O caminho do Brasil no vôlei de praia olímpico



A FIVB sorteou hoje os grupos do torneio olímpico de vôlei de praia.

Fiz um levantamento da posição de cada dupla no atual ranking do Circuito Mundial, para ter uma ideia melhor da divisão das forças.

O equilíbrio maior fica para o grupo de Talita e Maria Elisa, atualmente na terceira colocação do ranking. Eles vão enfrentar Goller/Ludwig (8), da Alemanha, Palmer/Bawden (13), da Austrália, e Meppelink/Van Gestel (15), da Holanda.

Já Juliana/Larissa, vice-líderes da temporada, duelarão com com Holtwick/Semmler (10), da Alemanha, Klapalova/Hajeckova (26), da República Tcheca, e Rigobert/Li (55), da Mauritânia.

Entre os homens, Alison e Emanuel, líderes do ranking, jogarão a primeira fase com Heuscher/Bella (20), da Suíça, Nicolai/Lupo (10), da Itália, e Doppler/Horst (34), da Áustria. Para quem acompanha menos o vôlei de praia, uma informação: Bella é Jefferson Bellaguarda, brasileiro de nascimento. Jogou pelo país entre 1999 e 2003. Depois de uma pausa de cinco anos, passou a representar a Suíça.

Já Ricardo e Pedro Cunha, atualmente em terceiro no ranking, terão uma primeira fase, em tese, mais tranquila, contra Grotowski/Garcia (50), da Grã-Bretanha, Skarlund/Spinnangr (20), da Noruega, e Binstock/Reader (41), do Canadá.

Pelo regulamento, os dois melhores de cada grupo e dois melhores terceiros avançam. As outras quatro duplas que ficarem em terceiro disputarão um playoff, com mais duas parcerias avançando. Ou seja: nenhuma dupla brasileira deixará a competição na fase preliminar.



  • Gabriel Vicente

    O confronto nas fases eliminatórias serão direcionados? Mesmos países se enfrentando, evitando assim que duplas do mesmo país façam a final?

  • jairo(rj)

    Daniel, vc sabe informar as composições do grupo de Walsh/May e Rogers/Dalhausser ?

  • Leonardo

    Bom Dia pessoal! Daniel so’ fazendo uma correcao, as representantes africanas sao das ILHAS MAURICIO e nao da MAURITANIA, caso fossem da MAURITANIA provavelmente jogariam volei de praia de BURCA, uma vez que e’ desrespeitoso para a mulher expor seu corpo na MAURITANIA.
    JULIANA e LARISSA pegaram um grupo muito facil, pois as representantes da AFRICA sao totalmente inexpressivamente e sao estao nos jogos mesmo pelo “ESPIRITO DA UNIVERSALIDADE OLIMPICA”,pois a AFRICA foi o unico continente que nunca teve uma dupla no podium do CIRCUITO MUNDIAL DE VOLEI DE PRAIA ate’ hoje. MARIA ELISA e TALITA terao muito mais dificuldades, cairam num “grupo da morte” pq alemas, australianas e holandesas sao adversarias que merecem muito respeito.
    No torneio masculino a missao e’ muito mais dificil o equilibrio e’ muito maior e a diferenca tecnica entre as duplas classificadas e’ pequena, mas mesmo assim RICARDO e PEDRO CUNHA deram sorte de entrar na chave dos britanicos que nao tem tradicao nenhuma no volei de praia e so’ estao nos jogos por serem o pais sede. ALISON e EMANUEL terao adversarios mais fortes, a dupla ITALIANA e SUICA vao dar mais trabalho. Acho que os holandeses RICHARD SCHUIL e NUMMERDOR os adversarios mais fortes dos brasileiros, mas que estao em outra chave.

    • Daniel Bortoletto

      tem toda razão

MaisRecentes

Vaivém: Jaqueline no Hinode/Barueri



Continue Lendo

Cai o primeiro técnico após UMA rodada da Superliga



Continue Lendo

Luizomar e Rizola não conseguem vaga no Mundial



Continue Lendo