Nem tudo foi festa no Mineirinho



Reproduzo aqui a reclamação do leitor Alan Gabriel, que me escreveu no Twitter para desabafar sobre a situação do Mineirinho, palco da final da Superliga masculina, no domingo, entre Sada/Cruzeiro e Sesi, e que receberá, no início de maio, o Campeonato Mundial masculino de clubes.

“A situação do ginásio é uma vergonha. Um templo como aquele abandonado, mal cuidado. Lástima! Enquanto o Mineirão está espetacular, o Mineirinho sofre com uma estrutura antiga, mal conservada. Por que ninguém se responsabiliza? Teto tapado com lona, pouco espaço entre as cadeiras, arquibancada sem assentos, banheiros pequenos e sujos, péssima iluminação, o mato toma conta do entorno do ginásio, estacionamento pequeno, rampas de acesso antigas, lanchonetes sem o mínimo de estrutura. É uma pena que as autoridades mineiras deixem o ginásio ser destruído pela ação do tempo, sem remodelá-lo e modernizá-lo”.

É triste mesmo ver um templo do esporte brasileiro assim. Não é de hoje que o Mineirinho não recebe o carinho e os investimentos necessários para se manter em condições para utilização. Vive sempre de retoques, maquiagens… Muito se fala em legado da Copa do Mundo (de futebol). Para o vizinho Mineirão, a modernização. Para o Mineirinho, sobrou um “puxadinho”…

 



  • Luciana

    É isso ai Alan Gabriel! Muito bem escrito, assino embaixo!

    • valdiva p santos

      concordo com tudo Daniel se pudesse acrescentaria mais, o estado em estava esse ginásio nossa muito feio, esperava mais de ginásio saquele tamanho, literalmente largado ás traças.E ainda estão querendo sediar eventos com essa estrutura, deveriam é ter vergonha , antes de fazer o que estão pensando deveriam dar uma repaginada ao local,senão vai passar o maior vexame.Fiquei decepcionada, achei um horror, principalmente os banheiros (fem) que nojento, pequeno para tantas pessoas que por lá passaram nessa final da superliga.As autoridades deveria criar vergonha na cara e fazer um reforma no local tanto por dentro quanto por fora. ABANDONO TOTAL, QUE COISA MAIS FEIA AFF 🙁

  • fabio

    Daniel, estive presente no Mineirinho e confirmo tal situação de abandono. Triste!

  • Alan

    Muito obrigado por reproduzir meu desabafo, Daniel.
    A realidade é bem essa mesmo. O Mineirinho está abandonado. Quando vai ter algum evento lá, a CBV apenas tentar esconder um pouco dos problemas… Na final da Superliga, por exemplo, encheram o ginásio de faixas e banners coloridos, com o símbolo e as cores do torneio… Assistindo à reprise do jogo pela SPORTV, notei que a “maquiagem” surte efeito para a transmissão pela TV. O ginásio fica “menos feio”.
    No entanto, para os torcedores que foram assistir ao jogo ao vivo, a realidade foi completamente outra. Acredito que para os próprios jogadores, a situação em que o jogo aconteceu não foi das melhores, pois se os vestiários em que eles estiveram se assemelham aos banheiros a que a torcida utilizou, a situação é deplorável.
    Gostaria de saber por que as autoridades responsáveis pelo Mineirinho não procuram uma alternativa de modernizá-lo, fazer obras de verdade e não apenas “ajustes” como sempre falam às vésperas de algum evento importante.
    Não só Belo Horizonte, mas todo o estado de Minas Gerais é apaixonado pelo vôlei. Não é a toa que vários recordes de público nos pertencem. Merecíamos que houvesse um tratamento mais digno com o Mineirinho.
    A CBV, que vive um período de mudanças internas, poderia interceder para que o ginásio receba os cuidados que realmente merece. Não será algo simples. O ginásio está muito defasado e as mudanças terão de ser radicais, como aconteceu no Maracanãzinho.
    Fica aqui registrado, mais uma vez, o meu desabafo.

  • José Ronald S. Viana

    O Brasil não tem jeito! Corrupção e Impunidade é o que destrói nosso
    país.

  • Júnior – RS

    E é esse Mineirinho que irá sediar o Mundial de Clubes?
    Lamentável mesmo ver a situação q ele se encontra, achava q tinham feito uma reforma, era o mínimo q se esperava p receber a final da Superliga…nem quero ver o Mundial então…

  • Lilika

    Como diz o Ministro dos Esportes, que de esportes não entende p!!!! nenhuma… sobre a Copa: “o legado está/será mantido”…isto é Brasil…acostumem-se pois a tendência é piorar…

  • José Pozinho Farinna

    Quem é/foi responsável pelo acompanhamento das obras e conservação do Mineirão? Quem poderia reformar o Mineirinho? O governo do estado. Verba tem, mas… Se fosse o governo federal, haveria um alarde no blog. Como é o Mineirinho do Rio, rei de Ipanema, esquecem os nomes…

  • Edu

    Não me surpreende. Fiquei surpreso quando informaram que venderam a carga máxima e tinha certos clarões visíveis na transmissão.Era a parte que estava condenada pela falta de manutenção.Só existe a arena HSBC no Rio de Janeiro como aceitável para os padrões internacionais.O Ricardinho conseguiu a reforma e a instalação do sistema de refrigeração no ginásio de Maringá.Em Araçatuba, quando o levantador formou as equipes de volei, era tortuoso submeter as quase cinco mil pessoas sem ventilação mecânica e a estrutura precária do ginásio que sediava o time.O Ibirapuera nem tem refrigeração interna e sofre com a necessidade de manutenção continua em razão de ser patrimônio publico e promove cada vez mais menos eventos.Ficou devendo até dinheiro para o UFC quando a empresa promoveu algumas reformas para sediar o evento.Em Santos, tem uma arena de mais de cinco mil pessoas.O Rodrigão luta ha alguns anos para montar um time de vólei na cidade e justifica a realidade da arena para esse fim. O espaço se sustenta fazendo feira de malhas e venda de promoção de ovos de chocolate na Páscoa.E a realidade do esporte profissional brasileiro.

MaisRecentes

Minas espera Hooker ainda em outubro



Continue Lendo

Vaivém: Vôlei Nestlé confirma apresentação de peruana



Continue Lendo

Vaivém: Polonesa é esperada em Barueri



Continue Lendo