Onde está o Darwin do mundo virtual?



As redes sociais aproximaram os fãs dos seus ídolos. Os blogs abriram espaço para que entendedores dos mais variados assuntos pudessem debater abertamente. Mas será que todos os envolvidos nesta nova realidade estavam preparados para tamanha mudança?

A cada dia que passa acredito que não. O mundo virtual virou uma terra de ninguém, sem qualquer limite. É possível esconder-se se atrás de um codinome, um e-mail, um IP qualquer. E assim os covardes aparecem para denegrir quem não pensa como eles. Ter uma opinião diferente o transforma em adversário. A partir daí, questiona-se o seu caráter, sua história de vida, como se cada vírgula fora do lugar tivesse a intenção de beneficiar A e prejudicar B.

Os “donos da verdade” não aceitam a pluralidade de ideias e a discussão democrática, educada, pontuada por fatos e argumentos. Preferem o fanatismo, que leva ao radicalismo total. Tudo isso cansa e exige uma reflexão. Vale a pena? Ou será que os verbos bloquear e apagar serão cada vez mais conjugados neste mundo de Twitter, Facebook, blogs e afins?

Espero, de verdade, que valha. Como aconteceu séculos atrás, uma seleção natural precisa acontecer também no mundo virtual. Quem é extremista, adora xingar, não sabe dialogar e gosta até de ameaçar, vai encontrar seus iguais e terá espaço para destilar diariamente seu veneno. Enquanto isso, as pessoas que sabem ler, conseguem organizar um pensamento lógico, possuem educação e respeitam o outro, vão encontrar um ambiente inteligente, democrático, livre de preconceitos e que possa, de alguma forma, ajudar esta sociedade cada vez mais desumana a encontrar o rumo do bem.

Que o novo Charles Darwin chegue logo!



  • emanuella

    Daniel, para mim a coisa só tem a piorar, já que as pessoas estão mais intolerantes e ignorantes, e tendem a não respeitar a opinião dos outros, mas com pouca capacidade para argumentar, sempre partem para a agressão.

    Esportes normalmente envolvem paixões então a falta de bom senso e educação reina, eu fico impressionada as bobagens que leio por exemplo em fóruns de futebol, ali é sempre onde as pessoas mostram o seu pior, e o anonimato da internet ajuda os medíocres a virarem machões.

  • Livia

    É lamentável mesmo. Cada vez mais sem graça ler discussões em internet.

  • Diogo Márcio

    A seleção natural já tem em alguns blogs e fóruns, que presa pela bom senso e educação; não se importando com quantidades de comentários, mas pela qualidade deles.
    Parabéns Daniel, pelo post e o blog!

  • Afonso (RJ)

    Grande desabafo, Daniel.

    As coisas a meu ver sempre foram assim. Só que antigamente, a massa ignara não tinha canais de expressão à sua disposição. A internet veio democratizar tudo, e os benefícios são óbvios, mas como qualquer inovação, avanço enfim, trás embutida consigo efeitos colaterais.

    Os verbos apagar e bloquear vão sim ser usados cada vez mais em fóruns sérios que dão valor à qualidade e não à quantidade. Tem blog por aí que ostenta um número enorme de comentários, mas se você for ver a qualidade, é terrível. Pífia. E se a gente tiver saco de acompanhar, vai ver que vez por outra aparece alguém com um comentário sério e bem embasado. Porém, essa pessoa muitas vezes vai rareando as postagens até desaparecer. Provavelmente desiste depois de tanta mediocridade. Pois bem: é a tal “Seleção Natural funcionando”. Eu, por exemplo não perco mais meu tempo frequentando blogs assim. Posso até dar uma olhada na “manchete” muitas vezes visivelmente sensacionalista, apelativa, parcial e com a nítida intenção de criar polêmica. Mas passo longe de comentar.

    Aqui, já aconteceu de passar algum bobalhão pelo seu crivo, e vários de nós se apressaram a condená-lo. Parece que sumiu, ou você apurou sua crítica. E com o tempo caras assim, vendo que não estão sendo bem aceitos, acabam por ir procurar a sua turma. Novamente é a “Seleção Natural” funcionando.

    Portanto, acho que como sempre, vamos ter o joio e o trigo. E o tom, fundamentalmente acaba sempre sendo dado pelo moderador. Ficar lendo as abobrinhas às vezes dá uma tremenda vontade de replicar, mas a gente tem que se segurar porque sabe de antemão que arguir com esse tipo de gente só vai trazê-los mais ainda à berlinda. O melhor é cortar, censurar, e ignorá-los. E às vêzes pode ser bem difícil, tal o grau de indignação que certos comentários causam. Sei que é um trabalho insano e desgastante, mas tenho certeza que os blogueiros conscientes sabem que são nada mais que os “ossos do ofício”.

    E para terminar, gostaria de parabenizá-lo, Daniel. Até aqui você tem feito um excelente trabalho, e se continuar assim certamente eu proponho que todos os frequentadores desse blog se unam para instituir e conceder-lhe o “Troféu Charles Darwin” em reconhecimento aos seus esforços. Parabéns. Você merece.

  • Adriano

    O que aconteceu, gente?

  • Raffael

    Que bolor foi esse???

  • Belíssimo texto! Concordo com tudo!!! Parabéns!

    • Daniel Bortoletto

      Obrigado, Rodrigo

MaisRecentes

As quartas de final do Paulista masculino



Continue Lendo

Bruninho e Renan analisam conquista



Continue Lendo

Brasil fatura a Copa dos Campeões



Continue Lendo