Mesmo sem Mari, Brasil vence e está na semi. Chegou a hora de perder?



A Seleção Brasileira está na briga por medalhas no Grand Prix de 2011.

Nesta madrugada, vitória sobre o Japão por 3 a 0 (25-17, 25-22 e 25-21), parciais um pouco mais apertadas do que o triunfo sobre as italianas, na véspera. O resultado, somado ao da abertura da rodada (EUA 3 x 2 Itália), garantiu as duas vencedoras na semifinal. Nesta sexta, às 2h30, Brasil x Estados Unidos brigam pelo primeiro lugar do grupo B, para, provavelmente, enfrentar a sempre temida Rússia, derrotada pela Sérvia por 3 a 1, que deve ficar com o segundo posto do grupo A. E vão, mais uma vez, começar as suspeitas de que alguém pode jogar com menos vontade de ganhar?

Desconfianças  à parte, a boa notícia na vitória sobre as japonesas foi a boa atuação de Fernanda Garay, substituta de Mari, poupada com um estiramento na região abdominal. Ela marcou 17 pontos, sendo 14 deles no ataque e três no bloqueio. Ela teve o desempenho elogiado por Zé Roberto também no passe, o fundamento que mais preocupava antes do início da fase final. Thaisa (12, quatro deles no block) veio a seguir.

Pelas declarações do médico Julio Nardelli, Mari dificilmente irá se recuperar em tempo para a semifinal e a decisão de ouro ou bronze do GP. Um desfalque e tanto.

Agora, sobre a polêmica que pode cercar o jogo com os EUA, minha opinião. Não acredito que o Brasil, ainda invicto no GP, entre para perder. E vocês?



  • Simone Gomes

    Acredito que não!
    Apesar de temer a Rússia, tipo…relacionar esse país ao “carma” que o Brasil vem encontrando eu acredito que o Brasil entrará para vencer!
    Nosso time é corajoso e vai passar por cima da Rússia seja na semi ou na final desse Campeonato.
    Vamos que vamo Brasil!

  • Fernando Adilio

    Eu tbm acho que não vai entrar para perder.
    Mas se perdesse, até que seria bacana, encarar as russas na final.
    Pq não sei se o EUA batem as Russas… Elas suaram para ganhar da Itália.
    Campeonato de muitos altos e baixos.

  • Jairo(RJ)

    Alguém lembra do “jogo do entrega” Brasil x Bulgária? A imprensa mundial destacou aquele episódio e por mais que todas as explicações fossem dadas, a verdade é que SEMPRE vão citar aquele fato, como a pouco tempo atrás citou o Sportv em uma matéria. ENTÃO, acredito que ZRG não vai querer perder!!!!

  • rilley86

    Não entra pra perde, até porque o Zé Roberto que o time titula entrozado e ganham tanto que não entrou com time reserva contra times fracos como o Cazaquistão e Argentina.

  • Rubem da Silva Moreira Neto

    a melhor coisa que pode acontecer para a seleção brasileira nesse momento,é enfrentar as russas o maior número de vezes possiveis antes das olimpiadas.Brasil,Russia e Eua,essas seleções são favoritas a todas as competições,e como estamos sempre jogando com Eua,e muito pouco com a russia,que adora se esconder,acho que temos que jogar muitas vezes com elas,só assim nos adaptaremos aos jogo pesado desse time.

  • Flavio bh

    Nao acredito q o time entre pra perder. Nao é a cara do Ze Roberto. Mas acho importante poupar algumas jogadoras e ao mesmo tempo testar outras. Descanso de umdiazinho pras “titulares” é importante.

  • Rodrigo R.

    Bobagem entrar pra perder as vésperas de uma semifinal de GP!!!! Deve cruzar com Rússia na semi ou na final e não é porque as russas tem levado a melhor em jogos decisivos que tem que “temer”.

    Se fosse como o Brasil no masculino fez em Athenas 2004, para poupar os jogadores titulares desgastados e de quebra entrar em um emparceiramento mais tranquilo, aí tudo bem. Mas não é o caso mesmo…

    e é até bom eliminar a Rússia logo de cara, acabar com essa sina de vez e ir com tudo para copa do mundo e Londre que é o que importa e não ficar preocupado em ganhar mais um de muitos GP que já levamos.

  • Ana

    A seleção feminina não é a masculina. Sempre entra para ganhar. Esse é um dos orgulhos que tenho em torcer para essa seleção. “Jogar com o regulamento” é feio e anti-desportivo.

    E o Brasil não tem que temer ESSA Rússia e nem ninguém. Como escrevi ontem, era óbvio que a Sérvia venceria as russas. Tanto porque estão com um grande time e pela falta de “apetite” da Rússia em GP.

    Acredito que as semis fiquem Brasil x Rússia e Sérvia x EUA. Brasil e Sérvia fariam a final. Seria bom.

  • Fernando

    Teve tanto jogo pra dar descanso e nao deu e vai dar agora? Não é cara do Zé, ele nao vai fazer isso. E acho certo, Brasil precisa enfrentar a Rússia, ela nao pode ser tornar um carma assim, tem que pegar sem medo.
    Brasil infelizmente já não vai contar com jogadoras importantes por causa de contusão, agora é ir com tudo pra dar mais confiança pro time que talvez tenha que jogar a semi, sem Mari e Paula.

    • Ismael

      Porque jogar sem a Paula e sem a Mari ? Talvez sem a Mari, mas acho que ela já deve voltar!

      • Fernando

        Paula sentiu uma contusão nas costas.

  • Afonso (RJ)

    Achei que o Brasil jogou um pouquinho menos que contra a Itália. Percebi fundamentalmente que a Dani Lins estava visivelmente procurando variar mais as jogadas tentando não sobrecarregar nossas centrais, e evitando que o jogo ficasse muito marcado. Achei que a Fernanda Garay jogou muito, tanto no passe quanto no ataque.
    A Natália entrou um pouco fora de ritmo, e acredito que ainda tenha que amadurecer mais para mostrar todo o seu potencial. Posso estar errado, mas tenho a impressão que tanto ela quanto a Tandara, confiantes na potência de seus golpes, tendem a “soltar o braço para onde o nariz aponta”, o que facilita o bloqueio adversário. Mas são meninas inteligentes, e com um pouco mais de bagagem ainda vão nos dar muitas alegrias.
    Quanto ao jogo Brasil x USA, tenho certeza que o Zé não vai entrar para perder. Mas temos que nos lembrar que trata-se de um jogo atípico, que não vale preaticamente nada para nenhuma das duas equipes. É uma espécie de amistoso de luxo. Eu acho perfeitamente válido que o Zé poupe algumas jogadoras. Por um lado pode contar com atletas mais descansadas para a semifinal, mas por outro lado, até que ponto isso afetaria o ritmo da equipe? Só ele, com a tarimba que tem pode julgar. De qualquer modo, acho que a equipe que entrar em quadra entra para ganhar. Como sempre faz. E, como bem disse a Ana acima, esse espírito de luta faz com que tenhamos orgulho de torcer por nossa seleção.

  • bruno

    A resposta é simples. O caráter do Zé é totalmente diferente do Bernardo. Então não haverá “marmelada”. Pode até perder, mesmo pq o jogo é contra os EUA, mas tenho certeza que não será daquela forma vexatória como o masculino proporcionou.

  • Mauricio

    Não acho que seja momento de perder para “se dar melhor”,mesmo porque homem é diferente de mulher. Enquanto a seleção masculino tem uma auto-estima que às vezes extrapola a racionalidade, a do feminino precisa ser tabalhada constantemente.

    Mas sou a favor do ZRG colocar a Natália para trabalhar junto com a Garay ou Paula Pequeno. Afinal, pela altura e potência de ataque ela é quem mais se parece à Mari e precisamos que a Natalia esteja muito bem e com ritmo de jogo nas próximas partidas.

  • Thederson

    Acredito que não,

    A seleção vive um momento muito confiante e esta madura o suficiente de não temer nenhuma outra equipe, pois tem condições suficientes de ganhar desde que joguem aquilo que podem sem se preucupar com fantasmas do passado. E outra não sei se seria realmente uma boa opção preferir jogar contra a Sérvia e não com a Russia, pois a Sérvia vem em uma crescente e com muita sede de vontade de conquistar titulos ao contrario das russas que sempre desepcionam em GP’s.

  • Diogo Márcio

    Devemos entrar para ganhar, dando oportunidade a outras jogadoras como Tandara, Fabiola, Sassá e Natália. Pois iremos precisar delas para a próxima fase =) Perder? Nem pensar, nossas meninas são guerreiras é já passaram por momentos piores.
    Elas são brasileiras é não desistem nunca!!

MaisRecentes

Um líder por pontos ganhos. Outro por pontos perdidos



Continue Lendo

Camponesa/Minas quebra longa invencibilidade em Osasco



Continue Lendo

Placar RedeTV!: Futebol 2 x 0 Vôlei



Continue Lendo