O tetra Mikou



Depois do primeiro set, o tetra parecia apenas uma questão de tempo. E faço essa análise pela quase perfeição da atuação do Brasil e a performance apagada da Polônia. Mas a virada dos donos da casa aconteceu, para delírio da torcida em Katowice, e tetracampeonato mundial da Seleção ficou no quase.

Coisas do esporte. Méritos do francês Stephane Antiga, que acertou ao colocar o veterano Zagumny, um remanescente da final do Mundial de 2006, para mudar o jogo. Ele mudou o ritmo da partida, colocando em ação Mika, o atacante que desequilibrou. O bloqueio brasileiro, que estava encaixado, não se encontrou mais no decorrer do jogo e isso fez uma tremenda diferença.

Outro mérito polonês foi ter colocado a cabeça no lugar após a derrota na primeira parcial. O time todo parecia estar sentindo demais a responsabilidade de jogar uma final em casa. Jogadores presos, tensos… E eles se soltaram! Passaram a usar a torcida como combustível, não como adversária. E jogaram melhor do que o Brasil. Tão simples quanto isso.

A Seleção Brasileira errou mais do se aceita para uma decisão. O saque parou de pressionar a linha de passe polonesa, Lucarelli e Lucão tiveram uma queda de rendimento no aproveitamento de ataque, o passe de Mário Júnior não era mais o mesmo e o jogo passou a ficar muito centralizado em Wallace, que virou muita bola, diga-se de passagem. Nesta hora, faltou o Brasil ter mais um atacante em condições de receber mais bolas, já que Murilo estava nitidamente limitado por questões físicas.

Como já escrevi anteriormente, coisas do esporte. Venceu quem controlou mais os nervos em todo o jogo, quem soube tirar do banco de reservas um coelho da cartola e quem jogou melhor. Infelizmente, desta vez, não foi o Brasil.

 



  • Luiz

    DaniBoy, que título (manchete) é este? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Parecia até eu escrevendo. kkkkk

    Agora, sobre o jogo: não vou sapatear em cachorro morto. Só tenho uma coisa a dizer:

    Winiarski, seu lindo e gostoso!!! Joga pra mim.

    • Billy

      Você sempre com comentários bobocas…Prá sua inveja eu também tirei fotos com o Winiarski e outros jogadores da Polônia.Que peninha que ele não sabe(e nunca saberá) que um reles torcedorzinho comum feito você existe,não é mesmo? Atualizando-amanhã estarei na Itália para assistir ao vivo a seleção feminina(como é bom ser rico e poder ter esses luxos e privilégios,né!?)Até mais minha ämiga¨invejosa deste blog.

      • Luiz

        Até mais, linda. E vê se arruma alguém que se importe com os seus comentários sobre mim… kkkkkkkkkkkkkk Eu sou o tipo de cobra cujo veneno não funciona como antídoto. Você está apenas perdendo seu tempo, doida…. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • filhodedavid

    Seleção que tem uma “planta” chamada Eder, e que me erra duas bolas no momento decisivo do set, não quer ser campeão né? Falha grotesca do Bruno que estava muito bem no jogo, mas como sempre falha nos momentos decisivos, é impressionante, foi assim em Londres e foi agora no Mundial, não tirando os méritos da Polônia, mas o Brasil francamente… mais um vice… já está se acostumando, aí onde mora o perigo.

    Obs: Erro do Bernardinho, fazer a troca de central, quando fez, pensei, já era o tetra e pior foi quando o Bruninho resolveu distribuir as bolas para o “planta”.

    • Luciano

      Concordo com vc, o Bruno errou mais uma vez no momento decisivo. Eterno prata, foi assim em Londres, foi assim agora. Será que o Bernardo teria coragem de colocar o Raphael no lugar do Bruno sem inversão?

    • Juliano

      Não acho que o Bruninho errou. Ele já tinha tentado Wallace e Lucarelli.
      Era bola de meio, o passe tava na mão. Éder que cagou.

  • TEREZA

    Realmente coisas do esporte mais esta doendo ser vice mais uma vez que essas derrotas sucessivas nos últimos campeonatos sivão de lição para o nosso outro grande objetivo ou o principal que e o Rio 2016 que essa festa maravilhosa emocionante da torcida polonesa seja repetida pelos torcedores brasileiros e a nossa seleção retribua dentro de quadra. No mais parabéns Polônia pelo grande campeonato dentro e fora de quadra.

  • Aline

    A POLÔNIA tinha uma ARMA SECRETA PARA FINAL: Zagumny, eleito o MELHOR LEVANTADOR DO MUNDIAL 2006, ficou escondido entrando só nas inversões do 5X1, para SE CONSAGRAR NA FINAL MUDANDO A FORMA DE JOGAR DA POLÔNIA:
    1) Com o levantador Drzyzga, o oposto Wlazly era sobrecarregado e acabava sempre com muito mais pontos que os demais.
    2) O Brasil estudou a Polônia com a forma de Drzyzga jogar, Zagumny distribuiu mais o jogo e fez de MIKA a sua BOLA DE SEGURANÇA.
    3) O Brasil perdeu, mas qual é o problema? Diante das circunstâncias o Brasil fez até muito! Todas as outras favoritas ficaram fora do podium!
    4) A ALEMANHA foi a equipe mais surpreendente deste campeonato, desde da estreia em que levou uma surra do Brasil num 3×0 fácil até a medalha de BRONZE em que devolveu o 3×0 para a França com juros e correção monetária, a Alemanha só fez evoluir.
    5) A ALEMANHA foi CAMPEÃ MUNDIAL DE VÔLEI em 1970, levou 44 ANOS para voltar ao PODIUM com o BRONZE e VALORIZARAM MUITO ISSO, a POLÔNIA foi CAMPEÃ MUNDIAL em 1974, levou 40 ANOS para ser CAMPEÃ DE NOVO. O BRASIL fez QUATRO FINAIS SEGUIDAS: 3 OUROS E 1 PRATA. Portanto, valorizem muito isso!!! A maioria das seleções não tem essa constância e regularidade que o Brasil tem!!!

  • Lilika

    Tristeza verde amarela…. e que festa vermelha e branca, digna de aplausos…que pena pra gente, só conseguimos ficar a frente do placar no primeiro set, e em alguns minutos do quarto…o resto só Polônia, o máximo que conseguíamos era o empate, que coisa rs. Meus sinceros aplausos aos poloneses, e aos nossos brasileiros, jogadores e comissão técnica…não deu, mas é um dos poucos esportes coletivos que nos dá orgulho de torcer e sofrer junto…2016 ta aí…e 2018 tá logo ali na esquina, só trabalhar rs. bjs

  • Caco

    É triste ver o Brasil no masculino batendo na trave desde 2011 e perdendo. Tinha a esperança de que hoje seria diferente e me decepcionei ao ver o jogo.
    Na minha opinião, a comissão técnica, uma das grandes responsáveis por fazer o time chegar até ali, errou feio ao insistir com o saque chapado, mesmo erro de Londres.
    Deu para perceber que eles estudaram bem o adversário e confiavam no sistema defensivo. Porém, se o sistema defensivo estava sendo ineficiente a partir do segundo set, por que insistir com um saque desses? As poucas vezes que encostamos foi com o viagem do Bruno no segundo set e o viagem do Éder no quarto.
    Wallace e Lucão são dois ótimos sacadores.
    Me lembro de ouvir o Maurício afirmando que o Brasil deveria voltar para o viagem durante a final de Londres até mesmo os próprios comentadores do Sportv no jogo de hoje.
    Erro ao perceber que se deixássemos a Polônia jogar, como fizemos no primeiro set, o nosso sistema defensivo não iria pegá-los mais.
    Era hora de forçar o saque, pois não estávamos tão preparados para ler o jogo do segundo levantador polonês.
    Acho também que o Brasil está se perdendo com essa mania de perseguição.
    Todo mundo sabe das falcatruas que acontecem no mundo esportivo, inclusive no vôlei. Entretanto, a seleção está se deixando levar por isso e o Bernardinho principalmente.
    Está faltando lucidez para a nossa equipe.
    Não somos mais o time de Giba, Ricardinho e Gustavo para jogar na pilha o tempo inteiro. Esse time não tem essa característica. É uma equipe que precisa de um treinador mais calmo fora das quatro linhas.
    Não acho que seja o caso do Bernardinho sair porque ele é o melhor. Apenas penso que deveria mudar a sua postura, assim como fez com o time do Rio de Janeiro, atual bicampeão da Superliga.

    • manu

      Comentário perfeito. O erro do Brasil foi a estratégia de saque.

    • Andrea

      Bernardo na minha opinião teve muita paciência, quem errou foram os jogadores que cometeram erros bobos, o saque teve que chapar por que olha quantos erros de saque tivemos, tanto na seleção masculina quanto na feminina quando Zé e Bernardo sairem da até medo do que será essa seleção.

      • Caco

        A partir do segundo set a virada de bola da seleção polonesa estava muito boa. Não tínhamos escolha. Entre errar o saque arriscando e ver o adversário rodar é melhor arriscar, pois, pelo menos, quando o saque entra você faz o ponto ou gera um contra-ataque em condições de pontuar. Não adianta nada chapar dez e assistir ao seu adversário rodar os dez. É melhor forçar dez, errar uns sete, mas ganhar dois ou três pontos.
        O Lucão tem dias que erra bastante. Porém, quando acerta, o adversário não passa. Achei errado mandá-lo chapar o jogo inteiro, assim como o Wallace.
        Com relação aos técnicos, também acho que, quando o Zé e o Bernardo saírem, ficará complicado para as duas seleções brasileiras. Dificilmente encontraremos alguém capaz de manter o Brasil brigando por títulos por tanto tempo.

  • Rafael

    Parabéns aos poloneses, fizeram um grande jogo, tem atleta que nasce pra ser vencedor, e tem outros que nascem pra serem os vice… Tirando Bruninho, Murilo e Wallace o restante nasceu pra ser vice, eles nadam, nadam, nadam e morrem na praia, eles são superiores mas pecam nas finais, infelizmente os antigos jogadores levaram a gana de vencer com eles e ficou jogadores que não tem psicológico suficiente pra vencer…

    Espero que Bernardinho pense melhor, e não desista de Vissoto, Mário Junior e Felipe, esses caras não estão bem pra esta na seleção, o Brasil tem atletas melhores.

    Mas valeu Brasiil, por chegar em mais uma final, eu pensei que essa FINAL ia ter uma história diferente das outras que vcs participaram, mas só confirmei minha tese, uma geração de vices…

    Legal foi o Bernardinho, parece que ele falou do Voloch para imprensa hauhauhauahuahuahuahuahauaaahaua

  • Carlos

    Depois do “Dia da Vergonha” o Brasil só ficou com o ouro no campeonato que armou para se dar bem e campeonatos que não valem nada como Sulamericanos e Copa dos Campeões, os deuses do vôlei marcaram esse time.

  • Michel Pereira de Oliveira

    Achei o relato econômico na crítica à atuação pífia do péssimo Mário Jr. É inadmissível que a seleção adversária opte por sacar justamente no jogador escalado única e exclusivamente para passar. Até Lucão passou melhor que aquele patife.
    Torço sinceramente pra que a seleção e o Murilo aceitem um palpite há meses cogitado aqui no blog: converter o Murilo em líbero (ainda que continue como ponteiro passador em seu clube); ele seria titular absoluto, resolveria nossa principal deficiência atualmente e ainda abriria uma vaga na ponta pra mais um jogador de força (papel que infelizmente ele já não desempenha face às limitações depois de sua cirurgia).

    • Aline

      Patife? O que é isso rapaz? Onde estamos ou onde chegamos?
      Antes de ser um jogador o Mário Jr. é um ser humano e não merece ser chamado de patife!
      Ele errou alguns passes? Sim errou, mas e os que ele acertou não conta?
      A Polônia sacou muito bem e Mário Jr., por mais que tenha errado não merece ser crucificado assim!
      Seria legal ter ganhado o Ouro? Sim! Mas a prata tem vale muito!
      Peço desculpas ao Mário Jr. em nome da torcida consciente, pois sabemos que ele sozinho não é responsável pelo resultado.
      Vários fatores conspiravam contra o Brasil, não bastava vencer só a Polônia, tinha que vencer todos que se empenharam para o Brasil ser derrotado, inclusive muitos brasileiros da FIVB e o Voloch que foi convidado com a função de secar!

      • Michel Pereira de Oliveira

        Chegamos à época em que o Brasil joga sem líbero. Não questionei a condição do “ser humano” Mário Jr., mas, o péssimo desempenho do profissional Mário Jr. Sugiro que a nobilíssima leitora consulte o dicionário antes de falar merda gratuitamente ou questionar qualquer termo do texto. #tapada. Só pra constar, sugiro que confira o real significado do termo patife: http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/index.php?lingua=portugues-portugues&palavra=patife

    • Luiz

      constrangedor mesmo um líbero ser alvo o tempo todo.

      • LEO

        O Mário Jr. não foi nem de perto aquele de 2010, não sei o que aconteceu com o rapaz que de uma hora para outra desaprendeu a passa. Ele foi bem no mundial, mas falhou muito no primeiro jogo com a Polônia, na semifinal e agora na final. Falhou em vários momentos e principalmente nos momentos críticos. No 20×18, ele simplesmente entregou o ouro. O Bernardo tinha que ter levado o Escadinha para esse mundial depois da atuação do Mário Jr. na liga mundial. O Escadinha tá com 38 anos jogando um bolão e com certeza não seria alvo do saque do adversário. Não estou dizendo que o Brasil perdeu por causa do Mário Jr( apesar de ele ter errado em momentos críticos), mas que é muito feio um especialista na recepção ser alvo do saque adversário isso é. Parabéns a Polônia que jogou muito bem, soube aproveitar os contra ataques e defendeu mais que o Brasil. Nossa seleção está de parabéns, pois quatro finais seguidas de mundial não é para qualquer seleção, pena que não conseguiram o tetra, mas tenho certeza que isso dói mais neles do que em nós torcedores, pois eles trabalham pesado para isso.

      • Rafael

        Um líbero ter uma única função que é passar e mesmo assim ter um aproveitamento de 40% aff… Um ponteiro passador lesionado ter que cobrir ele, meu deus não sei nem que nome da pra isso, tamanha incompetência… Se os erros dele fosse recuperável, ele praticamente dava a bola para o outro time… O Mika com mais de dois metros passava melhor que ele e o problema Mário Junior é antigo, até o Murilo e o Lucão já perderam a paciencia com ele durante outros jogos… Não sei por que Bernardinho insiste com esses dois líberos e Vissotoco, treina outros jogadores que tenham DNA de vencedor…

  • manu

    Com diz o Bernardo. É muito baixo da FIVB mandar o Bruno Voloch, o maior inimigo da seleção de volei para lá para atormentar o Brasil. Baixo demais. Ary Graça é uma pessoa nojenta.

    • TEREZA

      Nessa ele teve toda razão esse bruno é um escroque mau caráter foi para lá com um único objetivo tumultuar o ambiente da seleção o palhaço Claro que isso n tira o mérito dos poloneses que jogaram muito com garra e com o coração e mereceram o titulo

    • Luiz

      besteira achar que um jornalista apenas faria a seleção jogar mal. Muita infantilidade. E se o Bruno Voloch estava mesmo provocando a seleção brasileira la no ginásio ai sim que eles tinham que jogar bem. Vi o Bernarno chamando ele de F… de P, e mandando ir Tomar… no…..
      Muito destempero do Bernardo. Se o Voloch estava mesmo provocando era hora de juntar o time e pensar no jogo e não prestar atenção no venenoso.

  • Cláudio

    Mário Jr sentiu o jogo, a Polônia jogou em cima dele o tempo inteiro…Coisas do esporte. Mas com o Bernardinho, o Brasil está no topo desde 2002, não sejamos imediatistas vamos valorizar o trabalho feito.

  • Felipe

    Mais um vice! Cara levar 4 kogadores que não serão aproveitados é brincadeira, temos que renovar os centrais. Outra G. Grozer hungaro naturalizado alemão D. Muserkiy nasceu na Ucrania fora os da Italia e outros que eu não sei, espero que a FIVB não implique com o Y. Leal e que ele possa ser naturalizado.

  • Aline

    Estou triste não pela derrota em si, mas POR TUDO O QUE VEM ACONTECENDO PARA ACABAREM COM O VOLEIBOL BRASILEIRO!!!
    Bernardinho e os jogadores são HERÓIS pois mesmo com MUITA GENTE JOGANDO CONTRA, o Brasil chegou à sua QUARTA FINAL DE MUNDIAL SEGUIDA!
    1)É fato que GLOBO faz de tudo para diminuir o voleibol brasileiro e escondê-lo do público , da massa.
    2)A Globo compra os direitos e não transmite em tv aberta e PROIBIU o ESPORTE INERATIVO de transmitir a SUPERLIGA.
    3)Hoje os responsáveis pela programação do SPORTV ESTAVAM TORCENDO PARA O BRASIL PERDER LOGO e NÃO LEVAR O JOGO PARA O TIE BREAK PARA CORTAR LOGO PARA O FUTEBOL,como fizeram assim que terminou a partida.
    4) O SPORTV teve preferiu ficar mostrando a torcida entrando no campo do GOIAS do que continuar a transmissão do vôlei!!!
    5)CBV SÓ FAZENDO LAMBANÇAS NA SUPERLIGA, A COMEÇAR PELO RANKING RIDÍCULO!
    6)A cidade de NOVO HAMBURGO que respira volei, impedida de participar da SUPERLIGA
    7)O que adiantou o VOLEISUL/PAQUETÁ ganhar a SUPERLIGA B se não pode jogar a principal?
    8) Regulamentos ESTRANHOS E OBSCUROS que PROPORCIONAM MANIPULAÇÕES DE BASTIDORES.
    9) Árbitros com interpretações duvidosas sendo tendenciosos para o time da casa sempre. O absurdo da INVASÃO que decidiu um set contra a ALEMANHA foi o exemplo mais grotesco.
    10)A FIVB convidar o VOLOCH,PSEUDOReporter maior inimigo do voleibol brasileiro E DEIXÁ-LO colado no banco PRA SECAR O BRASIL É UM ABSURDO!
    11)Fazerem força para punir a qualquer custo o Brasil depois da decisão estranha do 3×2 contra a Polônia.
    12) Ary, metido em corrupção na CBV, desafeto de Bernardinho, usando a FIVB PARA PREJUDICÁ-LO.
    Querem ACABAR COM O VOLEIBOL BRASILEIRO!
    Em matéria de dar valor ao vôlei a POLÔNIA é realmente campeã mundial.
    Nunca vi um povo tão apaixonado por Vôlei quanto eles, uma torcida apaixonada, fanática e EDUCADA!!!
    Se o Brasil tivesse vôlei transmitido em TV ABERTA E DIVULGADO EM TODO O PAÍS, não tenho dúvida que os brasileiros seriam tão apaixonados por vôlei quanto os poloneses.
    Mas não é interesse da GLOBO, de ALGUNS DIRIGENTES e de alguns JORNALISTAS que o Vôlei não se torne ESPORTE DE MASSA no BRasil!!!
    Enfim desabafei!!!
    PArabéns ao BERNARDINHO,COMISSÃO TÉCNICA E AOS JOGADORES que contra muitos obstáculos continuam SEMPRE NO PODIUM, enquanto seleções que tem mais apoio como ITÁLIA,RÚSSIA,IRAN,FRANÇA,EUA etc… ficaram sem nenhuma medalha.
    Valeu Brasil.
    Ainda bem que ainda existem profissionais como o técnico Bernardinho e o jornalista da Daniel que são realmente amantes do vôlei e não deixam o Vôlei cair mais ainda!!

    • Verner

      Fiquei chateado com resultado, mas feliz que o título foi para a Polônia, onde o voleibol é o esporte número um. Que outro país colocaria 12 mil pessoas num ginásio, com mais 50 mil pessoas olhando por um telão do lado de fora? O país parou para acompanhar o jogo. Não acompanho o dia a dia do voleibol na Polônia, mas imagino que ele tem muito maior cobertura e visibilidade do que tem por aqui. Aqui a Rede Globo compra os direitos de transmissão, para que outras redes não a comprem, mas não transmite os jogos. Quando transmite uma final de Superliga, quer impor o horário, o local e o formato em jogo único. Sobra a transmissão em TV paga, que restringe muito o acesso do público. Quem se aventura a investir com esse escasso retorno? Nossa CBV entregou a Superliga às baratas. Quando por aqui se discutia a Superliga 2014/15, os dois presidentes estavam na Polônia, tentando promover-se com uma eventual vitória da seleção. É hora de olhar para os clubes, e deixar de apostar todas as fichas na seleção. Se os clubes e as competições nacionais não foram fortalecidos, em breve não teremos mais atletas à altura para compor a seleção. A sombra e o fiasco do futebol ameaça atingir também o voleibol.

      • Claudia

        Absolutamente perfeita a sua colocação.
        Concordo em tudo que vc colocou.
        Nossa seleção é guerreira pq mesmo com tanta gente contra ainda consegue estar entre os maiores sempre.
        Palmas para Bernardo que mesmo com um elenco enxuto tem conseguido operar milagre.

    • manu

      voce sempre fala demais e tem essa mania horrivel de escrever algumas palavras em legras maiúsculas. Mas esta 100% correta.
      É triste demais ver um cara nojento como esse Ary sair vencedor.

    • Gisele

      Enquanto advogado da rede globo gostaria de informar a todos que o volei em rede aberta perde em ibope para o Pica-pau. Fato. Se nós da Globo preferimos transmitir a entrada do time do Goias é porque o mesmo dá maior retorno que todo o voleibol brasileiro do Dr. Bernardo, que quando entregou o jogo no ultimo mundial nao foi chamado de heroi. Desde ja a rede Globo agradece a audiencia e deseja um bom final de domingo a todos os que esperam pelo sucesso desde fenomeno mundial chamado volei.

  • Alex Lima

    A volta da geração prata!!! Parabéns aos meninos que jogaram contra tudo e contra todos, mas… Mais uma vez o Brasil (Bernardinho) levou uma virada tática. Preocupante!!!!

    • Alex Lima

      Sou orgulhoso desse time, mas Bernardinho precisa de novas armas pra sair da prata.

  • marcian

    A despeito de todos os comentários sobre coelhos na cartola, jogadores x que decidiram, ainda acho que não foi isso que fez a Polonia ganhar; mas sobretudo, uma torcida que impulsionou e um BRASIL APÁTICO. Foi impressionante a falta de decisão de nossos jogadores. Marcados e que na hora do “vamo ver”, fazem sempre a mesma coisa: colocam a bola lá pra fora da quadra.
    Outro ponto: bloqueio. O unico set vencido foi o que mais teve bloqueios. Impressionante como os poloneses faziam pontos, ou ignorando o bloqueio brasileiro, ou explorando. Agora, que inversão nula essa desse jogo. Rapha e Vissotto não fizeram nada (com Vissotto sendo alias, um fator negativo, pois levou tocos e errou bolas importantes). Enfim, Polônia com jogo redondinho, torcida fanatica, e Brasil cometendo erros infantis, dá nisso. Vitoria, mas não é nenhum time incrivel. Soube fazer o que é necessario pra vitoria, jogar sem errar.

  • Fiquei chateado com resultado, mas feliz que o título foi para a Polônia, onde o voleibol é o esporte número um. Que outro país colocaria 12 mil pessoas num ginásio, com mais 50 mil pessoas olhando por um telão do lado de fora? O país parou para acompanhar o jogo. Não acompanho o dia a dia do voleibol na Polônia, mas imagino que ele tem muito maior cobertura e visibilidade do que tem por aqui. Aqui a Rede Globo compra os direitos de transmissão, para que outras redes não a comprem, mas não transmite os jogos. Quando transmite uma final de Superliga, quer impor o horário, o local e o formato em jogo único. Sobra a transmissão em TV paga, que restringe muito o acesso do público. Quem se aventura a investir com esse escasso retorno? Nossa CBV entregou a Superliga às baratas. Quando por aqui se discutia a Superliga 2014/15, os dois presidentes estavam na Polônia, tentando promover-se com uma eventual vitória da seleção. É hora de olhar para os clubes, e deixar de apostar todas as fichas na seleção. Se os clubes e as competições nacionais não foram fortalecidos, em breve não teremos mais atletas à altura para compor a seleção. A sombra e o fiasco do futebol ameaça atingir também o voleibol.

    • manu

      sério?? tu ficou feliz?? Não devia. Pois o que o pilantra do Ary graça queria era a Polonia campeã.

  • Luiz Felipe

    Acho que o Bernardinho é um técnico espetacular.
    Quem mais conseguiu chegar a quatro finais de campeonato mundial consecutivas? Eu não consigo pensar em ninguém.
    Ele não tem que provar nada pra ninguém. Mas acredito que ele tem que repensar algumas coisas e refletir porque o BRASIL não consegue mais ganhar títulos importantes.
    Quem acompanha o seu trabalho sabe que ele é um grande estudioso.
    O problema é que os técnicos adversários já sabem disso e literalmente estão escondendo o jogo dele.
    Foi assim em Londres com o Muserskiy e aconteceu novamente no jogo de hoje com a troca dos levantadores.
    A verdade é que o time brasileiro estava preparado para enfrentar a Polônia com o Drzyzga levantando, aí entrou o Zagumny e o Brasil não viu mais a cor da bola.
    A impressão que eu tenho é que o Bernardinho faz um trabalho impecável antes do jogo, só que quando o jogo muda e os jogadores ficam perdidos dentro de quadra, o Bernardo não consegue fazer com que o time assimile nova estratégias táticas.
    Além disso, essa atual geração de jogadores ainda não mostrou a que veio. Pode ser tranquilamente chamada de “o retorno da geração de PRATA”.
    Os jogadores que aí estão só ganharam de relevante o título da copa dos campeões do ano passado e com ressalvas, pois perderam um dos jogos da competição para a RÚSSIA. O que não tira o mérito da conquista, mas é pouco.
    Não sou um dos maiores fãs do BRUNO, mas reconheço que ele evolui a cada temporada, jogou muita bola neste campeonato, mas errou algumas bolas no momento mais importante do 4º set. Ele se impôs como titular e mereceu a tarja de capitão, mas voltou a cometer erros cruciais que de certa forma garantiram a derrota. Levantou duas bolas seguidas pro LUCARELLI no momento mais importante do jogo (Uma ele invadiu e outra ele levou um toco).
    OK que ele é um craque e joga muito e uma infinidade de outros elogios, mas ele é muito jovem e sente a pressão de jogar uma competição tão importante pela primeira vez é até natural. Não sei se foi ele quem pediu bola pra ele ou sei foi o BRUNO que quis repetir pra dar moral, mas na minha opinião faltou sensibilidade ao levantador. Outra bola ele levantou pro ÉDER, foi um vacilo enorme do BRUNO, pois o central reserva ainda estava frio na partida. Eu fiquei me perguntando: como ele levanta uma bola tão importante pra alguém que acabou de entrar no jogo e nem está na pilha do jogo? Acho que ele deveria ter levantado para o WALLACE, pois apesar de também não ser tão seguro assim nas bolas mais importantes (ele também costuma errar algumas), ele era disparado quem mais estava na pilha de ganhar o jogo.

    • Juliano

      Não acho que foi erro. Wallace não tinha virado. Lucarelli tinha levado um toco monstro. Ia forçar no Murilo? Lógico que não.

      Éder, saindo ou não do banco, devia ao menos jogar do outro lado. Não aceito absurdo de toda derrota ser jogada nas costas do Bruno. Aliás, foi o único jogador que deu 100% o jogo inteiro. Sacou melhor que todos os demais.

      Isto de frio é tão relativo. Lipe chega frio toda hora e saca muito bem.

      Antes de começar o jogo, tá todo mundo frio.

      Tem que colocar culpa na planta sim. Treinou com todo mundo, fez uma ótima temporada pelo Cruzeiro. Não tinha que pipocar daquele jeito. Vitimar o Bruno é fácil…

  • perseverant

    Depois dessa final, penso que o Bernardinho, que é um excelente técnico, deveria aproveitar a oportunidade para entregar o cargo de técnico da seleção. Afinal, se ele tiver hombridade, não ficará em um time em que o patrão-mor é o Ary Graça. Aliás, viram como o Ary entrou em êxtase com a derrota do Brasil e a vitória da Polônia. É um VENDIDO em todos os sentidos.

    Para novo técnico do Brasil eu colocaria o Blogueiro Rancoroso (o maior inimigo do volei brasileiro), não vou falar o nome dele aqui, doravante, vai ser o eterno Blogueiro Rancoroso e Invejoso.

    E depois dessa mudança, só caberia ao Bernardinho ficar em sua casa vendo se ele faz melhor do que você fez durante todos esses anos.

  • César Castro

    Olá moçada e Daniel, boa noite

    Mais uma prata, né?
    Fica sempre aquele gostinho de quero mais, mas tô muito satisfeito sim.
    Se a derrota nos rouba uma marca histórica desse Brasil maravilhoso, a regularidade do nosso time é uma coisa espetacular, quem sabe não será em Rio 2016?
    Algumas coisas me chamaram negativamente a atenção:
    * A estratégia de saque não funcionou a partir do 2º set, a virada de bola polonesa não foi pressionada;
    * O Brasil só tem 3 ponteiros, definitivamente;
    * Que é isso de se preocupar com o Bruno Voloch? Aquele lixo não representa nada.

    A verdade incontestável é que a Polônia jogou melhor do que o Brasil e ganhou. Simples, assim.

    Seleção, obrigado por mais esse pódio!

  • faltou banco banco a seleção um cara do nivel do dante não podia ficar fora do mundial

  • Fernando Teixiera

    Sinceramente só tenho uma coisa a dizer. Com Mário Jr não dá mais!
    A era desse líbero tem que chegar a um fim , que seja, nesse mundial. As seleções que jogam com o Brasil , já perceberam o elo fraco , principalmente no saque flutuante.
    Claro que o saque do Brasil não funcionou, que jogadores regulares como Lucarelli , Lucão e sidão estiveram bem abaixo de seus jogos que falta um pouco de lucidez ao nosso levantador nos momentos de decisão no final dos sets, principalmente de investir mais em quem está virando as bolas , mas para mim Mario é uma brincadeira de mau gosto como líbero e foi o maior responsável pela derrota.

  • manu

    Daniel você podia dar espaço para o Bernardo falar. Já que o SPORTV não quer falar do assunto. E os outros foram para lá as custas da FIVB e vão fingir que o Bernardo é louco com mania de perseguição.
    Você é um jornalista de verdade e acho que podia fazer esse favor ou volei do Brasil.

    • Claudia

      Concordo…
      Daniel vc e sua coluna que não tem rabo preso com ninguém e são super coerentes sempre poderiam dar espaço para Bernardo falar a vontade.

      • Daniel Bortoletto

        Ele não fala com o LANCE!

        • logan

          O Berna é o rei no mimimi!

        • manu

          Sério Daniel?? que pena porque você é o único comentárista que não é vendido por pouca coisa e não tem problema pessoa com ninguem.

  • J.J

    Terceira final seguida que a seleção não ganha. Olimpíada perdida para Rússia. Liga Mundial perdida para os EUA. Mundial perdido para Polônia.

    A realidade que a atual geração é apenas boa. A seleção nos últimos 10 anos, teve jogadores espetaculares. Giga, Ricardinho, Nalbert, Gustavo, Andre Nascimento, André Heller, entre outros dessa geração.

    Uma corneta…Bruninho desde que entrou não ganhou nada de relevante. Pé frio danado! heheheh

    • Andre

      Bruno ganhou de titular o campeonato mundial do 2010.

      • J.J

        Verdade!

  • Luiz

    Uma coisa que fica pra mim é a frase do Lucareli no final: “Agora é voltar para o meu clube e fazer por merecer novamente a convocação”. É exatamente isto. Humildade é tudo. Fico PASMO como alguns jogadores da seleção sempre sabem que serão convocados – jogando bem ou não. Bernardinho que é sempre tão “coerente” com seu trabalho não vê que colocou alguns jogadores numa zona de conforto perigosa, principalmente seu filho. Revejam os jogos da seleção nos últimos cinco jogos, contando com o de hoje: sempre que o Bruno errava, o Bernardo dizia que a bola tava boa, e que estava tudo bem, mas com Wallace, Murilo até mesmo com Lucareli era só agressividade. Acho que o foco do técnico mudou. Não da mais pra saber se ele luta mesmo pela seleção ou por glórias pessoais. Mas, o que esperar de um técnico que ao perder uma final olímpica diz que perder não era tão ruim assim, mas sim ver o filho chorando por que não venceu… ou seja, pra vocês que torcem para esta seleção de maruricinhos… vocês estão FUD……S, porque o Bernardo pensa primeiro no filho dele e depois na seleção.

    seguindo o pensamento de Lucareli que disse que teria de merecer uma nova convocação, o próximo levantador a ser testado deveria ser o William, ainda restam dois anos antes de 2016, e não me venham com esta de que ele é baixinho, já que estamos perdendo TUDO, não custaria nada deixar ele jogar uma liga mundial inteira, só pra ver no que daria, vencendo ou perdendo. Fofão é baixinha e o nojento do Zé Roberto preparou o time de 2008 para jogar a favor dela. Se é por merecimento, quem merece é o William. três vezes consecutivas considerado melhor levantador do Brasil, ou será que se esqueceram que quando o Bruninho foi convocado no lugar de Ricardinho a justificativa foi exatamente sua performance na superliga, onde foi “considerado ham-ham!!!!!” três vezes consecutivas o melhor levantador da superliga, mas parece que esta justificativa não serve para o William – que é um cara que eu DETESTO, mas tenho que admitir que ele merece estar lá.

    • Billy

      Nossa Luiz finalmente você escreveu alguma coisa que preste sobre vôlei(embora eu não concorde com algumas observações suas,pois te acho tapado mesmo) Gozado-você também DETESTA o William.Já parou prá pensar se existe alguém que gosta de você? Te garanto que não existe mesmo.Tchauzinho ämiga¨(que pensa que é uma cobra,coitada…só rindo mesmo de um boboca feito você que é um nada mesmo.) Tchauzinho amiga.Estou na Itália em um hotel chique demais-5 estrelas e hospedado numa suíte presidencial.Ai! se inveja matasse……

      • Luiz

        Querida, tenho MUITOS que me amam, mas o que me dá mais prazer é saber que você é uma destas pessoas, pois segue TUDO que eu digo. Eu te incomodo e isso já virou amor. Cuidado. Beijos mortais em você.

    • Andre

      William foi convocado ano passado porque o Rapha machucou…entrou muitas vez e nao vi nada demais dele na selecao. Muito oba oba (e como o Rapha ) no momento de verdade e em jogos fracos fizeram NADA. Alias o Bruno, gostando ou nao , è o que temos de melhor hoje.

      • Luiz

        Convocado pra fazer inversão? Leia novamente o que eu escrevi. Estou dizendo pra arriscar uma liga mundial. Não convocar mesmo o Bruno, e deixar o William jogar solto, a liga inteira, vencendo ou perdendo. Usar mesmo a próxima liga mundial. Esta é a hora de mudar alguma coisa.

        • Andre

          Mudar alguma coisa sim, mas Bruno hoje é o melhor levantador brasileiro. Fato. (Rapha nao jogou na inversao jogou jogos inteiros e muito mal por sinal….William fez sets inteiros e sem brillho…ele deveria jogar solto sem Bruno? E porque? Nao tem capacidade de jogar com a sombra dele ? Nao…simplismente porque Bruno è melhor.)

          • Luiz

            Não. Simplesmente porque todos os levantadores sabem que dois erros e já entra o Bruno. Bernardinho está atrasando a evolução da posição. Dizem que hoje em dia a coisa mais difícil de encontrar é um menino da base que queira ser levantador. Fora Bruno!

          • Alex

            Ridiculo comentario Luiz. Benardinho nao esta atrasando nada é suficiente olhar a superliga para ver que Bruno é o melhor hoje. Voce nao gosta porque é doente para Ricardo e entendo. Mas Bruno é sim o melhor e seria titular com qualquer treinador.

  • Guilherme

    Cansei de ver o Mário Jr errar o passe. O Bruninho também “entregou” o jogo nos últimos pontos pelo desespero em levantar para o Lucarelli, que estava sem moral, e para o Éder que estava frio e com pouco entrosamento. A bola TINHA que ser para o Wallace, o que estava melhor atacando e ainda na rede e com bloqueio simples.

  • Mário

    Vitória incontestável da Polônia. Lamento o resultado, pois sou fã de Bernadinho, mas espero que sirva, mais uma vez, pra ponderarem sobre a falta de ponteiros decisivos, fortes de ataque, que botem bola no chão. Hoje, como os meios não renderam, Lucarelli e Walace ficaram sobrecarregados, de nada adiantou ter dois líberos. Se é pensamento atrasado, defasado, defender que pontas devem ser, acima de tudo, atacantes, os resultados dos mais importantes eventos mundiais têm mostrado, há bastante tempo, que ser “moderninho”, falar em jogadores de composição, pode ser bonitinho, mas apenas nas escritas dos teóricos e pseudos-intelectuais deste esporte.

  • Edu

    No futebol se popularizou a expressão nô tático.Foi exatamente o sofrido pelo Brasil, em especial o Bernardo, na entrada do Zagumny e na redistribuição daquilo que estava exaustivamente treinado pela equipe brasileira. Sim houve algumas entregadas do Mario Jr. Jogador que parece disperso nas pedidas de tempo e se conduz regularmente de cabeça baixa expirando falta de confiança e de atitude.Como faltou a devida competência ao outro libero Felipe em fazer o que lhe era requerido: defender algo.Bruninho confirma a perversa escrita de jamais ser campeão mundial ou olímpico desde que assumiu a titularidade e capitania do selecionado.Os poloneses com justiça se superaram e mostraram em quadra as reais condições exercer o título de campeões mundias.No ciclo de Londres vinham credenciados como uma das quatro maiores forças do vólei mundial naquele momento ao lado da Russia, Brasil e USA e na baila de uma campanha impecável na Liga Mundial.Esse título também coroa uma homenagem a geração polonesa dos anos setenta detentora dos títulos mundial e olímpico que implementaram a aceleração do jogo ofensivo e a postura mais assertiva do saque no vólei moderno.Armas táticas inovadoras utilizadas por jogadores de estatura menor e mais deficientes fisicamente em contraposição a extrema força física e aplicação tática da então URSS com todas as suas republicas engajadas e potencia dominante do voleibol mundial.A lamentar, mais uma vez, a postura questionável do Bernardo que transborda no conhecimento técnico em conduzir equipes vencedoras como uma absoluta ausência de ombridade e principalmente coragem ao proferir os pesados palavrões a árbitros e delegados do jogo numa linguagem diferente do domínio daqueles estrangeiros.Na minha opinião uma atitude no minimo sorrateira e de questionável caráter. Há tempos, e fui reforçado pelas opiniões do Doug Beal, um ciclo de treinador não pode ultrapassar cinco anos.A seleção brasileira se perdeu , em certas ocasiões, pela situação de desgaste natural na relação entre os jogadores e a comissão técnica.Implodindo de vez com a cizânia declarada entre o Bernardo e filho com a FIVB(na pessoa do sr.Ari Graça que deve ainda explicações mais precisas e claras de como foi a natureza de sua gestão a frente da CBV).Quanto a alegação que a aquele blogueiro foi um agente sabotador foi risível. Seria mais pertinente dizer que ele estava desfrutando de uma boca livre às custas da FIVB e que suas opiniões, em razão disso, devem sofrer severas suspeições em sua credibilidade.Vida que segue.

    • Rodrigo

      Filho Bruninho w campeão mundial 2010 kkkk.

      • Edu

        Escrevi que Bruninho confirma “a escrita perversa jamais sendo campeão mundial ou olímpico como titular e exercendo a função de capitão”.Em 2010, ele não exercia nenhuma dessas funções absolutas naquela equipe e campanha.

        • Fabio

          Bruno foi titular…capitao ou nao nao significa nada.

    • Edu

      Eu coloquei a afirmação referente ao Bruninho atuando como titular absoluto nas campanhas maiores(mundial e olimpíada).Em 2010 , o Marlon tinha maior precedência naquela equipe até certo ponto e cedeu espaço ao Bruno no transcurso da competição.Inclusive tenho certa reserva ao comportamento ético completamente desnecessário do próprio Marlon o único jogador da seleção até hoje que fez uma acusação direta de favorecimento da condição pai e filho. Não discuto que na nossa realidade interna atual o Bruninho é o melhor levantador brasileiro em atividade.Um obstinado como o pai, que vi jogar e era inferior ao filho e que compensa as suas inferioridades na comparação da tríade Willian,Mauricio e Ricardinho com melhor preparo físico e mais dedicação em quadra em detrimento a uma técnica e leitura de jogo menor.

  • Leo

    Parabéns ao Brasil sim. Uma pena que não continuou na mesma pegada do 1 set. Nalbert disse que os grandes jogadores aparecem em jogos decisivos, Mika mostrou isso hoje. Impressionante como esse rapaz jogou. Lucarelli pecou no final, é verdade, mas credito a perda do 4 set ao Bruno. Wallace era o jogador da decisão, estava virando bolas incríveis e o Bruno o esqueceu no fim do 4 set com bolas pra Eder e Lucarelli, este ainda sente os momentos finais, mas acredito que evoluirá nesse aspecto. Mas parabens ao Brasil por mais esse pódio.
    É lindo ver o povo polonês torcer. Que paixão pelo vôlei. Impressionei-me com a fan fest fora do ginásio. Isso sim que é valorizar o vôlei. Parabens, Polonia. O titulo consagrou sua maravilhosa torcida.
    Daniel, desculpa a insistência (kkkkkk), mas as outras emissoras vão transmitir o vôlei em razao do rompimento de exclusividade CBV e Globo?

  • BErnardinho perdeu a mão

    Que há um complô da Globo/sportv para acabar com o vôlei no Brasil isso está na cara. Que a Fivb que agora esta sendo presidida por um brasileiro corrupto e mercenario fez de tudo pra beneficiar o time anfitrião isso ta claro tb. Mas algumas observações não podemos deixar de notar: 1) Bernardinho que é um técnico cerebral perdeu a mão com a seleção. Hoje ele tomou mais um nó tático do técnico polonês assim como tomou do Vladimir alenco em londres, do técnico americano na final da liga mundial desse ano e agora do técnico polonês; 2) Pos Londres ele não fez a renovação em várias posições: por que vissoto, mario junior, sidao estao ainda na selecao? Olha a idade deles; 3) por que insistir com o rafa já em final de carreira? 4) pra que insistir com murilo como ponteiro? Ele deveria ser efetivado como líbero. Murilo acabou para o vôlei como atacante e sacador. 5) pra que levar Renan se nem deu oportunidade pra jogar? 6) pra que levar gustavao na liga mundial se nem deu oportunidade? 7) pra que cortar isac se nem deu oportunidade pra renan como central? 7) por que não promoveu mudancas hoje como fez o técnico polonês na hora certa? 8) por que não fez mudancas certas na final olimpica? 9) por que o seu filho que e um grande levantador não pode ter um levandor pra brigar com ele pela posição de titular? 10) por que a cbv não troca de técnico? 11) por que bernardinho não vai pra Europa pra ser técnico e ver nossos rivais de perto?

    • manu

      Cara, vai colocar quem. Quem no Brasil mais novo que o Bruno pode estar ali no lugar do Rapha? Rapha é um jogador extremamente vitorioso. Vocês falam como se no Brasil estivesse sobrando de talento. Já viu nossa superliga?? é uma enxurrada de caras com mais de 30.
      Concordo que Vissoto ja era, mas daí, vem quem?? vale lembrar a cambada de gente achando ruim do Renan ter sido convocado para o mundial. O Brasil não tem categoria de base. E o time principal é competitivo graças a genialidade do Bernardinho. Senão teria os mesmos resultados das categorias de base. Fiasco atrás de fiasco.

    • Andre

      Rapha nao è isso tudo (e nem o William por sinal) mas nao temos um levantador jovem para brigar com Bruno nao. Infelizmente.

  • Fim do jogo é uma cena de arrepiar com a torcida polonesa TODOS na mesma torcida com a paixão a flor da pele assim como a copa a 2 meses atrás aqui no brasil pude perceber que realmente a polonia ajudada ou não de alguma maneira fez sim seu dever de casa e mereceu essa conquista tão almejada já voltando ao jogo os brasileiros começaram a mil por hora com bloqueios e defesas mortais lucarelli sendo o homem da bola de segurança com um saque pra fora do polonês parecia que ia ser mas um 3×0 assim como em 2006!!mas como nem tudo são flores e nem as equipes eram as mesmas o brasil parou e a polonia deu as caras no jogo trocou o levantador que parou de abusar do seu oposto numa tarde não tão feliz e botou o seu ponteiro novo ainda com 23 anos para ser o cara das bolas e o brasil não achou mais um meio para para-lo assim como em Londres tomou uma virada em um nó tático na comissão que hoje ao meu ver tinha que ter aquele algo mais,mais me esqueci que o passar do tempo também passou pra nossa seleção pois temos um grupo que briga e esforçada mais já esta aos poucos se acostumando a levar os vices(pratas)dos campeonatos o que não deixa de ser bom pois estar no pódio a tanto tempo e pra poucos mais aí esta o perigo na cabeça dos jogadores estão vindo a síndrome do vice quando o jogo é jogado e muito parelho não conseguem ter cabeça pra ter lucidez nos fins do jogo vide o bruno é começam a errar nós jogos do rio 2016 essa paciência será vital se quiser tirar essa síndrome!!

  • parabéns ao Brasil pois foi melhor que os seus concorrentes Rússia e Eua mais precisar trabalhar o psicológico nos fins do campeonato se quiser levar o ouro nos jogos do rio nessa final a polonia foi crescendo de acordo com o seu ponteiro mika e o seu levantador experiente que botou ele pra jogar e desafogou o wlasy que não estava muito bom nesta tarde mais cresceu como um todo e a nossa comissão levou um nó tático mais uma vez como em Londres sem alternativas pra sair e o bruno nas horas H forçando com quem não era pra receber precisa amadurecer e ser mais lucido nos momentos chaves pois como já disse os brasileiros não gostam ou sente confortáveis com partidas equilibradas algo normalmente que os americanos sacaram e usam muito bem mais num todo valeu brasil..

  • Luiz

    E o Lucareli, meu Deus? Depois me criticam porque eu o chamo de arregão. Mas, como pode? Acho errado esta coisa de falar pra ele sempre ir na pancada. Por isso nos momentos mais importantes ele leva toco. Na final da Liga mundial e na final de hoje ele tomou toco no ponto que seria empate, a mesmíssima situação. Jovens como Sander (EUA) e Mika (Polônia) mostram mais categoria. Não é vergonha nenhum ver e aprender. Ele está sendo mal orientado. Não é porque ele é o ponteiro de força que ele tem que dar pancada o tempo todo.

    E outra coisa, a Supervalorização do Murinlo no passe. Acho besteira. Tem que ter é ponteiro virador de bola. Mari e Paula jogaram um olimpíada inteira sem passe, uma consertando o erro de passe da outra, sempre virando bolas altas e difíceis. Falta isso no masculino, já que não temos mais a velocidade de Ricardinho e André Nascimento.

    • Mário

      Cara, até que enfim alguém lúcido. Não aguento mais essa gente aí botando Murilo e a mulher dele em pedestal, como os estupendos, magníficos, insubstituíveis para as seleções brasileiras, porque são jogadores de “composição”. Ah, vá! Quero ver ponteiros botando bola no chão. Como fez Mika, como fizeram Mari e Paula, como faz Leal! Aí, sim, dá gosto ver vòlei!!!

  • Roberto

    Bernardo devia seguir o exemplo do nosso técnico tri-campeão olímpico e ir para a Europa estudar nossos adversários, hoje foi só mais uma final em que o adversário mexe uma peça e dá um nó no Brasil.

  • Mari

    Uma coisa é fato: Mario Jr. nunca mais!! Se for pra fazer uma renovação agora, chega de Vissoto, Rapha, Lipe, Sidão, Eder e Murilo. Murilo é talentoso pacas, mas se não for mais atacar como antes não dá mais pra continuar na seleção. Tá na hora do Bernardo largar de ser medroso e investir mais no Lucas Loh, Maurício, e Renan de reserva do Wallace. Vão perder? Sim…mas em algum momento vão ganhar. Outra pq não levou o Isac, o moleque tem muito mais personalidade que o Eder e tem um saque super poderoso. De reserva do Bruno, já está na hora de investir de verdade no Murilo Radke, chega de Raphael e William… chamaria o Serginho pra treinar os líberos. E investir pesado na naturalização do Leal, não pode deixar o Ary Desgraça decidir, se Travica, Muserkiye, Grozer e tantos outros podem ser naturalizados, pq com relação ao Brasil o Leal não pôde? Há algo de podre no reino da Dinamarca. Com relação a Polônia parabéns pelo titulo, hj eles ganharam na bola, eles absorveram a derrota no 1 set e conseguiram jogar nos erros do Brasil que a partir do 2 set ficou completamente irreconhecível. Com erros ridículos de saque, de passe e se deixando explorar no bloqueio. Por incrível que pareça na passagem de rede com o Murilo e o Lucão, o Murilo virou mais bolas que o primeiro, e com todas as limitações que tem. O Lucarelli ainda é muito irregular em grandes jogos, se perde muito e desconcentra com uma facilidade inacreditável. O Bruno tem q parar com essa mania de repetir bola pra atacante q não está virando, todo o MUNDO sabe q ele faz isso e ele continua fazendo. O Lipe não tem sensibilidade no saque, faz um maravilhoso, ai o técnico adversário para o jogo e vc pensa, “mete um saque chapado, ai Lipe”, ele vai lá e dá um avião, assim não dá, né?
    PS: o Bruninho desde q virou capitão da seleção não ganhou mais nada, tadinho…rs

  • Juliano

    A estratégia do saque flutuante não era de todo absurdo. A Polônia quinou durante a competição inteira com este saque flutuante. Quase até perdeu para a Alemanha, se esta não tivesse sido roubada na semi. Durante a Liga Mundial, por exemplo, Lucão fez quase um set só no flutuante tosco dele.

    Infelizmente, no dia de hoje, eles estavam bem no passe. Incrível. Daí, pegaram o Mário Jr e acabou tudo. A França entregou o ouro para a Polônia. No jogo, todos viram que Mário estava inseguro. Foi o alvo dos franceses. Daí, não teve jeito, Polônia também focou nele.

    Apesar de querer o ouro (óbvio), não vejo tão absurdo a prata. Ela é essencial para mostrar que falta algo mais ainda nesta seleção. O algo mais é volume, defesa e qualidade de recepção.

    O que falta também para esta seleção é colocar o banco para jogar. Fazer que nem a Rússia no feminino. Nestas competições anuais, colocar os jogadores para pegar experiência internacional. Colocar Isac, Murilo (levantador), Bruno Canuto (precisamos de um bom passador jovem), Felipe (ou outro líbero) e outros para jogar.

    Éder cagou na final, mas não é qualquer jogador. Bruno não errou ao levantar bola para o Éder. O cara já tinha sacado muito bem. Um dos saques dele acabou dando ponto de bloqueio para a gente. Fez uma ótima temporada pelo Cruzeiro, campeão da Superliga. Frio todo jogador entra. Mas entrou para jogar, fazer a diferença. Outra coisa, é tática vc levantar bola para quem não recebeu ainda, para surpreender o bloqueio. O passe tava na mão, a jogada era rápida, era essencial o meio. Se Éder não virou a culpa não é do levantador. Até porque, antes disto, Wallace e Lucarelli não tinham virado. Não tinha como arriscar meio fundo com Murilo, por razões óbvias. Que coisa, este povo só gosta de criticar o filho do treinador.

    Aliás, foi o dito cujo que melhor sacou no jogo. Ele foi campeão mundial em 2010, com muito menos experiência. E sempre tem aquele para falar, “ah, mas tinha Giba, Dante etc.”… Se o que fez a diferença foram eles, então com certeza o problema nunca foi o levantador. Bruno fez o que pôde, até arriscou bolas de segunda para agitar o time. Todos viram, no tempo em que o Rapha assumiu, que o jogo não melhorou.

    Saldo positivo da competição: Lucarelli, Bruno e Wallace. Wallace pode ter errado algumas bolas, mas virou algumas que muitos não virariam (é de vc Vissotoco e afins que estou falando). Errou a bola mais importante do segundo set, mas tinha mais jogo. Lucarelli, o mais jovem, jogou muito a competição inteira. Começou bem, segurou, na medida do possível o passe, mas ainda é verde. Ou seja, vai melhorar muito ainda. Bruno se consolidou de vez nesta seleção. Em ótima fase, fez até o impossível. Teve que jogar lesionado, porque Rapha comprometeu, tornou-se um ótimo sacador de viagem e melhorou muito a falha grande que ele tinha nas pontas. Para mim, são a base da renovação. Devem vir outros para fechar o grupo (Bruno Canuto, Isac, Murilo levantador etc.).

    Uma coisa é fato. Em todas as finais deste ano os centrais sumiram e não chamaram a responsabilidade. Na Liga Mundial contra os norte-americanos, o Lucão sofreu bloqueio até com uma mão. No mundial, Sidão não bloqueou. Lucão até hoje não recuperou o saque. E olha que ele é capaz de fazer quase um set só com o saque.

    Fica todo mundo falando de Bruno, de Lucarelli e de Wallace, e não percebem até agora que o meio sempre pipoca. A falta de passe não é nem desculpa para estes centrais, que viram com passe B. Lucão, então, até com C é capaz de virar.

    Ano que vem tem mais. E espero que os jogadores sigam as instruções de Lucarelli. Voltar ao clube, fazer uma boa superliga para merecer a convocação. Ano que vem tem Copa do Mundo.

    Quanto a nós, cabe-nos concentrar toda torcida pelas meninas. Uma coisa é fato. Os meninos e as meninas estão igual a 2008. Os meninos ficaram com prata na Liga Mundial e Olimpíadas; as meninas, ouro no Grand Prix e Olimpíadas. As meninas já ganharam o Grand Prix, agora falta o mundial. Observação de mundial. Neste ano, acabou a hegemonia masculina. Então, torçamos para a hegemonia feminina também acabar, e que seja o Brasil agora. Tudo conspirando a favor.

  • ana maria

    Gostei muito de seu comentário, Daniel. Simples assim, quem errou menos, controlou-se mais…ganhou. Parabéns pelo belo jogo.
    Quanto à seleção brasileira, é pouco estar nas pontas há tanto tempo?
    Meu Deus! Os meninos são muito bons. Não ganhar é consequência e ali poderia ser um ou outro.
    Há o direito de manifestar-se julgando o desempenho dos jogadores mas…cuidado não vamos acabar com eles.

  • Valdir

    A Polônia ganhou na bola. Mas não dá para ignorar as sacanagens que a FIVB fez ao longo do campeonato. Lamentável.

    Espero que tenha sido a última competição de Mario Jr, Vissoto, Sidão pela seleção. Não dá mais para esses caras, tem que trazer gente nova, são 2 anos até as olimpíadas e dá pro Bernardo lapidar alguém razoável que já vai ser melhor que eles.

    Não acho que Bruno errou no último set… olha a sequência de pontos:

    Bruno defende, Murilo ERRA o levantamento, a bola vai pra fora da linha dos 3, Wallace em vez de passar, dá uma paulada e ERRA.

    Na bola seguinte, botou pro Lucarelli que invadiu.

    Na seguinte, foi no Lucarelli de novo e ele tomou um toco.

    Na seguinte, passe A, tentou usar o meio que ERROU.

    As 3 opções de ataque dele erraram 4 ataques seguidos, isso tira a confiança de qualquer levantador.

    E a Polônia ganhou pq Mario Jr. mais uma vez não passou nada. Os melhores passes dele eram na linha dos 3, fora os canos. Assim não dá. Antigá botou o o Kubiak uma hora só pra passar um saque flutuante de toque, não entendo pq os brasileiros não entram de toque no flutuante, ainda mais do Novakovski, saque lento que só. Entra de toque e pronto.
    Enfim, esse time tá fazendo uma coleção mágica de vices…
    Liga 2011, 2013 e 2014.
    Londres 2012
    Polônia 2014

    Os 3 vices pra Russia eu até relevo, mas a liga e mundial desse ano contra EUA e Polônia eram MUITO ganháveis.

  • Alex Lima

    Mario Jr não está dando certo como libero… Chama a Sandra Voloch e tira da aposentadoria. Kkkk

  • Alex Lima

    Mario Jr. erra e Sandra Voloch é chamada da aposentadoria pra ser o novo líbero da seleção!!!

    • Roberto

      Cara, só assim, te garanto que ia acabar com as críticas descabidas ao berna por parte do Nelson Rubens do vôlei, iria ser só elogios.

MaisRecentes

O novo conceito da FIVB para 2018



Continue Lendo

Apenas Lebes/Canoas faz o dever de casa na rodada



Continue Lendo

Um líder por pontos ganhos. Outro por pontos perdidos



Continue Lendo