O time ideal do Mundial feminino



Pontas: Ting Zhu (CHN) e Kimberly Hill (EUA)
Centrais: Thaisa (BRA) e Junjing Yang (CHN)
Levantadora: Alisha Glass (EUA)
Oposto: Sheilla (BRA)
Líbero: De Gennaro (ITA)

Duas brasileiras, duas americanas, duas chinesas e uma italiana.

Uma forma bem política de agradar todos os semifinalistas do Mundial, né?



  • Roberto

    Meu Deus!!!!!!!!!

    • Aline

      Roberto estou contigo e não abro: MEU DEUS!!!
      Onde o Vôlei Feminino foi parar MEU DEUS???
      BAIXÍSSIMO NÍVEL TÉCNICO: HORROSO!!!
      Escolher KIMBERLY HILL de MVP é para chorar e não para rir, no fim das contas só a Kimberley HILL e as outras choraram de desgosto!!!
      Zhu Ting era uma grande candidata a MVP, mas AMARELOU TANTO na FINAL que foi parar no banco.
      Zhu Ting caçada pelo saque ianque começou a quinar À LA MADAME KOSHELEVA, os erros de passe vieram acompanhados DE ERROS RIDÍCULOS DE ATAQUE e o destino dela foi O BANCO DE RESERVAS, como dar o MVP para uma jogadora que AMARELOU FEIO NA FINAL???
      Eu daria o MVP para MONICA de GENNARO, mas parece que a organização acharia muita forçação de barra dar o MVP para a “SELEÇÃO DA CASA” tendo ela ficado em quarto lugar, o fato é que, pra mim, MÕNICA foi a melhor jogadora desse CAMPEONATO FRACO E MEDÍOCRE, porque MÔNICA teve atuações espetaculares em todas as partidas ao contrário de KIMBERLY HILL e ZHU TING que viveram muitos altos e baixos.
      KIMBERLY HILL AMARELOU feio no 3×0 contra a ITÁLIA e A CHINESA peidouu na final!

      • Logan Tom

        De Gennaro MVP?? Piadinha de mau gosto né??
        Brait foi muito superior à ela. Achei muito justo a Hill ganhar o MVP, embora achasse que a Alisha Glass merecia também. Mas enfim, a Hill arrasou nos ultimos 2 jogos dos EUA e, principalmente na final, pôs a Ting Zhu no chinelo. A Zhu é uma excelente jogadora, mas a Hill é mais completa.

    • Paula Cerqueira

      Uma excelente eleição das melhores . JUSTO! Todas premiadas com justiça. Dificilmente vão lembrar de alguma jogadora que ñ chegou na semifinal…

      • cleyber

        Só não concordei muito com algumas posições, acho que chirichella fez um campeonato melhor que a chinesa como central, ela e Thaisa seriam as minhas escolhidas. Brait melhor que De Genaro, Murphy seria minha oposta, pq foi totalmente regular, Sheila deixou para jogar na hora decisiva, eu sei que vão me criticar.
        Minha mvp seria glass.

  • Mari

    Alisha Glass a rainha dos 2 toques!!! Huahuahua…a piada do campeonato mundial…só a FIVB msm e as suas estatísticas…
    Quanto as centrais colocaria a Thaisa e a Chirichella, essa jovem central italiana é muito boa!!
    Quanto as ponteiras eu concordo…a Hill foi espetacular, junto a Zhu e a Jaque, creio q foram as melhores ponteiras do campeonato.
    A libero foi bem escolhida tb…pra mim De Gennaro e a Brait foram as melhores…a Banwarth só jogou ontem, bem como a Larson (para o nosso azar).

    • Aline

      Bem lembrado MARI!
      A arbitragem foi tão MEDÍOCRE quanto os TIMES DESSE MUNDIAL DE BAIXÍSSIMO NÍVEL TÉCNICO!
      Se o árbitro da FINAL fosse o mesmo que MARCOU DOIS TOQUES DIRETO da JULIANA CARRIJO do PRAIA CLUB, os EUA não seriam campeões!
      EUA com uma levantadora que comete dois toques quase o tempo todo, é um time RIDÍCULO. Passa porque a abitragem hoje em dia é frouxa. GLASS tenta jogar um voleibol acima de sua capacidade técnica, MAS SEU TOQUE É HORROROSO, TAL QUAL ACONTECEU COM JU CARRIJO NO PRAIA CLUB.
      Cadê o rigor da arbitragem? Não é porque jogadoras como Fofão e Takeshita se aposentaram que VÃO MUDAR AS REGRAS DO VÔLEI e passarem a ACEITAR ESSES DOIS TOQUES RIDÍCULOS!
      Comentei da carência na posição de levantadora no atual vôlei feminino, mas eleger uma DOIS TOQUERA, para melhor levantadora do campeonato É O FIM DA PICADA!!!
      Concordo que CHIRICHELLA foi a GRANDE REVELAÇÃO desse CAMPEONATO e poderia estar na seleção final.
      HILL pode ter até ido bem na final, mas foi irregular no restante do CAMPEONATO, escolhê-la como MVP MOSTRA COMO O NÍVEL TÉCNICO DO CAMPEONATO ESTAVA FRACO!!!
      Pra mim a MVP foi MONICA DE GENNARO, a mais regular durante todas as partidas.

      • Maira

        Campeonato irregular? Se tem um jogo que a Hill foi mal, foi contra a Itália, em todos os outros ele foi uma das melhores do time, desde o começo se destacou nas estatísticas de ataque, recepção e defesa. Mas vindo da Aline, a mesma que disse que os EUA NUNCA SERIAM CAMPEÃO OLIMPICO OU MUNDIAL porque não entregava jogo para eliminar os adversários, dá até para entender.

      • filhodedavid

        Concordo Aline, analisando bem o campeonato foi de um nível técnico tão baixo.

        Agora que sufoco os EUA levaram da China, quase que iria para o quinto set, isso não pé normal das chinesas, quando estão na frente elas não dão chances aos adversários, ainda mais que elas foram de uma garra e viraram o jogo para logo em seguida a líbero chinesa, num saque ridículo das norte-americanas, entregam uma bola de cheque para a Akrandewo. Brincadeira, pois os EUA ganharam muitos presentes das chinesas. Se as chinesas fossem um pouquinho mais eficiente, não sei não, os EUA iriam levar uma virada daquelas, com certeza seria mais um trauma.
        Abraços.

      • Mari

        Pode ser que a De Gennaro tenha feito um ótimo campeonato, mas não sei se pra ganhar de MVP.
        Sinceramente, acho q nesse campeonato não teve nenhuma MVP de verdade…todas muito irregulares…vide a Jaqueline, veio tão bem na fase classificatória e foi a destoante contra China, Rep. Dominicana e principalmente USA, talvez se tivesse mantido regularidade mesmo perdendo ontem, ela poderia ter sido uma das ponteiras, ou quiçá MVP.
        A Glass não dá….eu acho ela ridícula, se acha pra caramba, mas quando o passe é B, ela “peida na farofa”, ontem a Hill contra o Brasil fez o jogo da vida, e isso fez a diferença, deu uma de Jaqueline na final em Londres, ninguém esperava nada dela e de repente foi a melhor do jogo. Uma pena a Dani estar em uma jornada ruim, e o Zé não ter ousado mais…no 2 set já entraria com a Tandara de ponteira e a Fabiola como levantadora. A Garay fez um campeonato muito abaixo do que poderia fazer, e com certeza se ele tivesse tido um pouco mais de ousadia, ontem poderia ter sido um dia diferente.
        A Sheilla de oposta na reta final foi a melhorzinha mesmo…a Centoni muito fraca, a Diouf era reserva, a Murphy ainda não consegue carregar o time nas costas e só ataca na saída, tem mt dificuldade na entrada de rede e a Zeng da China é bipolar, tem dias maravilhosos e outros bizarros!!!
        Pelo menos o Mundial foi mais coerente d não deu pra melhor ponteira para uma oposta que nem deu no Grand Prix pra Nagaoka…a cena mais constrangedora do ano.

      • Luiz

        Uma tonta apoiando o comentário de outra tonta.

        Glass SAMBOU na cara de Lins, e possivelmente vai ser copiada como o Ricardinho foi em sua época. A menina acelerou o vôlei feminino de uma forma que da gosto de ver. Vai dormir, mal amada.

        O choro é livreeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee

      • Liza

        Na onde que a Hill fez um campeonato irregular? No primeiro jogo do Mundial a equipe americana entrou com as reservas e tomou uma sapecada das juvenis México no primeiro set, quem entrou no lugar da veterana Kristin e saiu do jogo como a maior pontuadora norte-americana e com a vitória? Kim Hill. Ela e a Murphy levaram essa seleção nas costas enquanto as meios não estavam 100% e a Larson sem ritmo de jogo.

    • Mario

      Jaque, melhor ponteira do campeonato…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk boa piada pra encerrar o domingo! Só faltava ainda dizer que ela podia ter sido inclusive MVP! Haja criatividade das pessoas.

    • Luiz

      Para de chorar peste. A menina cometeu alguns dois toques, como a Dani Lins também. Vai chorar na cama, tonta. A Glass acelerou a bola de uma maneira nunca visto no vôlei feminino. O choro é livreeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee

  • Queline

    O melhor foi a vaia no Zé bobão junto com seu amigo Ary desgraça na premiação os dois se merece claudinha VC é burra kkkk.

    • Aline

      Esse ridículo do Zé Roberto merecia muito mais do que vaia!
      A melhor seleção do Campeonato NÃO FOI CAMPEÃ por culpa desse Zé Mané:
      1. É um ABSURDO o time campeão olímpico em Londres, tendo trocado apenas sua líbero(Fabi pela Brait), perder para um time americano muito inferior ao de dois anos atrás, na final em Londres a levantadora titular era a Lindsay Berg,inteligente e de toque refinado, a oposta era Hooker e as ponteiras eram Larson e Logam Tom.
      2. O Brasil tem reservas melhores que os EUA, nossas reservas venceram facilmente as reservas americanas por 3×0, mas o CABEÇA-DE-BAGRE do Zé não soube usar isso como trunfo pois sabe nem quando nem como mexer no time.
      3. O Zé mais atrapalhou do que ajudou em Londres, se fosse por conta dele, o Brasil seria desclassificado já na primeira fase. Não fosse a liderança da Capitã Fabiana e as jogadoras fecharem o grupo entre elas, o Brasil nunca chegaria ao Ouro pela lógica do Zé Mané.
      4. O ouro em Londres foi bom por um lado, mas ruim por outro, pois o Zé ficou com as HONRAS DA VITÓRIA e permaneceu INTOCÁVEL NA SELEÇÃO!
      5. Porém, no MUNDIAL, a INÉRCIA do Zé no banco de reservas matou a seleção, pra que reservas, se não sabe como e quando usá-las? Confiar muito só num time titular é prejudicial, pois qual é a saída se o time titular falha e o técnico não sabe quando e como usar o que tem no banco?
      6. Já passou da hora da SUPERSTIÇÃO! Zè é muito supersticioso: PASSAR A MÃO NO CORCUNDA EM LONDRES ou LEVAR NATÁLIA AMULETO “NÃO SÃO GARANTIA DE TÍTULO’!!! Menos SUPERSTIÇÃO e mais PROFISSIONALISMO, POR FAVOR!!!
      7. Desgastar o time titular no GRAND PRIX inteiro e não dar chance de as reservas mostrarem serviço é ridículo, até porque dá material suficiente para os outros times estudarem o Brasil, porque não usar o Grand Prix para testar alternativas para sair do sufoco? Ou a confiançaa no time titular era tão grande assim que não admitiria um possível sufoco?
      8. Porque não dar liberdade para a levantadora usar as CENTRAIS mesmo com passe B? Nossas CENTRAIS estão entre as MELHORES DO MUNDO, são acima da média e não podem ficar sem receber bola como ficaram na semifinal. Se as centrais não recebem bola, as ponteiras ficam marcadíssimas e o Brasil acaba!
      9. Dani Lins errou na distribuição, errou na trajetória das bolas, principalmente nos contra-ataques, não arriscava por medo do Zé ou por insegurança própria? Qualquer uma das hipóteses é culpa do técnico que não deu tranquilidade a ela para arriscar ou então que não a substituiu por Fabíola. Era obrigação do Zé mexer na posição de levantadora, não é o cérebro do time?
      10. Mas o que esperar de um técnico que é o primeiro a perder o controle emocional, e com isso, faz o resto do time ficar descontrolado? Zé desconcentrou o próprio time, logo no primeiro set, ao reclamar de um “fora de posição” do time dos EUA, com o Brasil começando com 2-0 no placar. As americanas rodaram e fizeram 5-2 sem esforço. Apenas porque o Brasil desconcentrou-se. A partir dali nada deu certo.
      11. Como as jogadoras do MELHOR TIME DO MUNDO aguentam um CABEÇA-DE-BAGRE no comando? É a mesma coisa que TER UMA FERRARI COM MOTOR DE FUSQUINHA… Depois do corte pré-Londres algumas jogadoras não pensaram em pedir dispensa? Pois bem, o momento é agora! Não vai ser com Zé no comando que algo irá mudar nessa seleção!!!
      Escurraçar a CLAUDINHA no VÔLEI AMIL e chamá-la de BURRA de forma ENFÁTICA E AGRESSIVA ficou muito marcado na nossa memória não é Queline?

      • Fernando

        Concordo com tudo! Plagiou meus pensamentos!
        onde eu assino?

      • Rodrigo

        Prefeito.

      • Rafael Pais Fernandes

        1) ALine, concordo que o Zé Roberto é o principal responsável por esta tragédia. Sim, porque bronze pra time bicampeão olímpico e com o melhor time do campeonato não dá.

        2) Natália entrar no jogo foi a pior opção ever. Era óbvio que ela iria tomar toco e errar passe. Deveria ter colocado a Tandara na ponta.

        3) Fabíola deveria ter entrado na metade do segundo set, ou, no máximo, antes de iniciar o terceiro. Dani esteve muito irregular.

        4) A Glass tem um toque horroroso mesmo, mas é a levantadora que mais acelera na ponta, e principalmente no contra-ataque. Isso fez diferença.

        5) Não vi muitos jogos da Hill, ela é irregular ainda, mas ela brilhou nos dois últimos jogos, e isso é o que fica. Se fôssemos olhar o início do campeonato, talvez até Jaqueline merecesse o MVP.

        6) O mesmo digo pra Larson e Sheilla. Jogaram bem melhor os últimos jogos. Larson se redimiu da final olímpica, e Sheilla mereceu o prêmio de oposta.

        7) Acho a De Gennaro boa. Apenas. Pra mim, a Del Core passa mais que ela. A líbero americana foi bem mais decisiva nos últimos jogos.

      • Paulo

        Não concordo com você, este time americano é melhor em 3 das 4 trocas que foram efetuadas, esta líbero não é um primor, mas é MUITO melhor do que a Davis que entregou o jogo pro Brasil, a Berg é boa mas compromete muito no bloqueio, a Glass não e ainda acelerou as bolas na entrada e saída, a Hill não é tão habilidosa quanto a Tom, mas é decisiva no ataque, coisa a Tom não é, no meu ponto de vista, a única perda deste time para o de Londres é na saída, a Hooker é muito mais mortal que a Murphy, embora essa seja esforçada!

    • Luiz

      Que BABADO!!!!!!!!!!!!!!! Não vi isso.

    • Andre

      Este premio Fair play para o Ze foi o apice do Ridiculo. Vaia è pouco.

  • Mario

    Sheilla? Ah, por Deus! Fala sério. É a maior piada de todos os tempos. Realmente total falta de noção, perda de bom senso e do ridículo!

  • Bryant

    It’s same as the Men’s awards. They look at the statistics of the third and final rounds, and only the players of the teams in semfinal and final are taken into account. The best outside hitters are the OH tops in Best Spikers or Best Receivers. The best opposite is the OPP who’s at the top on Best Spiker category….etc. So, no politics here, it’s pure statistics.

  • Rodrigo

    Esse time vem tendo sorte a muito tempo não era para ganhar as olimpíadas de Londres perdeu jogos para Turquia ,coreia e se os EUA perde o jogo contra Turquia nem tinha classificada para as quartas.

  • Rafael Takeshi

    Hill mereceu sim o prêmio, ela simplesmente sambou na cara das brasileiras que ainda estão procurando a bola da Glass, que deu um show na semifinal. Fabiana e Thaísa ainda estão vendo se acham a bola chutada de ponta dela…

    Como técnico acho que o Kilary merecia, devido a virada técnica que deu no José Roberto, mas no entanto esse fez a melhor campanha, logo fica complicado escolher um… O resto tudo ok…

    E Aline a Hill amarelou quando podia, ao contrário de todas as meninas do Brasil… por isso mérito dela…

    • Rafael Takeshi

      Mas as meninas estão de parabéens, ótimo campeonato…

  • Guga

    A De La Cruz, marca horrores de pontos, acredito que tenha sido a maior pontuadora do Mundial (ou a Zhu) e nem se quer foi lembrada, só por nao ter passado para as semis, coisa mais politica impossivel

  • Maira

    Política aí só tem a escolha da líbero, o resto é estatística pura.

    • Marcos

      tá doida, se o resto fosse estatística a Italiana Del Core e a Brasileira Jaqueline seriam as ponteiras eleitas ao premio por ter ficado em 2 e 1 respectivamente. é só conferir as estatísticas, lembrando que Sheilla é oposta ficou em 1º. http://italy2014.fivb.org/en/competition/results_and_statistics

      • Liza

        Dá uma olhada nas ponteiras que estão como.Best Scorers.

  • Aline

    Constrangedor!!! Zé Roberto recebendo o prêmio Fair Play da competição. Os italianos deram ao treinador uma sonora vaia e um coro de xingamentos. SITUAÇÃO RIDÍCULA!!!
    As reclamações do Zé com a arbitragem não pegaram nada bem com os italianos!!!
    O que ARY GRAÇA QUERIA MOSTRAR COM ESSA PREMIAÇÃO CONSTRANGEDORA PARA O ZÉ???
    Que o Zé mesmo fazendo mer-da é o queridinho da CBV e da FIVB e o Bernardinho que denunciou a corrupção da CBV é PERSONA NON GRATA?

    • Andre

      “Fair Play” foi ridiculo. Senti-me envergonhado.

    • Fernando

      Eu se fosse você pararia de falar verdades, pois, no Brasil é proibir falar a verdade, tem que dançar conforme a dança.

      E a seleção foi registrada em cartório no nome do ZRG, ele faz oq quiser com a seleção, pois é de POSSE dele.

      E não fale mais da Natália e Adenízia. Pois elas foram COMPRADAS como presépios humanos e amuletos de sorte.

    • Rodrigo

      Perfeito.

  • Luiz

    A Hill foi hoje no jogo final tudo aquilo que a gente que vê o jogo sem patriotismo idiota já tinha falado aqui: ela errou a maioria dos passes, mas virou as bolas, botava bola no chão.

    Já a seleção brasileira, que se apoia nas centrais, deixou no campeonato um atestado de covardia, pois o passe o tempo inteiro na mão que ela teve no campeonato quase inteiro revelou a falta de confiança das ponteiras (JaqueTOKO e Fe Gritai) pra virar bolas altas. Me desculpe o técnico, mas MUNDIAL é lugar de gente grande, não era pra Natália nem Gabi estarem lá. O banco do Brasil deveria ser de luxo – com as “capengas” Paula e Mari, mas a arrogância do Zé Roberto falou mais alto.

  • Wanderson

    Daniel, você sabe se o Brasil poderá participar da copa do mundo ano que vem já que o Brasil é sede da olimpíada?

    • ALINE

      Claro que pode! O que tem a ver sediar olimpíada com não poder participar da COPA DO MUNDO???
      Para o Brasil se classificar para a COPA DO MUNDO, basta ser CAMPEÃO ou VICE-CAMPEÃO SUL-AMERICANO.
      Na COPA DO MUNDO de 2011, em que a ITÁLIA foi CAMPEÃ, as representantes SULAMERICANAS foram BRASIL e ARGENTINA.
      Os critérios de classificação das 12 equipes para a COPA DO MUNDO 2015 são:
      1. A equipe do país anfitrião: JAPÃO
      2. O vencedor do Mundial 2014: EUA
      3 e 4. CAMPEÃ e VICE AFRICANAS:
      5 e 6: CAMPEÃ e VICE ASIÁTICAS:
      7 e 8: CAMPEÃ e VICE EUROPEIAS:
      9 e 10: CAMPEÃ e VICE SUL-AMERICANAS:
      11 e 12: CAMPEÃ e VICE da AMÉRICA DO NORTE e CENTRAL:
      É óbvio que como JAPÃO e EUA já estão classificados, se forem campeãs ou vice de seus torneios continentais cederão as vagas para outras equipes de seus continentes.
      Já os critérios de classificação para as Olimpíadas Rio2016 são:
      1. País Anfitrião: BRASIL
      2. Duas equipes da Copa do Mundo de 2015 (se o Brasil for o CAMPEÃO da COPA DO MUNDO, as vagas vão para o segundo e terceiro colocados)
      3. 5 VAGAS: Uma equipe de cada confederação: NORCECA(América do N.eCentral), CAVB(África), CEV(Europa), CSV(América do S.), AVC(Ásia)
      4. 4 VAGAS: Uma equipe de cada um dos quatro torneios de repescagem mundiais.

      • Liza

        Claro que não pode! O Brasil não vai participar assim como a China não participou quando foi sede olímpica.

        • Neide

          Liza larga de ser enrugada querida, se você não for analfabeta, leia o regulamento antes de vomitar besteiras aos quatro ventos de forma ridícula.
          Nada impede o Brasil de estar na Copa do Mundo, se você não for preguiçosa e ler o regulamento, verá que se o Brasil for Campeão ou Vice Sul-americano estará com vaga garantida na Copa do Mundo.
          Quem poderia tirar o Brasil da Copa do Mundo? Peru, Argentina, Venezuela ou quem sabe a Bolívia ou Paraguai?
          Liza vai fabricar óleo e não viaja no maionese!

  • Juju

    Trocaria a Thaisa por Fabiana, a Alisha pela Dani e a Sheila pela Diouf.

    • Fernando

      A Dani? Que piada de mau gosto.

      A Dani não sabe trabalhar com passe B, coisa que a velha Fofão ou Venturini faziam de olhos fechados.

      • Emerson

        A Pane Lins é levantadora mediana e só. Ela realmente não sabe trabalhar com o passe B C D. A Alisha deu uma aula de levantamento e precisão com as bolas na ponta e inversão pra saída.

        A Pane conseguiu tirar Taíssa e Fabiana do jogo e não me venha falar q não tinha passe na mão que isso é ridículo, assisti ao jogo e ela claramente usava as meios pra fintar com bolas nas extremidades, sem necessidade por sinal.

        Com passe B Fofão arriscaria no mínimo chute meio e a Pane me coloca umas jacas nas duas extremas.

        Acho que perdemos o jogo para os EUA por causa da Pane.

        • Juju

          Mais respeito com a profissional meu rapaz, “pane” pra uma levantadora campeão olímpica! Quanto ao passe B, ela trabalhou a SLF inteira com passe Z no Sesi e a bola de segurança do time era a Fabiana. Na seleção o Zé engessa a Dani, não deixa ela usar a criatividade, repara em todo o tempo técnico ele cantando as jogadas que é pra ela fazer, fora que as atacantes tomam toco e ele reclama com ela. Na verdade ele deve ter problemas com levantadora já que chamou a do time de burra. A Glass só fez cagada no Fener , com perdão da expressão, tanto que bancou em vários jogos pra que aquela levantadora que quase quebrou a espinha da Mari, não me recordo o nome dela. Se o juiz realmente fosse aplicar a regra, marcaria dois toques da Glass em praticamente todas as jogadas.

  • Luiz

    Vamos falar a verdade: Imagine a Hooker neste time dos EUA jogando com a velocidade da Glass. Nossa! Ai seria chorar MESMO em 2016. O Zé Roberto que torça pra Hooker continuar fora da seleção, caso contrário, já era mermão…. hehehe

  • Mauricio

    Lembro que ano passado o Daniel fez um post questionando se, pelos resultados de 2013, onde ganhamos tudo que competimos, seríamos o time a ser batido. Lembro que fui um dos poucos que discordei e a resposta veio no sábado. Mais uma geração se vai sem o título mundial, depois da ilusão de que éramos imbatíveis pela nossa hegemonia em ano pós-olímpico, quando as grandes seleções (USA, China, Rússia, Sérvia, Japão, Itália e mais algumas) aproveitam para testar novas formações e lançar novas jogadoras, enquanto o Brasil segue enviando times experientes e dando chance a algumas mais novas apenas no início dos campeonatos. Enfim, pelo menos não tivemos lesões. Torço para que jogadoras mais novas apareçam mais nesses quase 2 anos para 2016.

    • Mario

      Pois é, Mauricio. Tem toda a razão. Mas o fato é que ZRG queria de todo jeito marcar sua história com este título inédito e não pensou que as outras seleções renovaram de fato, focaram e mostraram o que é pensar no esporte, no futuro, na preparação, sem qualquer egoísmo. Enquanto China veio com Zhu, Itália com Diouf, EUA com Hill…o Brasil, em jogos sem importância, trouxe Gabi, as gêmeas, e algumas outras, sem qualquer potencial para assumir o time em alto nível, como titulares, no cenário atual (as três estrangeiras citadas têm mais de 1m90 e são espetaculares, de nova geração). Enquanto as nossas, nem chegam a 1m80. Então, meu caro, realmente tá coberto de razão. Nota zero pra ZRG. Vamos ver se agora ocorre um tiro neste galinheiro e não haja donas de vagas nem cartas marcadas. Se quisermos manter o amor brasileiro pelo vôlei, é preciso rever tudo isso…..

  • Roberto

    A impressão que eu tive na semi contra os EUA, foi a volta do velho Brasil pré Pequim, sem confiança, sucumbindo a pressão e totalmente passivo, e pra piorar com um treinador inoportuno, intempestivo. Se no mundial foi o que foi, a pressão no Rio será em dobro. Parabéns aos EUA, o melhor time do mundo e na minha opinião favoritaço ao ouro Rio16.

  • Marcio T.

    Nao é de hoje as premiações serem políticas e não técnicas. A Takechita ganhou vários premios em solo japonês mesmo estando em um time medíocre. Não sei o pq da revolta com uma federação que é comandada pelo Sr Ary Graça. O esporte com ele sempre foi colocado em detrimento ao lado financeiro. Ary Graça deve ter parentesco com a família Havelange!

  • Euripedes Jr.

    O povo fica criticando a líbero da Itália , na semi final ela e Del Core dominaram sozinha o passe com 2 opostas em quadra , diversas bolas defendidas e levantamentos . Foi impressionante a imagem das duas no centro de quadra e o espaço que tinham que tomar conta , enquanto no Brasil com 3 quinavam toda hora .

    • Mauricio

      Concordo. Nenhum país produz tanta líbero de qualidade como a Itália. Nem o japão. Cardullo, Merlo, De Gennaro, Leonardi, Croce. Todas são acima da média. E não achei absurdo a escolha da D. Gennaro.

    • LEO

      Bem lembrado Euripedes Jr.

  • tuliobr

    Foi um mundial de baixo nível técnico, marcado por irregularidade de todos os principais times; basta dizer que a Kimberly Hill não é propriamente uma estreante, e saiu de uma temporada sem maiores brilhos na liga polonesa para o título de MVP do mundial. Tiro, porém, uma convicção: uma das mais importantes tarefas do voleibol feminino do Brasil em 2015 está a cargo da comissão técnica do Rexona; trata-se de recuperar a Natália para o esporte. Já vão longe, graças a Deus, os dias de sua grave enfermidade, que interrompeu longa e traumaticamente sua carreira. Sabemos os que a vimos jogar e ser a melhor juvenil do mundo que seu lugar hoje deveria ser de protagonista na SFV, e não de reserva usada para sacar, papel adequado para a jovem Gabi. Talvez devolver Natália para a saída de rede e esquecer a ambição de transformá-la em passadora seja uma ideia a ser considerada. No mais, parabéns à SFV, mantida no pódium pelo terceiro mundial consecutivo, o quê não é pouco.

    • Daniel_Sam

      Concordo contigo no que diz respeito a Natália.

      • corcodo cotigo e como fazer algo ruim pra alguém e fugir…

  • R.TIGRE

    O Brasil perdeu a grande chance de ser Campeão Mundial por causa de Zé Roberto, que insistiu em manter uma panela e quando precisou mexer no time ele não soube como fazer e ainda substitui errado pondo a Natália para não fazer nada.
    Se o Brasil não ganhou o Mundial agora com a Rússia sem passe, vai ser difícil, espera a no Rio 2016 a Rússia com Rosir Calderon e a Sokolova arrumando o passe.
    Quem segura a russa com Calderon e Sokolova?

    • Larissa Verissimo

      A Sokolova vai jogar de líbero em 2016 ?

      • Oguienkho

        Acho que a RUS não aceitará a Calderon nunca. Ela que vá jogar por Cuba. Nossas jogadoras são russas de verdade ou uma ou outra de países que possuem passado em comum conosco. Lá na Rússia aceita se quem fazia parte da URSS. Sokolova vai sim para as olimpíadas e Gamova idem. Sokolova vai compor a linha de passe. Se a RUS estiver muito bem não seria surpreendente se a Artamanova fosse também.

  • Marcos

    Concordo com a seleção do campeonato, exceto as ponteiras. Gente se existe estatísticas então vamos usa-las, Jaqueline foi a melhor atacante em 2 veio a Del Core, estas sim deveriam ganhar o premio de ponteiras, só lembrando que Sheilla ficou em 1º mas ela é oposta, por isso ganhou o premio como tal, e porque não as ponteiras como diz as estatísticas?

  • Edu

    Deixando a patriotada de lado, Sheilla não fez por merecer o premio.Fez uma primeira e segunda fase do campeonato pálida.Numa determinada partida e jogando todos os sets fez apenas seu primeiro ponto na metade do terceiro .Fez duas partidas boas contra os EUA e Itália,porém, não foi absolutamente decisiva em ambas.Utilizou mais seus fundamentos de defesa,bloqueio e saque para colaborar com a seleção.Entrou no quesito homenagem dessas premiações ao anunciar que seria seu ultimo mundial.Ficou indecisa de confirmar isso depois da ultima partida.Brait foi a melhor libero do mundial.Fez uma partida apenas sem expressão contra os EUA – a decisiva, uma pena.Para um primeiro mundial e colocada como titular dois meses antes do inicio é um feito espetacular.A italiana entrou na cota agradar os donos da casa.Ting Zhu foi a mehor jogadora do mundial.Hill foi a mais regular do EUA a equipe vencedora.Thaisa foi a melhor central.O premio ao ZRG foi uma alfinetada do sr.Ary Graça no Bernardo.Se precisasse elencar um outro destaque daria a Kosheleva(fora o fato dela ser uma mulher lindíssima).Outro seria a Sonsirma, jogadora notável por praticamente carregar sua equipe nas costas e ter disparado o melhor preparo fisico do voleibol feminino de elite.Ela não sai nem por um segundo das partidas e fica sendo acionada a todo o instante: seja no bloque e ataque.Uma curiosidade que recebeu um premio de destaque individual apos a virada contra a Russia por parte da organização.E foi o único premio concedido que vi durante todo o campeonato na sua primeira e segunda fase.

    • Mario

      Tem razão, Edu. E como eu disse antes, esta Sheilla é a atleta mais inteligente que existe: não joga nada, se esconde, não resolve, deixa todos cobrarem das centrais e de Garay – tudo pra se preservar. Mas nas últimas partidas, quando contam para pontuar visando eleição das melhores, ela se empenha. Já não existem mais as “jacas” da levantadora. Como se somente nestes jogos a Dani aprendesse a levantar corretamente pra ela. Aí, então, ela, que não jogou nada antes, assume a frente e, embora não decisiva e mesmo sem levar o time das costas, aumenta o índice, ataca por bloqueios quebrados e simples (pois todos se preocupam com as nossas meios), e chega lá. No pódio. Realmente, é a mais inteligente. Páreo duro para a outra rainha midiática que usa a mídia pra pressionar os clubes a contratá-la. E pior que os jornalistas, muitos babões, caem nessas historinhas e passam de otários (até descobrirmos que no meio desses tem assessoria de imprensa e empresariado das tais).

  • Guga

    O que acho errado eh que a partir das Semis fica como se tivesse zerado as estatisticas..

    De La Cruz e Kosheleva deveriam ser escolhidas, pelo menos a primeira, já que foi a maior pontuadora.

    • Mario

      Exatamente, Guga. Por isso a esperta e inteligente oposto deixa pra jogar somente nesta fase, quando as demais pontuadoras, que seguraram a barra pesada do Brasil estão mais cansadas e as outras equipes nem se preocupam com a bendita. Com isso, faz os pontos em bloqueios simples e quebrados. E sobe ao pódio….

MaisRecentes

Um líder por pontos ganhos. Outro por pontos perdidos



Continue Lendo

Camponesa/Minas quebra longa invencibilidade em Osasco



Continue Lendo

Placar RedeTV!: Futebol 2 x 0 Vôlei



Continue Lendo