O nono título de Serginho. E na base da superação



Escrevo esse post não apenas pelo nono (repito NONO) título de Superliga de Serginho, jogador do Sada/Cruzeiro. Mas pelo exemplo de superação demonstrado pelo líbero para suportar os cinco sets da partida com o Sesi.

Serginho teve um mal estar na noite de sábado para domingo. Chegou a cogitar não entrar em quadra. Mas não só entrou como jogou mais uma vez em altíssimo nível.

– Foi difícil, fisicamente falando. Foi um jogo de superação e o time me abraçou. Eu passei muito mal durante a noite, achei que não ia conseguir jogar, estou até agora sem comer, tive febre e foi difícil. Mas o time me deu apoio o tempo inteiro, o Marcelo (Mendez) me passou tranquilidade no vestiário, o Sr. Vittorio (Mediolli), o presidente, me viu chorando e me fez entender que isso aqui não é um time comercial. Tem muito amor, muita paixão. E o apoio da galera, que sabia que eu não estava 100%, e me disse: “a gente precisa de você”. Isso tudo foi determinante para que eu entrasse e jogasse bem. E eu acho que fui bem. Escutei isso do chefe também, o Marcelo disse que foi a melhor final que eu fiz. Esses comentários positivos a gente tem que guardar pra sempre – contou o líbero Serginho.

Serginho venceu Superliga pela nona vez (CBV Divulgação)

A conquista fez Serginho se distanciar no ranking dos maiores vencedores da Superliga. No ano passado, ele se isolou como o líder desta lista. Agora, com nove conquistas, ele abre duas do central Eder, que está voltando para o Brasil (Sesi) após temporada no Trentino, e o também central Douglas Cordeiro, já aposentado, com seis.

Nos próximos dias, o líbero deverá ter confirmada a renovação de contrato. A situação está bem encaminhada para Serginho buscar pelo Sada/Cruzeiro o décimo título de Superliga na temporada 2018/2019.

LEIA TAMBÉM

+ Leal tem camisa aposentada após adeus



MaisRecentes

Dentil/Praia Clube conquista a Supercopa. Mas tem muito a evoluir



Continue Lendo

Dirigente morre ao jogar torneio master em Saquarema



Continue Lendo

Coluna: Uma Superliga 100% transmitida



Continue Lendo