Não deu



Antes de descrever a surpreendente final do Grand Prix, a sensação que tive.

O Brasil achou que tivesse garantido o ouro na semifinal contra a Rússia.



  • Afonso (RJ)

    Sinto muito discordar de você, Daniel, mas acho que o motivo da nossa derrota foi simplesmente porque o time americano jogou melhor. O time americano é melhor que o brasileiro? Nem pensar. O time brasileiro na minha opinião é bem superior, basta comparar a campanha dos dois nesse Grand Prix. Mas, assim como no ano passado, chega na hora da decisão e joga melhor. Ou será que o adversário joga pior? Ou ambas as coisas?

    Eu já tinha cantado a pedra ontem, dizendo que o time americano é extremamente perigoso e cresce nas decisões. Mas muito disso, na minha opinião, vem de algo subconsciente que o maior psicólogo amador de nosso século chamou de “complexo de vira-latas”, e que se faz presente nas horas decisivas em maior ou menor grau não só da equipe brasileira feminina de vôlei, mas de uma maneira geral nas mais diversas atividades e para a grande maioria das nacionalidades.

    Não estou dizendo aqui que nossa equipe “amarelou”, longe disso. Quero deixar isso bem claro.

    Esse espaço é dedicado ao vôleibol, e portanto não creio ser o foro apropriado para aprofundar discussões dessa natureza, e por isso me forcei a ser extremamente suscinto, mesmo com risco de apresentar uma argumentação precária. Mas pelo menos fica lançada a semente para reflexão.

    Que venha agora o mundial. Espero cruzar novamente com as americanas, e vencê-las, inclusive passando por cima de Hollywood, Nasa, Marines, Top Gun, etc…

    • Luciano

      Eu entendi… só tb não vou ficar aqui explicando..

  • Elcio Torres

    Concordo contigo em parte. O Brasil perdeu porque perdeu. Os EUA jogaram melhor e mereceram ganhar, da mesma forma que o Brasil ganhou em Pequim 2008.´Agora é aprender com os erros e focar em Guadalajara. A vida continua…

  • Márlon

    Francamente, o Brasil nem deu o ar da graça na quadra. As americanas jogaram bem e as brasileiras estavam apáticas. O melhor de tudo: perdeu quando poderia perder. Vem aí a Copa do Mundo e as encontraremos novamente. Elas e as russas, com Sokolova e Kosheleva. Até là a seleção estará completa, com Mari, Paula e Jaque, proporcionando variedade de opções. E, falando sério, tô nem aí. Julians e Larissa deram uma surra em Walsh e May e eu estou aqui, tomando meus bons drink. rs

  • Em uma competição longa com 5 jogos em 5 dias consecutivos, o preparo físico influencia decididamente os resultados. O estilo de jogo Russo foi facilmente marcado pela seleção brasileira,visto que é dependente das bolas altas nas pontas em especial da Gamova, que estava se arrastando em quadra. Contra os USA, que possui um estilo de jogo totalmente diferente,com muitas variações de jogadas, com um fundo de quadra espetacular e contra um time fisicamente voando, as nossas limitações apareceram, principalmente na distribuição de jogadas. O que mais preocupa no momento é a limitação física de nossas principais ponteiras,na minha modesta opinião, a Mari e a Paula, e como as ponteiros reservas sentiram a final.Sem esquecer que os USA jogaram muito e fizeram por merecer esse titulo.

  • Ismael

    Estou triste e não tenho forças para comentar essa surra que levamos!

  • Álvaro Médio

    Hoje foi dia de ficar sem graça né?

    Passei o dia dando aulas… mas lembrava da partida enquanto escrevia no quadro, enquanto folheava o livro… enquanto tirava dúvida…
    Durante o almoço, ficava pensando em como acreditei que iríamos virar a qualquer momento…

    Lembrei da cara de preocupação da Dani Lins quando foi pra área de saque e estávamos perdendo também o segundo set…

    Como é triste perder em final!! Mas, força guerreiros!!

    O importante é que elas saibam que nunca estarão sozinhas…

    Nós, amantes do vôlei, iremos varar madrugadas a fio, insones, torcendo, vibrando, acreditando, enviando energia positiva. Por que Seleção Feminina de Vôlei é nossa cachaça, é nossa mania, é nossa droga!!!!

    Força Brasil, com o vôlei brasileiro aonde ele estiver, sempre!!!!

MaisRecentes

Joelho afastará Gabi das quadras



Continue Lendo

As primeiras transmissões da Superliga na TV



Continue Lendo

Vaivém: Thaisa jogará a Superliga



Continue Lendo