O Fla no vôlei



Reproduzo aqui a principal nota da Coluna De Prima, do LANCE!, assinada por Fábio Suzuki:

“Após ser campeão mundial de basquete ao superar a equipe do Maccabi Telaviv, de Israel, no final do ano passado, o Flamengo trabalha agora para também entrar forte em outra modalidade olímpica, o vôlei. O clube carioca negocia junto à CBV sua entrada na Superliga masculina de vôlei, que pode ser realizada por meio de uma parceria com a equipe da UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora). Segundo a assessoria do Flamengo, as negociações com a CBV estão em andamento.”

Meu comentário sobre isso: o Flamengo profissionalizou seu departamento de esportes olímpicos e, antes de investir, transformou esportes em autossuficientes. Não faz loucuras financeiras, como cansou de fazer em um passado recente, inclusive no vôlei (não vou entrar aqui na discussão mais ampla do saneamento geral das dívidas do clube, a maior parte vinda do futebol).

Conhecendo alguns dos executivos que estão à frente dos esportes olímpicos, acredito que este projeto possa sair do papel e ter vida longa.



  • Alan

    Bom saber que mais clubes de futebol estão planejando se engajar no vôlei com projetos sérios e independentes.
    No futebol, sou Flamengo desde sempre. No entanto, no vôlei, nada muda minha torcida pro Sada Cruzeiro!!!!
    Ainda estou aguardando suas novidades sobre o Osasco, Daniel! rsrsrs

    • Jorge

      Também estou esperando, Alan!!! Será que vem Hooker por aí??? rsrs

      • Alan

        Se não vier uma oposto de fora, estamos, novamente, fadados ao fracasso nessa temporada. Com Luizomar no comando e Ivna de definidora, estamos perdidos.

  • giorgio

    Bom dia Daniel!

    Além do kachel libero, podem ir para o montes claros mais 3 jogadores?

    e o Pv vai embora mesmo?

  • Ric Maumau

    Flamengo é Flamengo e vasco é sanitário

    • Afonso RJ

      Tá vendo? É por isso que sou contra clubes de futebol no vôlei. Nem bem foi efetivada e já começou a baixaria.

      • Jairo(RJ)

        Grande Afonso, estava sumido!?
        As vezes acontece, mas nem sempre é assim… Nesse momento, o Vasco está no centro das atenções deo vôlei, basquete, no trabalho, no transporte público. Sou Flamengo, mas nesse momento tenho que entender que o Vasco é o campeão!

        Você lembra da final entre Flamengo e Vasco na final do vôlei no Maracanãzinho? Eram dois clubes. Foi baixaria? Eu estava lá e não vi mais que a zoação de sempre…

        • Afonso RJ

          Grande XaráDoMeuPai…
          Acho que sou um dos frequentadores mais antigos desse ótimo blog, e estou sempre por aqui lendo e acompanhando posts e comentários. Mas o nível tem sido tão bom, que me sinto com pouco a acrescentar (e confesso, também um pouco por preguiça 🙂 ). Por isso “parece” que estou sumido. Mais uma vez parabéns a todos e especialmente ao Daniel.
          Quanto aos torcedores de futebol, claro que há inúmeros que assim como você sabem tando perder, como vencer com elegância. Mas são excessão, e não a regra. E a “zoação de sempre” para mim não é nada mais nada menos do que tripudiar encima de quem perde, e por isso mesmo de certo modo se encontra fragilizado. Para mim é como chutar cachorro morto. Uma tremenda covardia, uma enorme falta de educação e espírito esportivo. Para mim é um comportamento execrável. É como eu sempre digo: Muitas vezes é mais difícil saber ganhar do que saber perder.
          E na época do FlaxVasco no Maracanãzinho estava fora e por isso mesmo meio afastado do vôlei. Infelizmente não tive a oportunidade de acompanhar.
          Abraço fraterno

  • véio do volei

    Cara, que boa notícia! Não gosto do flamengo (futebol), mas o Rio precisa de um time masculino de voleibol. SOmos apaixonados pelo esporte e sei que logo aparecerá um bom financiador para o esporte.

  • Euripedes Jr.

    Essa parceria tem que ser com alguma equipe de massa , no UFJF cabe só 800 torcedores

  • Rodrigo Gama

    Desde que seja auto sustentável como o basquete, sem problemas.

  • klaus

    Parece que depois do abismo que o vôlei brasileiro passou nesses últimos meses estou vendo coisas boas surgindo.Clubes investindo em jogadores mais jovens e não fazendo loucuras em contratações.Ótima notícia.Daniel, existe a possibilidade do time feminino também, por que li num site sobre isso também.

  • Boa iniciativa. Depois de Sada Cruzeiro com um projeto consolidado e o São Paulo/Funvic querendo entrar na onda, seria ótimo vermos o Flamengo de volta ao esporte mais vitorioso do país.

    Mudando um pouco de assunto, Daniel, você sabe se o elenco do Camponesa/Minas está fechado ou se mais jogadoras estão sendo sondadas? Porque me parece ser apenas mais um time na Superliga, sem condições de brigar por títulos.

  • Aline

    Como tem flamenguista em Juiz de Fora, não é à toa que a equipe de futebol às vezes joga lá. essa parceria pode dar um empurraozinho no volei da UFJF.
    Pora falar em BOAS PARCERIAS, a notícia que está bombando no vôlei internacional é a parceria entre americanos e coreanos. Trata-se de um ACORDO COMERCIAL onde rola dinheiro. É o capitalismo: quem manda é a grana!
    1. Os EUA não tem uma LIGA PROFISSIONAL DE VÔLEI, somente VÔLEI UNIVERSITÁRIO.
    2. Após se formarem na Universidade, as jogadoras jovens americanas com “potencial de seleção” farão um tipo de RESIDÊNCIA na LIGA PROFISSIONAL COREANA, da mesma forma que médicos recém-formados fazem residência em um hospital.
    3. Para os coreanos é interessante, pois eles geralmente contratam jogadoras altas e fortes para levaram o time nas costas. Vai sair muito mais barato para eles contratarem essas jovens americanas saídas da Universidade do que Joycinha,Hooker, Fawcett que serão dispensadas,por exemplo.
    Foi montado um ¨DRAFT” no estilo NBA, mas como nos EUA não tem time profissional, as jovens jogarão nos times profissionais coreanos, que poderão contratar apenas uma jogadora yankee, com até 25 anos e menos de 3 anos de experiência no voleibol internacional. As 6 jogadoras foram escolhidas por uma comissão da KOVO(confederação coreana de volei).
    O último colocado da temporada 14/15 teve prioridade na escolha das jogadoras e depois veio o quinto, o quarto, até chegar no primeiro colocado. As jogadoras foram escolhidas durante a apresentação.A iniciativa da confederação visa incentivar o voleibol na Coréia e tornar a liga menos dependente de uma só jogadora e mais barata para os times. Além de dar rodagem aos novos talentos para a seleção dos EUA.
    As 6 escolhidas para jogar o coreano na próxima temporada:
    KGC – Hayley Spelman: 24 anos, oposta, 2,02m. Cria da Universidade de Stanford.
    GS Caltex – Katherine Bell: 22 anos, central, 1.85m. Jogou pela Universidade do Texas.
    Heungkuk – Taylor Simpson: 21 anos, ponteira-passadora, 1.90m. Universidade do Colorado. Eleita a melhor jogadora do universitário americano em 2014.
    Hyundai – Emily Hartong: 23 anos, 1.88m, ponteira-passadora. Jogou pela Universidade do Hawaii.
    IBK Altos – Liz McMahon: 22 anos, 1.98m, oposta. Jogou pela Universidade de Illinois.
    Expressway – Leslie Cikra: 24 anos, 1,93m, oposta, Universidade do Tennessee.
    Vocês repararam nas ALTURAS DAS NOVATAS??? É de dar medo não é???
    O Brasil não tem como competir com países como EUA, RÚSSIA, REP.DOMINICANA, SÉRVIA e POLÔNIA no quesito ALTURA, pois o biotipo da brasileira é naturalmente MAIS BAIXO, ao passo que geneticamente nesses países é muito mais fácil produzir jogadoras grandalhonas.
    O Brasil é BI-CAMPEÃO OLÍMPICO com base na TÉCNICA das jogadoras. Na altura não dá para competir, mas o Brasil tem compensado isso na qualidade técnica de suas jogadoras. E cada vez mais tem que treinar e aperfeiçoar muita a técnica de cada fundamento, porque os times gringos estão cada vez mais GIGANTES!!!

    • Kaio

      E com certeza teve muita grana envolvida nessas escolhas, o IBK Altos ficou com o último pick e mesmo assim ficou com a melhor jogadora.

    • Rex-AnDErSon

      Por mais comentários como este!

    • henderson

      O brasil perdeu essa oportunidade.
      Se tivesse uma liga independente teria sido aqui.

    • Felipe

      Discordo sobre o biotipo, o Brasil e idêntico ao EUA somos nativos (índios), europeus, africanos, árabes, asiáticos, eslavos o que muda e o incentivo e encaminhamento ao esporte correto. Quantos negros você já viu jogar vôlei profissionalmente no Canadá/EUA. Será que eles arriscariam ser atletas de um esporte que sequer tem uma liga profissional no país ao invés do basketball, baseball, futbball…

  • Jorge

    Daniel, sabe se a Amanda vai mesmo deixar o Rexona??? Ou ela vai se dedicar a outra coisa???

  • Weliton

    Estou orgulhoso do meu Flamengo, principalmente do presidente que está colocando o Flamengo nos trilhos. Vida longa ao Presidente.

  • Rex-AnDErSon

    Mas então o time não vai ser do Rio, certo?

  • LEO

    Tomara que dê certo. E que invistam no feminino também!

  • Em qualquer modalidade sou sempre MENGÃO.

  • Junior Lins

    Lá vem mais uma aventura desse clube. Ganha a Superliga e acaba no ano seguinte, vai entender. Chega de aventureiros. O Clube quer entrar, tem que fazer ao menos como o Cruzeiro (pode até acabar, mas já cumpriu um excelente papel durante os últimos anos)

    • ABOLIVEI

      Mais uma aventura????? kkkkkkkkkk mas um sem noção detect, recalcado…. não conhece a história do Flamengo nos esportes olímpicos amigo…. Tem fazer ou tem que tentar fazer????? Cruzeiro só tem futebol, atletismo e volei masculino papá… já viu o que temos e com tradição? Dou meus parabéns ao Cruzeiro por ser mais um clube a tentar sustentar os esportes olimpicos do Brasil com tanta falta de apoio… Os clubes tem q ser guerreiros para manter…

      Sendo aventureiro ou não, salve salve o clube que incentiva o esporte no Brasil, mesmo que seja 1a.

      SRN…

    • Meu caro observe a diretoria que hoje comanda o Flamengo e veras que seu comentário é ridículo, a diretoria trabalha cada vez mais para ser autossustentável em todos os esportes se você não gosta do clube problema seu mais negar oque está havendo é no minimo constrangedor. É só pesquisar que irá ver a história do Flamengo do vôlei não foi em 2000 que o clube adotou a modalidade nos seus esportes olimpicos, na decada de 70,80 o clube já investia nesse esporte tendo jogaadoras como Isabel e Jaqueline.
      Antes de falar abobrinhas é bom pesquisar sobre o tema primeiro. Fica a dica.

  • Carlos Prates

    Bem! A iniciativa é perfeita!
    Tendo Alexandre Póvoa à frente dos Esportes Olímpicos, o Flamengo vai longe…
    Deveriam fazer um clone dele, e colocar no lugar do outro Alexandre. O Wrobel….
    Só assim o futebol do Flamengo andaria…
    A dinâmica que os homens do basquete exercem, está longe da mesmice que é o nosso Departamento de Futebol. Um caos!!!

  • Jairo(RJ)

    Vamos Flamengo ! Vamos ser campeão ! Vamos Flamengo !… rs

    Não dá para ser campeão ainda, mas com certeza é uma boa notícia para os torcedores do Mengão. Considerando a Gestão do Clube ser séria, espero que não tenhamos mais notícias de desmanche de equipes, como já aconteceu com o atletismo e natação por exemplo. Que o digam Diego e Daniele Hipólito, Sérgio Sassaki, Cesar Cielo…

    Ganha também o RJ, que tem mais uma modalidade esportiva com competição na cidade do Rio de Janeiro. Com todo respeito ao Volta Redonda, mas VR é longe e a tal cidade olímpica precisava mais times de vôlei, basquete, handebol e por aí vai.

    • ABOLIVEI

      Caro Jairo,

      O desmanche não aconteceu 100%, o que a diretoria fez conforme auditoria econômica foi “eliminar/demitir” todos os atletas profissionais com altos salários (culpa da P. Amorim que inflacionou) para enxugarmos e economizarmos e fortalecer todas as equipes de base.

      O que o Fla fez sabiamente foi re-estruturar toda a base dos esportes olímpicos do clube, aplicando os ganhos com essas demissões e formando novos ídolos e colhendo frutos como já está acontecendo.

      Era preciso fazer isso. Isso se chama ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESA.

      Mas são poucos torcedores como nós que buscamos as informações corretas direto do clube, sendo assim, nos fazendo mais justos nas críticas.

      O que tem de fofoca por aí… Isso dá clique, que dá dinheiro!!!!!

      SRN.

      • Jairo(RJ)

        Concordo com você. Acabei expressando erradamente. Obrigado pelo esclarecimento.

        Quanto a fofocas… Podemos ficar tranquilo, pois o Mengão sempre estará na mídia dos nossos rivais esportivos… kkkkk

  • Sergio Roberto Santos

    Tomara que esta nova mentalidade seja de verdade e não aconteça como já aconteceu com o Vasco e o Flamengo em outros episódios.
    Montaram times estrelares e deixaram os atletas sem receber

    • ABOLIVEI

      Caro Sérgio,

      Hoje com a diretoria que temos será difícil acontecer, pois, não sei se vc sabe, mas, os esportes olímpicos do Flamengo se tornou autossuficientes em termos econômicos, ou seja, cada esporte tem seus custos e suas verbas separadas do futebol, graças a adequação a Lei do Incentivo ao esporte do governo… Mais graças ainda a nossa diretoria.

  • icaro

    Go mengão!!!!

  • Felipe

    Não precisa nem negociar, a globo puxa saco do flamengo e manda na CBV. Eu to sentindo inveja dos clubes com o Cruzeiro isso sim, que milagre o Corinthians não on ciar um time de vôlei, daqui a pouco vem Vasco, Atlético-MG, Palmeiras torcidas organizadas brigas xingamentos etc.

MaisRecentes

O novo conceito da FIVB para 2018



Continue Lendo

Apenas Lebes/Canoas faz o dever de casa na rodada



Continue Lendo

Um líder por pontos ganhos. Outro por pontos perdidos



Continue Lendo