Nota oficial do Minas Tênis Clube



“O Minas Tênis Clube lamenta e repudia o episódio envolvendo o jogador Wallace e uma torcedora não identificada, ocorrido durante o jogo entre Vivo/Minas e Sada/Cruzeiro, ontem, à noite, na Arena Vivo.  Na partida pela oitava rodada do returno da primeira fase da Superliga de Vôlei Masculino 2011/2012, vencida pelos minastenistas por 3 a 2, o atleta do time cruzeirense teria recebido, de uma mulher nas arquibancadas, xingamento de caráter racista. É justo destacar que se tratou de manifestação individual, impossível de ser controlada pelo Clube e que em nada reflete a filosofia e os valores do  Minas.

Vale lembrar que o Minas sempre se pautou pela retidão moral e ética, inclusive no esporte, sendo uma das mais tradicionais agremiações sócio-desportivas do País, fundada há 76 anos. É o único clube  a disputar todos os campeonatos nacionais de vôlei, desde os anos 1950, e o detentor do maior número de títulos brasileiros no masculino (nove)”



MaisRecentes

Giovane encaminha manutenção do vôlei carioca na Superliga



Continue Lendo

Basta! Nada justifica ameaças de morte



Continue Lendo

As duas formas de ver o novo Sesi



Continue Lendo