Montreux: volta de atletas, testes finais da Seleção e transmissão confirmada



A Seleção Brasileira feminina terá um teste importante pela frente, na próxima semana, na preparação para o Campeonato Mundial do Japão. Disputará o Torneio de Montreux, na Suíça, em busca de algumas respostas importantes em busca do principal objetivo da temporada.

Entre 4 e 9 de setembro, o time brasileiro defenderá o título da competição contra algumas potências do atual cenário internacional: China, Rússia, Turquia e Itália. Completam o quadro de participantes Polônia, Camarões e Suíça.

Na fase de classificação em Montreux, o Brasil terá como rivais russas, polonesas e camaronesas. Logo na estreia, na próxima terça-feira, às 13h45 (de Brasília), duelo contra a sempre poderosa Rússia. No dia seguinte, às 16h15, a Polônia será a rival. A participação na primeira fase terminará na sexta, também às 16h15, contra Camarões. As duas primeiras colocadas avançarão para as semifinais.

Uma das novidades na Suíça será a volta da líbero Suelen, recuperada de uma cirurgia na mão. A ausência da titular da posição fez a Seleção sofrer mais do que o habitual na linha de passe.

– Voltei a treinar normalmente e estou muito motivada para disputar a Montreux Volley Masters. Será um torneio importante na nossa preparação para o Mundial. Temos treinado bem e sabemos que podemos evoluir até nossa estreia no Mundial. Na Suíça vamos enfrentar adversários tradicionais como a Rússia, a China e a Turquia e essa competição será um teste importante para nosso grupo – comentou a líbero.

Suelen em ação pela Seleção Brasileira (FIVB Divulgação)

Existe também a expectativa da reestreia de Fernanda Garay com a camisa verde-amarela durante o Torneio de Montreux. A campeã olímpica em Londres-2012 estava afastada desde a Rio-2016, voltou a treinar antes dos amistosos contra os Estados Unidos e pode ser uma peça-chave para José Roberto Guimarães recuperar a estabilidade perdida na recepção e na virada de bola.

A competição suíça ajudará também para a definição do grupo final para o Campeonato Mundial. A maior dúvida é sobre o aproveitamento de Natália, em trabalho de recuperação de um problema no joelho.

– Esse ano será um campeonato diferente. Todas as equipes estão focadas no Mundial e vão usar esses jogos para os últimos ajustes. Acredito que será uma competição de um nível forte. Espero que possamos fazer bons jogos e ajustar ainda mais o nosso ritmo de jogo – analisou a central Carol, eleita a MVP da edição de 2017.

Uma boa notícia para o torcedor brasileiro é a confirmação da transmissão da competição pelos canais ESPN. Todos os jogos da Seleção na primeira fase já estão garantidos na grade da emissora (ATUALIZAÇÃO: segundo informações da própria TV, os jogos estão inicialmente programados para a ESPN Extra).

LEIA TAMBÉM

+ Reforço hermano no Hinode/Barueri? Site argentino crava

 

 



MaisRecentes

Dentil/Praia Clube conquista a Supercopa. Mas tem muito a evoluir



Continue Lendo

Dirigente morre ao jogar torneio master em Saquarema



Continue Lendo

Coluna: Uma Superliga 100% transmitida



Continue Lendo