O encardido grupo do Brasil na estranhíssima Liga Mundial-2013



Uma pausa na folga, após escrever a coluna Saque que será publicada neste domingo no LANCE!, para alguns pitacos sobre a divulgação dos grupos e do regulamento da Liga Mundial de 2013.

A competição, inflada para 18 seleções na próxima edição, reserva para o Brasil uma indigesta primeira fase.

O time de Bernardinho, que estará bem renovado nesta primeira competição do novo ciclo olímpico, terá pela frente, no Grupo A, Polônia, Estados Unidos, Bulgária, Argentina e França.

Se é para testar caras novas e outras que não tiveram muitas chances nos últimos anos, nada melhor do que enfrentar potências.

Nos demais grupos, principalmente no C, muita disparidade de forças. Mas não estranhem. É para ser assim mesmo. A divisão dos grupos A e B leva em conta o ranking mundial em “serpentina”, algo já feito em outras competições, como o Campeonato Mundial. Primeiro, quarto, quinto, oitavo, nono e 16º em uma chave. Segundo, terceiro, sexto, sétimo, décimo e 14º na outra.

Já o Grupo C é uma espécie de torneio de consolação entre emergentes. Confira e entenda abaixo:

Grupo B – Rússia, Itália, Cuba, Sérvia, Alemanha, Irã

Grupo C – Canadá (18º), Coreia do Sul (22º), Finlândia (31º), Holanda (41º), além de mais duas seleções a serem anunciadas pela FIVB

Agora, a explicação do regulamento. As três primeiras colocadas dos Grupos A e B avançarão para a Fase Final, ainda sem sede definida. Já no Grupo C, apenas a melhor seleção estará garantida na disputa por medalhas. O outro finalista será o país-sede.

Fazendo uma analogia com o futebol brasileiro, os Grupos A e B da Liga são a Série A. Já o C é a Série B. No fim das contas, o representante da Segunda Divisão pode ser campeão da Primeirona.

Um regulamento no mínimo surpreendente em uma das primeiras medidas da gestão Ary Graça na FIVB.

Gostaram?



MaisRecentes

Caso Maurício Souza não termina com “punições” do Minas



Continue Lendo

Zé: “A gente precisa de ajuda para não deixar o projeto morrer”



Continue Lendo

Sinal de alerta com a base. É preciso agir!



Continue Lendo