Mês decisivo para definições na Superliga masculina



O fim do Carnaval marcará o início do mês decisivo na fase de classificação da Superliga Cimed Masculina. Entre 16 de fevereiro e 17 de março serão disputadas as seis rodadas restantes.

E, como já acontece entre as mulheres, há briga em vários blocos da classificação geral.

Com apenas duas derrotas cada após 16 jogos, Sada/Cruzeiro e Sesc duelam pela liderança. Os mineiros estão na frente por apenas um ponto: 43 a 42. Outro fator a favor dos atuais campeões nesta reta final é a quantidade de partidas como mandante: serão cinco jogos em Contagem (três confrontos contra rivais estaduais em sequência: Juiz de Fora, Minas e Montes Claros, além dos paulistas Vôlei Renata e EMS/Taubaté). Viagem apenas para duelar com o Sesi, na penúltima rodada.

Sada e Sesc disputam o primeiro lugar (Divulgação)

Já o Sesc fará quatro dos seis jogos no Rio de Janeiro: Juiz de Fora, Minas, Montes Claros e Sesi. Fora duelará contra o Lebes/Canoas e o Vôlei Renata. Vejam que cinco dos seis adversários dos dois líderes serão os mesmos. O Sesi, por exemplo, pode ser o fiel da balança.

Um pouco mais abaixo na classificação, uma disputa muito interessante entre terceiro, quarto e quinto colocados: Taubaté (36 pontos), Sesi (35) e Minas (34).

E entre eles teremos confrontos diretos, os populares jogos de seis pontos: Minas x Taubaté na sexta rodada, em BH; Taubaté x Sesi na nona rodada, no Vale do Paraíba.

O Sesi, como citado acima, enfrentará os dois líderes. Ou seja: uma dificuldade extra para se manter no G4 e ter vantagem no mando de quadra nas quartas de final.

No balanço entre jogar em casa e fora, o panorama é o seguinte: Taubaté fará três dos jogos restantes no Abaeté e três como visitante. O Minas jogará mais apenas mais uma partida em BH e outras cinco fora. Já o Sesi tem marcados três duelos na Vila Leopoldina e três como visitante.

Para fechar o G8, zona de classificação para os playoffs, Vôlei Renata (24 pontos), Corinthians/Guarulhos (23) e Lebes/Canoas (21) têm se revezado nas três posições.

Como na disputa pelo terceiro lugar, teremos ainda importantes confrontos diretos: Vôlei Renata x Corinthians, em Campinas, e Corinthians x Canoas, em Guarulhos.

Seguem com chances de classificação Montes Claros e Ponta Grossa/Caramuru, com 13 e 11 pontos, respectivamente. Os mineiros farão quatro dos seis jogos restantes fora de casa, enquanto os paranaenses jogarão quatro vezes como mandante.

Por fim, Juiz de Fora e Copel Telecom/Maringá precisarão de milagres para evitar o rebaixamento. Os mineiros somam quatro pontos, enquanto os paranaenses, ainda sem vitória, têm dois.

Atualmente os confrontos nos playoffs seriam:

Sada/Cruzeiro x Lebes/Canoas

Sesc x Corinthians/Guarulhos

EMS/Taubaté x Vôlei Renata

Sesi x Minas



MaisRecentes

Como a crise institucional no Sesc pode atingir o vôlei



Continue Lendo

China confirmada como sede das finais da Liga das Nações



Continue Lendo

10 perguntas: Thaísa: “Ouvi que nunca mais jogaria de novo”



Continue Lendo