O bom exemplo do levantador William no Twitter



Ser sincero no Twitter é uma qualidade que admiro nas pessoas que sigo. E no mundo de vôlei vários atletas são assim. E registro aqui um ótimo exemplo.

Na noite de quarta, o levantador William, do Sada/Cruzeiro, não quis arrumar uma desculpa esfarrapada para as goteiras no Ginásio do Riacho, em Contagem, que fizeram com que um jogo de três sets contra a UFJF durasse 2h22.

– Primeiramente gostaria de agradecer a todos que foram ao Ginásio do Riacho em Contagem hoje para assistir mais uma partida do Sada/Cruzeiro. Depois pedir desculpas a todos os presentes pelo inconveniente das goteiras que aparecerem no ginásio, dizer que me sinto envergonhado pela situação. Vcs torcedores não tem nada que ver com isso, pagam seus ingressos e em nenhum momento deixam de apoiar o nosso time… Obrigado do fundo do meu coração e mais uma vez desculpe pelo ocorrido.

Às vezes, muita coisa errada que acontece no nosso vôlei não é discutida como deveria. Já ouvi de técnicos a seguinte frase: “Não publica isso que falei por tenho medo de ser punido pela CBV”. Ser sincero como William deveria ser a regra, não a exceção.



  • Jairo(RJ)

    Perfeito William!!!
    Se as coisas fossem mais claras seria tão bom para os torcedores. Também evitaríamos os “achismos” inevitáveis.

  • Amigo do Volei

    A CBV Realmente ameaça os atletas, ct, e a maioria dos dirigentes e supervisores são coverdes, morrem de medo da cbv, parabéns ao willian e ao Sada Pelo execelente trabalho.

  • Carlos Fraga

    Só mudando de assunto… Você ainda ta devendo o resultado do bolão, mas sei que da um trabalhão conferir o resultado, mas embora de esse trabalhão, por favor não desista de fazer esses bolões nas próximas competições (bolão este que é um dos momentos mais legai do blog)… Parabéns pelo blog… Abraços!

    • Daniel Bortoletto

      tô mesmo.. vou ver se consigo fazer amanhã, na minha folga, Carlos

  • Daniel:- O fato de ter goteiras no ginásio em Contagem e por isso as desculpas do William é apenas uma amostra do que acontece na maioria dos ginásios brasileiros. O ano passado o jogo do VF Feminino, em Macaé , foi adiado porque o ginásio não tinha condições por causa dasgoteiras; este ano o Brasilia Basquete jogou com os reservas contra o Flamengo, porque a quadra estava escorregadia e finalmente em Orlândia, no futebol de salão, um atleta rebentou a cabeça e precisou ir para o hospital, porque o paredão do fundo da quadra é muito perto da área de jogo. Nossos atletas estão precisando de um bom seguro de vida para poderem jogar…

    • Daniel Bortoletto

      verdade… vários ginásios do Brasil são meia-boca, sem falar que não dão qualquer conforto aos torcedores

      • Felipe Lima

        Nesse caso, quem deveria tomar a iniciativa de reformar/adequar as instalações. Tendo em vista que os clubes são sociedades do tipo alguma prefeitura/patrocinador master, um vai empurrar pro outro a responsabilidade…

        • Felipe Lima

          Nesse caso, quem deveria tomar a iniciativa de reformar/adequar as instalações? Tendo em vista que os clubes são sociedades do tipo alguma prefeitura/patrocinador master, um vai empurrar pro outro a responsabilidade…

      • Elcio

        O mais lamentável é que dinheiro para construir estádios de futebol que ficarão ociosos após a copa tem. Constriur um ginásio que tem muito mais utilidade e um custo menor é praticamente impossível… esse é o nosso país… infelizmente

  • Gabriel

    Não está na hora da CBV incluir em seu regulamento a exigência de impermeabilização em ginásios? Há empresas que trabalham com revestimentos muito eficientes.

  • naiandeson

    isso e uma vergonha pro brasil!ter um dos campeonatos mais dificeis do mundo e nao dar valor ao que tem…

MaisRecentes

Os seis jogos finais do turno da Superliga masculina



Continue Lendo

Os duelos da Copa Brasil feminina



Continue Lendo

Lances do clássico Vôlei Nestlé x Sesc



Continue Lendo