Opinião sobre a final feminina da Superliga



O LANCE! publicou em sua edição impressa hoje uma comparação entre os números de Unilever e Sollys/Nestlé na atual Superliga. O time paulista leva a vantagem nas estatísticas de bloqueio, saque, passe, ataque e levantamento. Perde na defesa.

Eu dei minha opinião sobre o tema. Concordam ou discordam dela?

Quase tudo conspira a favor do Sollys/Nestlé

Melhor em quase todas as estatísticas da Superliga, embalado desde o início do returno e com jogadoras-chave em boa fase técnica. Os fatores acima dão, sim, um ligeiro favoritismo ao Sollys/Nestlé na final contra a Unilever.

Destes, o que mais pesa é o momento vivido por Fabíola, Hooker, Jaqueline e Camila Brait, que formam a espinha dorsal do time.

A favor do time carioca pesam dois aspectos, não menos relevantes: poder jogar em casa e ter um retrospecto melhor do que o maior rival em decisões. Eles influenciam o psicológico, tão importante em uma final de jogo único.



MaisRecentes

Vaivém: “Livre”, Thaisa seguirá atuando no Brasil



Continue Lendo

Jaqueline chega ao Japão para substituir Drussyla



Continue Lendo

Vaivém: Abouba espera aproveitar chance da vida no EMS/Taubaté



Continue Lendo