O vaivém voltou. Musas e Canha de volta



As musas Mari Paraíba e Luciane Escouto no Barueri. O oposto André Nascimento, campeão olímpico e mundial, no Voleisul/Paquetá Esportes, que representará Novo Hamburgo (RS) na Superliga B, sendo treinado por Gílson Mão de Pilão.

Qual das três negociações concretizadas nos últimos dias foi mais surpreendente?

Meu voto: o retorno de Mari Paraíba da praia.  A explicação: fica cada vez mais claro que os jogadores da quadra que se aventuram nas areias se deparam com um esporte completamente diferente. E raros são os exemplos dos atletas que, com um bom patrocínio, que têm paciência para perder muito e aprender os atalhos do esporte.



  • Afonso RJ

    Tanto a Mari Paraíba quanto a Luciene Escouto dão ibope por serem bonitas. São um bom marketing para o time e anunciantes, pois trazem visibilidade. Sim, porque jogar mesmo volei é outro papo. Aliás, Miss Oregon é outro exemplo. Mas acho válido. Faz parte. Desejo muito sucesso para as duas (ou três, no caso) e que continuem a abrilhantar do seu jeito o nosso volei.

    Quanto ao André Nascimento, não sei como está fisicamente, pois não acompanho de perto o masculino, mas sempre desconfio de grandes craques em final de carreira. Chega um momento que o físico não ajuda e acabam deixando o time na mão na hora mais necessária. Vide Giba e em menor grau o Dante. Mas como está na Superliga B, pode ser que renda bem. Desejo para ele (asim como para Giba, Dante e outros grandes, a quem nosso volei deve muito) todo o sucesso na nova empreitada.

    • bernardo

      Concordo no quesito musas, é só marketing pq volei falta bastante.

      • Paulo – Sorocaba

        A Luciane Escouto, realmente, não agrega muita coisa no nível tecnico, agora, dizer o mesmo da Mari Paraíba é sacanagem. OK, a moça não é uma atleta de nivel seleção, porém ela tem um fundo de quadra muito bom e não compromete muito no ataque. Qdo o Minas tinha as duas cubanas na semi-final da Superliga somente venceu 1 jogo do Sollys quando a Mari estava na quadra varrendo o fundo. Eu a acho uma atleta muito boa, não para ser o destaque do time, mas para compor muito bem.

        • Afonso RJ

          Tá certo. Mar Paraíba pode ser até uma jogadora de nível mediano para baixo, mas permanece o fato de o que dá mais ibope na sua contratação não é propriamente o volei que ela joga, né?

    • Paulo – Sorocaba

      A Luciane Escouto, realmente, não agrega muita coisa no nível tecnico, agora, dizer o mesmo da Mari Paraíba é sacanagem. OK, a moça não é uma atleta de nivel seleção, porém ela tem um fundo de quadra muito bom e não compromete muito no ataque. Qdo o Minas tinha as duas cubanas na semi-final da Superliga somente venceu 1 jogo do Sollys quando a Mari estava na quadra varrendo o fundo. Eu a acho uma atleta muito boa, não para ser o destaque do time, mas para compor muito bem.

  • babyton

    Ué?Não foi essa tal de Mari paraíba,que por sinal é uma jogadora pífea,quem disse que volei não era pra ela,que queria ser apresentadora de tv e atriz?Aí viu que não teria chance alguma no mundo “artistico”,quis tentar algo na praia,mas se ja na quadra era um lixo,imagina na areia?agora vem pra quadra denovo pra fazer vergonha.LAMENTÁVEL!

  • bernardo

    É muito grande a diferença de atuar na quadra e na areia, eu que já joguei nos dois nunca consegui me adaptar no volei de praia, é muito diferente, até mesmo os fundamentos vc tem que mudar. Agora a principal volta sem duvida é do André não esperava, ele que dizia sempre ter boas propostas do exterior voltar agora ainda mais para jogar a superliga B e no time do NH que não será nem o principal representante gaúcho na competição já que o Bento Volei foi vice campeão gaúcho e tb jogara a competição.

  • @alcidesxavier

    É complicado citar, pois são situações distintas…
    Mari Paraíba, fez uma excelente liga pelo Minas, e na semi contra Osasco se lesionou e o Minas nem trabalho deu… se enganou com a praia, onde o retorno demora e agora terá que assinar varias Playboys no final das partidas.

    Andre Nascimento, já foi melhor, jogadores em fim de carreira não tem o mesmo ritmo. Fofão mesmo não consegue chegar nas bolas, e o toque já não é mais o mesmo.

  • Walber

    Cade a kim glass do praia??? Pq não ta jogando?

  • Ricky

    Não sei quem enfia na cabeça dessa gente que a carreira artistica é o caminho certo pra que é bonita. Assim como no esporte, pra seguir carreira artistica, o talento tem que acompanhar a pessoa na profissão.

  • Walber

    Alguem sabe da Kim Glass do Praia Clube??
    Nao ta jogando PQ?

    ABs

  • Fernando Adilio

    Acho péssimo…

    Fiz um post sobre isso, seria bacana se pudessemos relacionar os blogs

  • Fernando Adilio

    http://diariodovolei.blogspot.com.br/2013/12/atencao-demasiada-voltada-para-as-musas.html

    Dêem uma olhada
    Daniel, tem algum problema eu falar do meu post aqui?
    Obrigado

  • Rodrigo Cavalcante

    Daniel, você sabe se realmente vai ocorrer a Copa do Brasil? Nada foi divulgado ainda e o torneio seria realizado em janeiro, ou seja, falta menos de 1 mês…

  • Iuri

    Pra quem tá perguntando: K Glass tá lesionada.

MaisRecentes

Minas espera Hooker ainda em outubro



Continue Lendo

Vaivém: Vôlei Nestlé confirma apresentação de peruana



Continue Lendo

Vaivém: Polonesa é esperada em Barueri



Continue Lendo