O melhor momento do Sesi e a briga pelo terceiro lugar



O início foi cambaleante, a recuperação foi lenta, os altos e baixos ainda existem, mas o último jogo foi animador para a torcida do Sesi.

O time comandado por Talmo não deu chances para a sensação Banana Boat/Praia Clube, vencendo por incontestáveis 3 a 0, parciais de 25-16, 25-19 e 25-22.

O resultado deixa o Sesi com 24 pontos, quatro atrás do rival de ontem. Ou seja: a briga pelo terceiro lugar, posição bem favorável para os playoffs, está aberta. Vale lembrar que o terceiro cruza com o sexto colocado nas quartas de final, provavelmente a Usiminas/Minas, enquanto o confronto o quarto jogará contra o quinto, atualmente o Vôlei Amil.

O Sesi teve uma atuação quase perfeita contra as mineiras.  O bloqueio me chamou muito a atenção e deixou claro que as variações táticas que Spencer Lee adora usar nos jogos foram estudadas e neutralizadas por Talmo. A central Bia marcou DEZ pontos no block, número fantástico para um jogo de três sets, ainda mais sem parciais longas. Como comparação, a bicampeã olímpica Fabiana fez apenas três. Gostei também da distribuição de Dani Lins, segura em quase todo o jogo. Elisangela e Tandara, com 13 pontos cada, lideraram o Sesi.

Para quem dizia que o Praia não sentiria a falta de Herrera, o jogo de ontem serviu como ótimo parâmetro. Faltou uma definidora para as jogadas, alguém que transmitisse segurança total para as levantadoras Juliana Carrijo e Camila Adão.

A próxima rodada pode ser decisiva para o Sesi arrancar de vez na competição. Em Campinas, na sexta, vai enfrentar a equipe de José Roberto Guimarães, que soma 23 pontos e também vê o terceiro lugar como meta viável. Quem vencer o jogo (por 3 a 0 ou 3 a 1), tem boa chance de arrancar rumo ao top 3.



MaisRecentes

Vaivém: “Livre”, Thaisa seguirá atuando no Brasil



Continue Lendo

Jaqueline chega ao Japão para substituir Drussyla



Continue Lendo

Vaivém: Abouba espera aproveitar chance da vida no EMS/Taubaté



Continue Lendo