Mauro Beting fala sobre futebol, mas…



O texto é de Mauro Beting e está publicado no blog no LANCE!NET.  O tema é futebol, mas cabe perfeitamente no cenário do vôlei. Vocês concordam com ele?

O dever jornalístico deveria estar acima da questão comercial do direito do nome.

Pelo que li, ouvi e vi em alguns meios de comunicação que sofrem para conseguir patrocinadores, o Palmeiras jogou duas vezes no domingo. Por mais que Alexandre Mattos tenha comprado 165.396 jogadores, ainda não é possível o mesmo clube atuar duas vezes ao mesmo tempo, em dois lugares distintos, com o mesmo elenco agora qualificado.

Mas foi isso, embora jamais possa ser: o Palmeiras venceu o Red Bull Brasil por 3 a 2, no Allianz Parque. Ao mesmo tempo em que o Palmeiras venceu o RB Brasil por 3 a 2, na Arena Palmeiras.

Red Bull e Allianz Seguros: parabéns pelos incentivos, investimentos e patrocínios em clubes e estádios.

Mas, da próxima vez, separem um pouco dessa dinheirama para investir em empresas de mídia. Essa é a real liberdade de empresa que dá asas à mídia e segurança aos departamentos comerciais dos veículos de comunicação.

Vergonha nossa não dizer o nome próprio das propriedades. Vergonha alienada que a mídia e quem trata de mídia nas diretorias das empresas de comunicação se submeta a outras fontes de dinheiro do mesmo modo que a ditaburra do Ibope desnorteia o conteúdo.

P.S.: Não tinha visto. Literalmente. Mas até o distintivo do clube chegou a ser modificado na televisão paga.

Cada vez mais paga.

Foram tiradas as letras do escudo. Não havia como ler, ver ou ouvir o nome Red Bull.



  • Luiz

    Santa hipocrisia, até parece que blog não é relacionado a um veículo que também já manipulou as imagens do uniforme do Corinthians para não incluir a Pepsi-Cola em seu jornal.

  • ana maria

    Quem gosta de esporte se entristece com essa coisa cada vez mais endinheirada e para poucos.
    As coisas perdem o encanto.

  • Natalia

    Luiz, e o que o escritor do Blog tem a ver com isso??

  • Bernardo

    Isto tb é censura. Mas a Rede G. pode tudo ou seu canal fechado. Quando falo que esta emissora é um câncer pro ESPORTE NACIONAL seja qual for não é exagero.

  • Jorge

    A Globo faz isso a anos com a tal RBR na F1, também chamava o Pão de Açúcar (hoje Audax) de PAEC. Agora o Lance! querer falar alguma coisa é o famoso faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço, como bem lembrado pelo colega acima, já chegou até a manipular imagens para ocultar o patrocínio e agora posa de bom moço.

    • Daniel Bortoletto

      Quem nunca errou, Jorge?
      E mais: tenho liberdade para dizer e escrever que não concordo com o que aconteceu no passado.
      E vida que segue

      • “Doidinha por vôlei”

        Eu tenho verdadeiro pavor do Eurico Miranda, desde o dia que ele disse ao vivo e a cores em uma entrevista que ele ganhava campeonatos nas salas da Federação de Futebol do RJ, na época comandada pelo indefectível Eduardo Viana o popular Caixa D’Água, aliás a aliança do Eurico com o atual presidente Rubens Lopes é a continuação dos tempos do Eduardo Viana, afinal o Rubinho é discípulo do Caixa D’Água. Mas este mesmo insuportável Eurico Miranda, com todos os defeitos sobejamente conhecidos, e a parte deles. Foi a única pessoa até hoje (que eu vi e/ou tenha tomado conhecimento) que encarou e desculpem o termo mas, “cagou solenemente” na cabeça da poderosaTV Globo. Num jogo decisivo do Vasco, ele sem nada receber em troca diga-se de passagem, ele colocou o nome do SBT nas camisas dos jogadores de forma surpreendente e deixou a poderosa sem saber o que fazer para televisionar o jogo. Foi inclusive muito engraçado os câmeras fazendo as tomadas das imagens de longe e tentando evitar o inevitável, a aparição da da publicidade do nome do SBT nas camisas dos jogadores do Vasco. Apesar de considerá-lo um ser abominável neste dia achei fantástica sua atitude, corajosamente ele enfrentou a poderosa TV Globo, que ficou numa tremenda saia justa.

        • JR

          Me lembro de ter visto esse jogo com a propaganda do SBT, foi demais esse afronte contra a toda poderosa. Eurico é um cartolão, péssimo para o esporte, mas nessa ele acertou em cheio.

          No mais, a lamentar pelo incentivo q qm investe no esporte tem. O que custa chamar o clube pelo seu nome real? Se ainda fosse só o patrocínio , mas Red Bull é Red Bull, assim como nossos exemplos no volei…..

MaisRecentes

Joelho afastará Gabi das quadras



Continue Lendo

As primeiras transmissões da Superliga na TV



Continue Lendo

Vaivém: Thaisa jogará a Superliga



Continue Lendo