Nota oficial do Minas Tênis Clube



“O Minas Tênis Clube lamenta e repudia o episódio envolvendo o jogador Wallace e uma torcedora não identificada, ocorrido durante o jogo entre Vivo/Minas e Sada/Cruzeiro, ontem, à noite, na Arena Vivo.  Na partida pela oitava rodada do returno da primeira fase da Superliga de Vôlei Masculino 2011/2012, vencida pelos minastenistas por 3 a 2, o atleta do time cruzeirense teria recebido, de uma mulher nas arquibancadas, xingamento de caráter racista. É justo destacar que se tratou de manifestação individual, impossível de ser controlada pelo Clube e que em nada reflete a filosofia e os valores do  Minas.

Vale lembrar que o Minas sempre se pautou pela retidão moral e ética, inclusive no esporte, sendo uma das mais tradicionais agremiações sócio-desportivas do País, fundada há 76 anos. É o único clube  a disputar todos os campeonatos nacionais de vôlei, desde os anos 1950, e o detentor do maior número de títulos brasileiros no masculino (nove)”



MaisRecentes

Brasil impõe primeira derrota à Turquia na Liga das Nações



Continue Lendo

Entrevista com Kerri Walsh, três vezes campeã olímpica



Continue Lendo

Vaivém: Oposto troca Sada/Cruzeiro por Ribeirão



Continue Lendo