima forma), Lucão (ainda dá para o gasto) e o Éder (poderia ser mais utilizado), não há mais espaço para ele.

  • Danilo Ferreira

    Daniel,
    Você não acha que a seleção possui uma panelinha?
    Vejo jogadores que não jogaram nada na temporada com cadeira cativa e outros que jogaram muito não são escalados?
    Sinceramente, o Lipe não é jogador de seleção, Mario JR tb não..Murilo e Sidão não jogaram nada nessa temporada.

    • Daniel Bortoletto

      acho e já escrevi que alguns outros jogadores deveriam ter sido testados em momentos anteriores.

      • Bruno ferraz

        Lamentável essa constatação.Selecao e quase tudo nesse país, tem q pertencer a panela.Po Murilo, tão de sacanagem, no mínimo 3 temporadas tanto nos clubes e seleção que não tem sequer uma atuação decente. E ridículo essa insistência, ainda mais com a Olimpíada tão próxima. O saque…o ataque….Meu Deus….e o pior, os reservas convocados não tem qualquer confiança da comissão técnica.Lucas Loh, Maurício, chupita…

        • Seleção Panelão

          Meu caro, um dos poucos jogadores que acredito que mereça, não digo cadeira cativa entre os titulares, mas que, no momento, não há outro no Brasil com significativo desempenho na recepção e fundo de quadra é o MURILO.

          Apesar de não conseguir retornar aos 100% fisicamente, acredito que ainda segura o rojão. Não há ponteiros passadores com o mesmo desempenho que ele na recepção atualmente. Repito: NO FUNDO DE QUADRA.

          LUCARELLI e ISAC são as principais revelações do vôlei brasileiro masculino e WALLACE, embora não tão recente na seleção, é de extremo valor e personalidade!!

          LUCARELLI demonstra frieza e controle emocional, sim! Não se desespera e faz o que pode. “Salva” a seleção de muitos perrengues. Isso é fato.

          ISAC, se for observado atentamente, é o central hoje com maior potencial, indiscutivelmente. Ainda é imaturo e precisa ser trabalhado cautelosamente. O que já faz no Sada Cruzeiro é completamente digno de atenção. Deveria ser, a a partir de agora, sempre escalado. É visível Lucão não apresenta a mesma regularidade de um a dois anos atrás e também é falho, não bloqueia e é muito lento. Os centrais, hoje, de algumas seleções, como EUA, Irã e França são dotados de agilidade e e até maior presença no fundo de quadra e saque. ISAC tem o mesmo biotipo.

          LIPE é esforçado, mas não dá! Vide Mundial e Liga Mundial do ano passado. Não vai resolver!

          MÁRIO JÚNIOR DEVE ser carta fora do baralho, simples assim!

          A disputa pela titularidade do levantador e seu reserva imediato deveria estar totalmente aberta, PORÉM, TODOS NÓS BRASILEIROS QUE ACOMPANHMOS A SELEÇÃO sabemos que isso não é verdade que, fatalmente, haja o que houver, Bruno será o titular. Uma pena.

          SERGINHO não é o de tempos atrás, sendo visível que o tempo de seleçao para ele acabou. Em vez de investir e novas possibilidades, como Felipe, Thiago Brendle, também, pelo andar da carruagem, SERGINHO será o líbero e pronto. Gostaria de saber se o mesmo aguentará um campeonato tão longo como esse até a fase final e ainda continuar os compromissos com a seleção até as Olimpíadas.

          O que o Lucas Lóh está fazendo na seleção se não é testado de fato? Só vai entrar para sacar e recepcionar uma bolinha ou outra???? Basta a comissão técnica brasileira dar uma olhadinha para o que outras seleções estão aprontando, como a dos EUA e Polônia. Jovens estão sendo postos na fogueira e sendo testados, com veteranos de guerra ou no banco, ou nem tendo sido convocados!!!!!!

          O que falta para o Brasil é simplesmente ousadia, tomar certos riscos.

          Não querer arriscar, mantendo aqueles que possuem a “confiança” da comissão técnica, a fim de correr como tresloucados em busca de um decacampeonato, sem realizar mudanças necessárias para a devida preparação para um futuro próximo, garantindo a continuação do sucesso que permeia a seleção brasileira é insensatez e a comprovação de que há um tremendo engessamento no tratamento do esporte nacional.

          E digo uma coisa, bradar para a imprensa que há uma pressão sobrehumana sobre a seleção por títulos e sei lá mais o quê é mentira e desculpa para não sair do lugar e congelar o que deu certo no passado.

          Aqui no Brasil, em termos de RESULTADOS, a maioria se esquece facilmente do que se passou ontem e não se atenta para a construção de um trabalho que deve ser levado a cabo com paciência, disciplina e inovação. Só quer saber de notoriedade no cenário do esporte, mas nem ao menos se lembra daqueles atletas que não tem suporte nenhum ou até que obtiveram sucesso no passado, mas que caíram de produção e ainda persistem.

MaisRecentes

O novo conceito da FIVB para 2018



Continue Lendo

Apenas Lebes/Canoas faz o dever de casa na rodada



Continue Lendo

Um líder por pontos ganhos. Outro por pontos perdidos



Continue Lendo