Molico/Osasco sai na frente do Sesi



Sabe aquele instável Molico/Osasco da fase de classificação da Superliga feminina?  Aquele mesmo que não parecia contar com a base da Seleção, a cubana Carcaces e oscilava demais… Então, ele ontem, em boa parte do confronto com o Sesi, deu lugar a um estável e convincente Molico/Osasco, que fez 3 sets a 2, na Vila Leopoldina, ficando a um triunfo de mais uma decisão.

Mudança de atitude, aumento da concentração das jogadoras e demonstração de confiança em todos os fundamentos. Assim foi possível vencer o primeiro set por incontestáveis 25 a 11 (placar atípico para um confronto deste nível) e também se recuperar da desvantagem na parcial seguinte: o Sesi teve 24 a 21 e não fechou, perdendo por 26 a 24. E os últimos três pontos foram em erros de ataque da central Fabiana. Algo raríssimo! Tudo caminhava até para um 3 a 0. Mas…

No terceiro e quarto sets, foi possível ver um pouco do “antigo” Molico. O passe oscilou, os erros de ataque apareceram e o Sesi aproveitou. O time de Talmo também teve um melhor aproveitamento de ataque, com a presença de Mari Cassemiro no time titular, fazendo algo que Suelle e Pri Daroit não estavam conseguindo. Luizomar trocou Gabi por Samara, Carcaces por Mari… E não houve reação, sets fechados em 25-20 e 25-22 e tudo foi para um imprevisível tie-break.

Ivna comemora, com Luizomar ao fundo (Luiz Pires/Fotojump)

Ivna comemora, com Luizomar ao fundo (Luiz Pires/Fotojump)

Na hora da decisão, pesaram a mão pesada de Carcaces e Ivna. Elas viraram bolas decisivas e frearam a reação do valente Sesi, fechando a primeira partida da semi em 15 a 10.

Individualmente, o Molico contou com uma atuação segura de Ivna, oposto que de vez em quando entra na linha de passe para esconder a cubana. Ela correspondeu no ataque quando acionada por Dani Lins e bloqueou como uma meio de rede. Fez um set inteiro de pontos (19 atacando e seis bloqueando). Merecia o VivaVôlei que foi dado a Camila Brait.

E o fundamento bloqueio foi o grande diferencial da equipe de Luizomar de Moura (27 contra 12 do Sesi, um tie-break inteiro de vantagem). Adenízia, sozinha, fez nove pontos de block. Vale ressaltar ainda que o Molico teve cinco jogadoras com dois dígitos de pontuação (além de Ivna, Carcaces anotou 18, Adenízia fez 17, Thaisa anotou 14 e Gabi terminou com 12). Mostra que o conjunto prevaleceu neste momento decisivo da competição. Vale ser justo ainda com Mari e Diana, que entraram bem na inversão do 5-1 no set decisiva.

Pelo lado do Sesi, Fabiana terminou com 18 acertos, seguida por Suelle (12) e Barbara (10).

Osasco quebra a vantagem do mando de quadra do Sesi, mas a série ainda está aberta.

 

 

 



MaisRecentes

Brasil perde segunda para os Estados Unidos



Continue Lendo

Lucarelli oficialmente fora do Mundial



Continue Lendo

Rússia fatura torneio preparatório para o Mundial



Continue Lendo