O caso Jaqueline



“Questões pessoais”.

Essa é a explicação oficial para a ausência de Jaqueline da viagem da Seleção Brasileira para os Estados Unidos.

Sinceramente, é uma situação surpreendente pelo contexto. Jaqueline estava com as demais jogadoras no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, uma semana atrás, para embarcar para Los Angeles. Fotos do grupo foram postadas em redes sociais por várias atletas. Jaqueline aparecia sorridente em algumas delas. No momento de várias postagens, as atletas lamentavam que o voo tinha sido cancelado e elas iriam precisar esperar para a viagem acontecer no dia seguinte. Se nada de profissional aconteceu para o “corte” ou “dispensa” dela, vejo uma possibilidade como a mais viável, provável e talvez compreensível: o peso de deixar o filho de poucos meses no Brasil, por um período maior de tempo, com o agravante de o marido Murilo também estar fora do Brasil.

Como sou pai de dois filhos pequenos, vou dizer que deve ser uma paranóia tal situação. Já fiquei mais de um mês sem vê-los, enquanto fazia coberturas internacionais pelo LANCE!, e não é nada fácil. Nestes casos, minha esposa estava em casa com eles. E admito que apenas isso servia de consolo para que eu pudesse trabalhar mais tranquilamente.

É uma situação difícil e aqui não farei nenhum juízo de valor até que os envolvidos queiram se pronunciar. Acho mais justo assim.



MaisRecentes

Vaivém: “Mal acostumado” pelos títulos, torcedor do Sada/Cruzeiro está desconfiado



Continue Lendo

Esperava um jogo tecnicamente melhor no Mineirinho



Continue Lendo

Reflexão sobre o momento da Seleção é necessária



Continue Lendo