Mari fora da Olimpíada



Muita gente vai comentar esse post lendo apenas o título. E prevejo trabalho na moderação dos comentários.

Se muitos se assustaram com o corte de Fabíola, a ausência da Mari da lista olímpica é uma bomba atômica. E fica difícil saber o tamanho do estrago no ambiente e o quanto a ausência da camisa 7 será sentida em Londres.

Vou começar pelo fim. Mari não jogou como Mari nos últimos tempos. Ponto. Sua queda de produção é clara. E aqui estou analisando apenas a Mari, não Paula, Jaqueline, Sheilla e outras. Que fique claro. E o histórico dela é para ser aplaudido também. Mas estamos falando do hoje.

A mudança de posição é uma prova deste momento ruim vivido por ela. Como ponta, comprometia o passe. E assim ficava com a obrigação ainda maior de resolver no ataque. E a cabeça pesa muito mais nesta situação. Mari também conviveu com problemas físicos neste período, sendo o último, no ombro, um impedimento para que ela imprimisse a mesma potência de outros tempos no ataque.

Dito isso, concordo com a ausência dela do time titular da Seleção, tanto na ponta quanto na saída de rede.

Por outro lado, acho que Mari poderia estar na lista das 12 que irão para Londres, apesar de tudo o que escrevi acima. Segundo a nota da CBV, ela foi cortada por questões técnicas. O que me dá a impressão de que o físico não era mais problema. Com duas Olimpíadas nas costas, nas quais foi do inferno ao céu, Mari tem experiência para superar um momento ruim, por mais que ele seja longo. E acho que poderia, tecnicamente, ser importante na Olimpíada.

Mas estou dizendo isso de fora, sem acompanhar o dia a dia dos treinos em Saquarema. José Roberto Guimarães está perto dela, entende de vôlei milhões de vezes mais do que eu e tem informações privilegiadas de bastidores. Com certeza pesou os prós e contras desta decisão. Na quinta, Saquarema vai receber a imprensa e teremos uma melhor ideia dos motivos para o corte de Mari.

Como já escrevi antes, acho que a intenção dele é sacudir um grupo que me pareceu acomodado nas últimas grandes competições. Ele deu chances, testou e ainda assim não ficou satisfeito com algumas atletas que pareciam intocáveis. Pelo ouro olímpico, resolveu correr o risco de fazer uma grande mudança às vésperas do embarque.

Se der certo, muitos irão aplaudi-lo pela coragem. Se o ouro não vier…

E repito: poderemos ter mais notícias bombásticas. São 14 atletas treinando e mais dois cortes pela frente!



  • Marcelo

    Vou usar sua última frase. ” Se o ouro não vier…….” eu completo, com a Mari não viria do mesmo jeito !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    • Mauricio – Alegre – ES

      Marcelo, o meu pensamento é idêntico ao seu! Acho que será uma das piores participações do Brasil. Abraço.

      • Rosa

        Marcelo, concordo. Temos que deixar de se hipócritas e parar de ficar ofendendo jogadoras individualmente, a seleção num todo está abaixo do nível ou mesmo numa decrescente. Isso é comum, ninguém é melhor a vida toda, tem seus altos e baixos e o declínio tb, seja pela idade ou por questões físicas. Os torcedores adoram tirar alguém pra cristo………Mari em 2004, Dani e Fabíola no atual momento……Vai ser difícil, mas vou acompanhar o vôlei, independente de joradora A ou C ter sido cortada, amo o Vôlei e não deixarei de ver o Brasil, muito menos as melhores seleções do mundo.

      • Bom num foi né, o Brasil superou os momentos de crise, com ajuda imensa de Sheilla passou pela Russia, atropelou o Japão e virou contra os Estados Unidos com a Jaque que foi muito criticada por varias pessoas…. e hoje é bi olímpico

    • Patricia

      Porém, com toda certeza a Mari ainda é melhor do que a manca da Nathalia, tandar e sassá…e ainda arrisco a dizer que a Mari, com todo problema técnico e físico, chega a ser melhor que a Paula…Assim, não vejo muita lógica no seu corte;

  • Camila

    O problema não é cortar a Mari e sim levar a Natalia!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    • Henrique

      Concordo demais com vc!

      • Riva

        Cara eles dizer q a Mari esta ruim então pq leva a Natalia q esta a um ano se jogar me dizzzz…

  • ju

    meu deus entao ele vai levar a natalia

  • Darci

    Hum… vou rezar muito para aquela canela da Natália estar curada.

    Acho que o Zé excluiu do grupo uma excelente reserva, que bloqueia muito bem, saca bem e, inspirada, tem um grande potencial de ataque. Taticamente bem utilizada, era um grande reforço.
    Minha impressão.

    Muitas preces pela saúde da Natália, muitas.

    • Darci

      Complementando: não acho que o corte da Mari signifique, necessariamente, a convocação da Natália.

      O que quis dizer é que sem nenhuma das duas, o grupo fica bem mais enfraquecido. Por isso, a oração.

  • Rogerio

    Uma pena apesar do problemas vividos pela mari acho q ela tinha total condições de estar entre as 12..uma excelente jogadora..mas enfim agora são 14 jogadoras para 12 vagas estou na torcida pela tandara acho uma boa jogadora q vai ajudar muito o brasil nessa olimpiada…acho q independente de quem for para essa olimpiada seremos muito bem representados podem ter certeza…eu acredito muito nessa seleção.

  • tuliobr

    A lógica do senso comum manda que os dois últimos cortes sejam Natália e Sassá, ambas convalescendo de contusão, a primeira há uma temporada sem jogar e a última, como visto na Copa Yeltsin, precisando se uma sequência de jogos para recuperar ritmo e forma, um luxo que não existe mais. Porém, como o JRG nesta temporada resolveu fintar a lógica…

  • cris

    levar natalia sem condicoes ou tandarao q nao vai suportar a pressao? ta maluco esse tecnico.
    fora que a mari tava jogando bem com a fernandinha

  • Helena

    Bom, se for pelo momento atual, Fabiana tb tem q ser cortada. Mas, duvido muito q isso aconteça.
    Na verdade se fosse pelo momento atual, muitas delas nao deveriam estar lá…

    Apesar de muitos acharem q não, acho q o problema com a Mari é pessoal. As cobranças do Zé com ela sempre foram desproporcionais em relação ao restante do grupo.

    • André

      Não tem como cortar a fabiana. Como ele levaria somente duas centrais? E se uma delas se machuca? Precisa de alguém no banco para cada posição!!!

    • Manoel

      ai que vc se engana ..todos sabem que ze roberto sempre foi como um pai para a mari e o quanto ele tinha carinho por ela..nao existe isso de rixa entre ele e a mari…

      • Fabio

        Tem pai que é padrasto…

  • Logan

    “Acabou o amor” – coluna do Ancelmo Goes -, é auto-explicativa.

  • Fernando

    Todo mundo sabe que isso não foi por má fase técnica,tem uma grande Panelinha nessa seleção e não é de hoje,quem acompanha a seleção de mais tempo sabe disso.Zé Roberto vai afundar com varias jogadoras e nem bronze vai ficar.

    • Naty

      A verdade é que eu acho que a Mari estava com alguns problemas de relacionamento no grupo. Principalmente com a Sheila. E o Zé confia muito na Sheila.

  • Felipe

    Eu sou fã ilimitado – de carteirinha – da Mari. Mas me recuso a compartilhar desta atitude infantil que outros fãs, como eu, estão apresentando neste e em outros portais que discutem o volei. A MARI É UMA ATLETA DE PERSONALIDADE MUITO FORTE E MUITO COMPLICADA DE SER ADIMINISTRADA. NO RIO DE JANEIRO FOI SEMELHANTE, APÓS DUAS TEMPORADAS DE PÉSSIMO RELACIONAMENTO E UM RENDIMENTO ABAIXO DA MÉDIA QUE NÃO COMPENSAVA O PRIMEIRO FATOR, BERNARDINHO TAMBÉM “ABRIU MÃO” DE CONTAR COM A JOGADORA. Ou seja, não é só o Zé Roberto. Ter a mari no banco, nesta situação, seria muito complicado. Os problemas de relacionamento na seleção são evidentes. A mari nunca foi “unanimidade” no grupo, em termos de relacionamento, e o que sustentava sua permanência era – além de sua capacidade técnica espetacular – o relacionamento inseparável com Sheilla – a melhor jogadora da seleção já há algum tempo. As coisas mudaram. Descarto o fator técnico como primordial para esta decisão. Não há país no mundo com os recursos que nós temos. Acho que Zé tem responsabilidade no mal desempenho da seleção há poucos dias dos jogos olímpicos – mas não pecou pela omissão. É hora de pensar no grupo; afinal, o volei é um esporte coletivo…

    • romano

      – também acho isso, infelizmente a Mari sai por causa de seus problemas não resolvidos com o grupo, dava pra sentir um certo desconforto das jogadoras quando a Mari jogava, ela não se envolvia, não se conectava ao grupo e parecia não se importar com isso, no time do Rio de Janeiro ela não rendeu, e nem se doava, na Copa do mundo o grupo todo caiu assustadoramente, e não foi pela parte técnica, ninguém desaprende a jogar, ainda mais o grupo brasileiro que é experiente, é o eterno problema emocional, a concentração e o motivação pessoal. Que no time americano todo sobra, disciplina, concentração e garra.

      Os cortes do ZRG parecem querer restituir o equilibrio para o grupo, deixar as jogadoras mais leves, e tentar evitar os apagões, os momentos em que o grupo não se acerta, que acontece muito fácil na seleção. Além de equilibrar as jogadoras elas agora sabem que vão ter que lutar por suas posições. Jaqueline, espero que aprenda e jogue com mais garra, assim como a Fabiana, e mesmo a Sheila.

      Seria pedir demais que o Bernardinho também barre alguns intocáveis, mas lá o comando parece ser compartilhado com alguns jogadores, e são esses mesmos que deveriam ser cortados. Não dá para levar 3 ponteiros com problemas, foram jogadores maravilhodos, mas no presente não mais o são. Além do eterno problema dos levantadores, o filho e sempre e o outro… que agora é o Ricardinho, mas que não funcional, pra piorar agora os centrais estão rendendo muito abaixo, sobretudo no bloqueio, e mais ainda o Lucão…

      enfim, nossas seleções passam por momentos delicados e apenas um dos técnicos, até agora, está arriscando fazer escolhas dolorosas e complicadas… o que parece ser o mais correto. só nos resta torcer e comentar muito…

  • Naty

    Acho que para o Zé cortar a Mari é por que a Natália se recuperou.
    Mas na boa, ele vai levar quem como a outra oposta? Tandara?…..A Mari jogando a 50% é muito melhor que a Tandara.
    Não gostei dessa notícia….estou muito triste pela Mari.

  • tiago

    Fiquei muito surpreso, eu achei que a Mari iria, mais por causa da experiência, do título olímpico e do nome que causa respeito aos adversários. Mas analisando tecnicamente ela está muito mal, não está numa boa fase, e já faz tempo que vem jogado mal.
    Mas se pensarmos pelo lado técnico tem muitas jogadoras que também não estão bem tecnicamente e estão atravessando uma má fase, Sheila, Fabiana, Paula, etc.
    Se o Zé continuar nesse raciocínio, terá que cortar a Jaqueline ou Fabi ou Fabiana. Duas dessas terão que ser cortadas, porque não estão jogando nada, da mesma forma que a Mari.
    Se isso não acontecer, entendo que a Mari foi a escolhida para ser sacrificada para dar um recado a todas que não basta ter nome para jogar na seleção.
    Vamos aguardar o desfecho dessa novela.
    Pelo corte da mari, podemos concluir que a Natália vai.
    Eu cortaria a Jaque e a Fabi para fechar o grupo.
    O Zé Roberto me surpreendeu e vamos ver se o Bernardinho terá peito para cortar certos jogadores da seleção que também estão mal tecnicamente e fisicamente.

  • Airton

    Acho que não devemos lembra do passado de uma jogadora para convoca-la ou corta-la. O que manda é o momento, e o momento atual da Mari é ruim. Foi mal na superliga e pelo momento atual não tem bola pra jogar na seleção. Penso a mesma coisa em relação a Natália. Uma temporada inteira sem jogar, deve ser cortada. Olimpíada não é lugar para jogadora pegar rítimo. Olimpíada é lugar pra jogadora chegar “arrebentando”. O outro corte deve girar em torno de uma das líberos e da Sassa.

    • CMA

      Giba e Rodrigão podem entrar nessa sua lista do Masculino. um não jogou e o outro foi reserva no clube.

    • bruno

      se for falar em momento só a thaisa e a camila devem ser salvas

  • mari diva

    nao queria nem comentar sobre isso de tao triste.. to esperando ha dias a lista das 12. Ze Roberto acabou de entregar o ouro nas maos dos Estados Unidos. Fato é que o Brasil NUNCA ganhou nada significativo sem a Mari. E nao vai ser agora. Se ja tava com preguica de torcer pra esse time, agora posso serenamente abraçar as Russas e esperar uma decisao Russia x USA. Nojo da panela formada, da presidenta Sheilla, da senadora Fabizona, e do ABSURDO do Ze levar a Natalia. Vontade de chorar. Quero ver Gamova, Sokolova, Hooker e Tom sambando na cara de Jaquetoco e cia.

    • Patricia

      também vou estar assim como você na torcida pela Russia….é ouro é ouro…Brasil eu não quero que levem nem o bronze.

  • Michel Pereira de Oliveira

    Do jeito que vão as coisas eu não duvido que ele seja capaz de dispensar Thaísa e Fernandinha (as melhores da SFV no último Grand Prix), só pra poder assegurar as vagas de Fabizinha (que há muito não é mais a mesma; esta tem reserva à altura; Mari, que foi dispensanda, não) e Natália (que não tem a menor condição de encarar nem pelada de final de semana, face à ausencia total de ritmo de jogo.

  • CMA

    Zé foi corajoso, Mari não ganhou a vaga pelo histórico, queria que o Bernardo tivesse a mesma coragem e deixasse o Murilo e o Dante em casa.

    Mas, a Mari fará falta quando Jaque e Garay ficarem paradas em todos os bloqueios gigantes que virão em Londres.

    agora o surto do grupo de fãs mais doidos do volei será grande. Os Marifãs deixam as viúvas do Ricardinho no chinelo no quesito loucura e fanatismo.

    • Paula

      CMA, me considero uma viúva do Ricardinho (detesto essa expressão), mas tenho que concordar com você. As (os) Marifãs são os mais extremistas do vôlei. Ler os blogs hoje vai ser divertido.

      PS. Gosto muito da Mari, torci muito por ela, mas entendo o corte.

      PS2. Se acontecer o mesmo com Ricardo, também ficarei muito triste.

      • CMA

        no Orkut estão todos tendo ataque de fúria, da para rir. claro que a Mari não tem culpa de ter os fãs que tem, mas que esta engraçado esta.

      • Thiago

        “agora o surto do grupo de fãs mais doidos do volei será grande”
        isso vai ser mais impagável do que a quantidade de tocos que a Garay levará em Londres. Preparem-se: será maior do que os tocos da Jaqueline, pois o Zé acha a Fernanda Garay uma super revelação. Aham.

  • Matheus

    Por essa poucos esperavam, Zé Roberto está surpreendendo nestes cortes. Natália não está plenamente recuperada, caso contrário ele já teria cortado a Tandara, ele ainda deve ter dúvidas com respeito à oposta reserva. Acredito que ele vai seguir os passos dos técnicos italiano, americano, levando duas líberos, a fim de não causar mais impactos no grupo cortando Fabi, é uma pena, Tandara não merecia isto. O lógico levaria ele a cortar Fabi e Natália, Sassá funcionaria como uma segunda líbero. NUNCA ele faria isso, vai sobrar para a Tandara. Injusto!

  • Diego

    Concordo com a decisão do técnico, não precisa ser um “voleimaníaco” pra ter notoriedade da situação da Mari. Não é de hoje que a mesma apresenta oscilações em sua carreira, acredito que seja problemas técnicos, físicos e, claro, psicológico. A cobrança do Zé era intensa, e a atleta mostrava sinais de que não estavam rendendo o esperado pelo técnico (e por todos). É uma jogadora excepcional (como todos sabem), com vários títulos nas costas, mas o que vale é o presente, o hoje. Se não está bem, fora.

  • Raffael

    Se cortaram a Mari por problema de relacionamento, nada mais justo que costar a Sheilla tambem…ja que o problema é com ELAS, e não com o grupo.

    • CMA

      e vai ficar sem nenhuma, ele deixou a que ele acha mais importante. não vejo nada de estranho nisso.

  • Caco

    Obviamente, corte por “questões técnicas” nessa seleção. Ora, o treinador conviveu com a atleta durante anos, a chamou para treinar em Saquarema, levou-a ao Grand Prix: será que não houve tempo suficiente para o treinador perceber se a atleta tinha ou não condições técnicas para jogar? Como você convoca uma atleta para depois dispensá-la por questões técnicas? É claro que os problemas de relacionamento pesaram…
    Uma coisa é certa: com Mari ou sem Mari, as americanas são, disparadas, o melhor time feminino de vôlei. Se vão ganhar, não sei, mas acho que, dessa vez, não vai dar para o Brasil.
    Só mais uma coisa: o técnico americano é muito bom. Já desbancou o Bernardinho e vai passar por cima do Zé Roberto! Será de nó tático para baixo…

  • Neto

    To besta com o Ze Roberto, tenho que rever meus conceitos. Nunca que iria sonhar que ele tivesse essa coragem. Ele está decidido a trazer o ouro mesmo. V amos Bernardinho, siga o mesmo caminho !!!!!!

    • CMA

      isso, isso, isso.

      Coragem Bernardo.

    • Patricia

      trazer o ouro mesmo..kkkkkkkkkkkkkkk
      Mari com toda deficiência ainda é mmuuuuuuuuuiiiiiiiiiittttto melhor que tandara e nathalia manca.

      • Daniela

        não ias torcer para a Russia Patrícia?

        Puxa seu carro e seu fanatismo, busque um site russo pra vc começar a treinar sua torcida mariette.

        Fanatismo tem limite

  • Flávia

    Q O Brasil não vai ganhar já tá escrito sem Mari o Brasil não ganha NADA! Q merda… Pq não corta outras q não rendem, pq tem q sempre ser ela, ela já provou o quanto é talentosa, a Seleção vai precisar dela! E por causa de um grupo e um técnico idiota não vamos com quem vai pra vencer! Q droga… Não irei torcer pra uma Seleção assim! Vamos USA!!!!!!!!!!!!!

  • Adriano

    1)O corte não surpreende, não, pela forma como o Zé vinha lidando com essa situação da Mari, desde antes de o grupo se apresentar. Concordo com o Daniel que, embora ela não estivesse vivendo um momento técnico muito bom, podia ser muito útil ao grupo num momento como Olimpíada. Eu teria levado a Mari entre as 12; com o corte da Fabíola, por mais estapafúrdio que tenha parecido – a meu ver mais chocante que o da Mari -, eu concordo.

    2)Ele ainda tem que cortar mais duas jogadoras. Quase certeza que uma delas será a Tandara. Cada vez mais acho improvável ele não levar a Natália.

    3)O outro corte estaria entre Natália, Sassá e as líberos. Nenhum desses seria propriamente chocante, daqui pra frente. Chocante, para mim, seria ele levar a Natália. Mas agora não é mais, diante do modo como ele a carregou até aqui. Acho que realmente o mais maluco dessa história, mais que cortar Mari e Fabíola, é ele levar a Natália, nas condições em que ela se encontra. Eu vinha achando que ele poderia levar 2 líberos. Vários técnicos estão fazendo isso. Mas não sei, não. Não acredito que ele corte a Sassá, ele adora ela. E ela parece já estar recuperada. Nesse ponto, acho mais provável ele cortar uma das líberos e acredito, sim, que pode ser a Fabi.

  • Ana

    Vou comentar resumidamente: SE tivesse opções melhores, concordaria com o corte. Mas, como todos sabem, Natália, que não joga a um ano, vai para Londres. COERÊNCIA?

    Esse ciclo foi totalmente errado. O técnico só fez besteira… SE essa seleção for campeã será uma grande zebra. O tão falado merecimento de peuim não existe hoje. Qualquer seleção em Londres merece mais as medalhas do que a nossa. É uma pena.

    Eu amo vôlei fem e choro ao ver no que Zé Roberto transformou nossa seleção.

  • Luiz

    Podem acreditar. Esta história não vai acabar por aqui. Até a primeira semana das olimpiadas tudo pode acontecer.

  • Luiz

    Espero que a Mari tenha a cabeça no lugar. Pois, no Mundial de 2014 provavelmente teremos outro técnico, e a Mari pode ter mais uma chance de ajudar a nossa seleção. Até porque a seleção brasileira não vai passar das quartas em Londres.

  • Daniela

    Vamos parar com o drama, o cara já ganhou 2 ouros olímpicos. A Mari é muito boa, mas não está no melhor momento, o grupo anda frágil e precisa de união e não o contrário.
    Agora ficar com essa histeria que agora que o Brasil não ganha nada por causa da Mari ou Fabíola? Haja paciencia… quem tá jogando bem, o fino da bola é a Thaissa e a Brait, o resto estão como pipocas no carnaval de Salvador, atrás no trio em busca do ritmo.

    Com Mari ou sem Mari o Brasil ganhará ou perderá do mesmo jeito. Vamos cair na real né?? Mari 2008 não existe mais.

  • daniel

    LAMENTÁVEL! Motivos técnicos? Os mesmos motivos técnicos que a cortaram em 2007.
    São as questões técnicas que garantiram Dani Lins, uma levantadora em pane, que em 4 anos não teve uma atuação relevante. E Jaqueline? Em 8 anos de seleção essa moça nunca foi decisiva e que jogo após jogo afundou o time no Grand Prix com passes bizarros e um ataque medíocre,e ainda deve ser titular. Realmente, por questões técnicas, Fabi será a líbero principal e Fabiana, a capitã.

  • Rodrigo

    E a Jaqueline vai né?

    • daniel

      Qual a dúvida?

  • Mauricio

    façamos as nossas apostas…

  • Mauricio

    to achando q ele ta escondendo o ouro! afinal, qual a logica de divulgar esses cortes, pouco a pouco? nao seria também uma estratégia em tempos de internet e fácil acesso a informação?

    quem pensou que o ZRG estava colocando apenas jogadoras selecionaveis no Grand Prix, e aqui incluo os outros tecnicos, se enganaram, vao ter que rever os arquivos em video de campeonatos anteriores…hehehe

    Enquanto todo mundo achava que Fabiola e Mari, só porque entraram em jogos do Grand Prix, estariam em Londres, se enganaram. Deixaram de se preocupar e estudar a Dani Lins para focar na Fabiola, por exemplo.

    E a Tandara que mal vimos jogar?

    Agora vem as surpresas do sr. ZRG. Vamos a Londres com o que temos, po***!!! Medo do que?

    • Thiago

      A surpresa vai ser a Tandara saltando do chão, agora, duas agulhas deitadas.

      • Rafael

        Q tal olhar o alcance de ataque dela no site da FIVB???

      • Fabricio

        HAHAHAHHAHAHAHHAHAHAHHAHAHHAHAHAHHAHAHHAHAHHAHA
        nunca li nada tão engraçado…

  • Annie

    Informações de quem tá em Saqua (e disse sobre o corte de Mari na web antes de todo mundo): Todos os cortes já foram feito, mas só o de Mari foi anunciado, e os motivos alegados não foram os mesmos ditos às jogadoras; ZRG cortou a Mari a pedido de alguém; Sheilla não vai ter reserva.

    • Selma

      O pedido para cortar a Mari partiu do Paulo Côco (eterno assistente técnico do ZRG e que nunca será técnico principal da seleção por ser como é …) O mesmo menino da seleção juvenil já contou o que rolou no treino. A Mari se desentendeu com o Paulo Côco, ele ficou puto e peitou o ZRG. O Zé (mané) se sentiu ameaçado e com medo de perder as rédeas da seleção, cortou a Mari, dando razão ao seu eterno puxa-saco e sombra, Paulo Côco. Ele somente se esqueceu que quem ganhou a medalha de ouro na Olimpíada de 2008 foi a Mari e o time dentro de quadra. O boneco de posto, chamado Paulo Côco, pelo que sei não foi nada, além de assistente técnico. Até desempregado ele estaria (porque o time feminino do Volei Futuro está extinto), caso o Zé não arrumasse um emprego para ele como puxa-saco no time do Amil-Campinas. Pronto, falei!

  • alex

    Muito triste. Vou torcer contra! Sim, tenho direito de torcer contra por não concordar com sacanagens. Alguns dirão que tal conduta é ridícula de uma pessoa Marifã. Realmente sou fã da Mari mas entendo um pouco de volei como muitos aqui. Não houve motivos técnicos. Somente via os jogos de volei feminino pela presença da Mari e para torcer contra as injustiças de que ela foi vítima. Zé Roberto caiu demais no meu conceito. Sempre tratando Mari diferente das demais atletas com cobranças indelicadas. Lamento demais!

  • Marco

    Brasil acabou de ganhar………. Um torcedor a menos! Nao da para torcer por uma panelinha! Muito triste ver o que acontece com a selecao…. Egos acima de um desejo de uma Nacao!

    • CMA

      Egos acima de um desejo de uma Nacao! o que é isso, que desejo da nação é esse?

      o desejo da nação é a medalha de ouro.

      • Fabricio

        oi? o treinador de sua seleção vai levar a londres uma jogadora que não salta há 1 ano… ele está pensando na nação?? por favor…

        • CMA

          novamente, o desejo da nação é a medalha de ouro, que desejo que você esta falando diferente disso.

          a nação pouco se preocupa com os problemas pessoais da mari ou de qualquer outro atleta.

          • mari diva

            fale por vc, meu caro. nao pela nacao.
            o desejo por medalha de ouro esta diretamente ligado aos problemas dos atletas. sao eles os compeoes. o problema eh que o ego subiu a cabeça de tecnicos acostumados a vencer e eles agora querem aparecer mais que os atletas.

  • Wasley

    O corte da Mari não chega a ser surpresa. O José Roberto poderia muito bem nem tê-la convocado para as últimas competições, visto o seu rendimento no último ano. Ele a chamou pelo seu passado junto à seleção e o seu (enorme) talento como jogadora. Sou fã dela, mas infelizmente estamos em um momento muito especial e acho que a sua participação no Grand Prix foi aquém do esperado. Agora temos as prováveis opções para a posição de oposta: Tandara e Natália. Pelo que já havia postado, a Tandara seria a opção mais provável visto que ela jogou várias partidas pela seleção e foi bem na maioria delas. No entanto, concordo com muitos aqui: a Natália deveria ter sido a primeira oposta a ser cortada. Não porque não tenha potencial, mas sim pelo risco de utilizar uma jogadora que não joga há muito tempo e ainda não tem tanta experiência internacional para estar nas Olimpíadas. Se ele não a cortou, é porque deve estar na dúvida de lançá-la como elemento surpresa, apesar dos riscos inerentes. Espero que a Natália esteja bem fisicamente porque é uma jogadora jovem, de ótimo ataque, que estava evoluindo muito nos últimos anos, e que poderá estar nas próximas Olimpíadas. Estou começando a acreditar que ele escolherá a Natália. Já para a posição de líbero, acho que chamará a Fabi, com a Sassá ocupando uma posição de curinga, embora ache que a Camila esteja em uma ótima fase.

  • daniel

    Depois deveríamos votar qual foi a pior de ZRG neste ciclo olímpico?

  • Annie

    O Brasil ontem fez um jogo contra os juvenis do Brasil, e quem viu disse que a Mari bloqueou algumas vezes os meninos de 2,00 m de altura, e que passou pelo bloqueio deles. No final eles foram pedir autógrafos a ela. QUESTÕES TÉCNICAS?

  • Annie

    ZRG em entrevista a um jornalista semanas atrás: “Não existe razão alguma para a Mari não ir para as olímpiadas, preciso dela.” Alguém pediu o inverso a ZRG e ele acatou.

    • Sempre mari

      Annie fale +, essas fontes são confiaveis?tô muito triste com esta noticia, deusa mari, brilhara na turquia, pos medalha esquece.

    • romano

      – pow , se isso for verdade seria o mesmo que aconteceu com a seleção masculina, quando alguns jogadores viraram “donos” da seleção, os mesmos que agora não rendem e nem jogam como antes, e seguem como líderes… apenas do glorioso passado. Não achei que a Sheila tivesse essa vocação…

      • Annie

        Sim essa fontes são confiáveis, mas acho que Bortoletto não permite que eu diga a fonte, por se tratar de concorrente. Se ele deixar eu digo as fontes.

        • Daniel Bortoletto

          fiquem à vontade

          • Annie

            O repórter do melhor do vôlei revelou em seu twitter @adririo que fez essa a entrevista com ZRG. O site está fora do ar e ele ainda não pôde postá-la.

          • Annie

            As outras fontes são jogadores da seleção juvenil que estão em Saquarema. O menino falou no twitter antes de todo mundo que Mari tava fora, às 14:40. o site da CBV anunciou às 16:03. Ele disse também que Sheilla vai sem reserva, e que ela é pivô na saída de Mari; que a Sassá vai pra Londres; que os dois últimos cortes são bombas e já foram feitos às 15h de hoje; que gostaria de falar mais , mas tem medo.

          • marcos

            Pessoal….Não era só com Sheilla que a Mari tinha problemas de relacionamento…parecia ser com grande parte do grupo….então, o pedido pode ter partido de qualquer pessoa ali…..Não sinto que isso combine com a Sheilla…ela parecia não incomodada com a Mari ali, mas com a situação em si…

        • Fabricio

          não precisa dizer a fonte… apenas diga a verdade…

        • Julia M.

          não precisa dizer a fonte… apenas diga a verdade…²

          Olha Annie, me desculpe… mas esse cara do qual você passou o Twitter não tem postura de jornalista.
          Que ele fosse amigo de infância da Mari, um jornalista não escreveria as coisas que ele escreve naquele Twitter. Mesmo ele dizendo que é um Twitter pessoal.
          O cara retuitou uma ofensa ao Voloch, que até agora foi o único que falou abertamente que o problema maior era de relacionamentos no grupo para o corte.
          Ele pode ter as melhores fontes e os melhores contatos.
          Não me passou credibilidade nenhuma. Além do mais, essa famosa entrevista com o ZRG nem foi publicada ainda.

    • Naty

      Annie, então conte as fontes, mas cuidado com os jornalistas fofoqueiros…tá cheio por ai….principalmente em outros blogs…..
      Eu sinceramente não acho que ZRG cortaria a Mari por que alguém pediu o contrário. O ZRG não precisa se submeter a isso. Pode ganhar milhões em qualquer seleção do mundo. Se ele cortou a Mari, tenho certeza que ele decidiu, pode ter tido a opinião de outros, mas sua decisão é soberana.
      Deve ter aparecido alguma bomba daquelas…..alguma briga……algo aconteceu para o ZRG mudar de opinião…….
      O “questões técnicas” realmente não cola…ficou estranho, pois muitas ali estão com péssimo nivel técnico……

    • Julia M.

      O dono do blog liberou Annie. Quais são as fontes?
      Até onde eu vi da entrevista do Zé Roberto ao Kfouri, parecia que estar ou não na Olimpíada dependia única e exclusivamente da Mari. Dela QUERER ser ajudada.
      Sou uma fã dela é estou muito decepcionada por ela não ir a Londres, mas eu duvido muito, até pelo passado delas, que a Sheilla tenha pedido ou feito campanha pra que a Mari não fosse convocada.
      Concordo que havia cortes mais coerentes a serem feitos, mas não creio que alguém tenha pedido deliberadamente a cabeça dela.

  • César Castro

    Cara, que notícia triste. Estou meio sem ar.

    Claro que todo mundo sabe da fase da jogadora e tudo…

    Fico triste pela situação. Poderia ter terminado diferente…

  • bruno

    nem vou me preocupar em ver olimpiadas esse ano:1 pq a record vai transmitir 2 o volei NAO VAI TRAZER MEDALHA o masculino cai nas quartas e o feminino nem da primeira fase passa esse ze é muito burro cortar a mari é inaceitavel espero q o brasil perca todos os seus jogos

  • Adriano

    O Alê Oliveira comentou agora no Tá na Área que conversou com a Mari, que ela disse que vai esperar o Zé falar para se manifestar, mas que, a princípio, ela não concorda com a justificativa de “deficiência técnica”.

    Ele não comentou muito além disso, mas, em relação à Natália, deu a entender que um dos pontos fortes dela é o fato de ser “boa de grupo”. Não acredito que ele iria especular qualquer coisa em relação ao comportamento da Mari na seleção, mas acho que diante dessas questões, não é mais só fofoquinha. Fica bem claro aí que há uma tensão no relacionamento da Mari para com o Zé e possivelmente para com o grupo – ao menos, aos olhos do Zé.

    E, realmente. Ela não estava 100%, mas no GP, tecnicamente, ela vinha se recuperando, já rendendo bem mais, ao menos que na Copa do Mundo e na Superliga.

  • Edson Pelegrino

    Se o corte é por questões técnicas que a próxima seja a FABI.

  • Thiago

    Bah, então a coisa é mais estranha do que parece. Ela vai “aguardar” o ZRG comunicar? Então ela não sabia e a nota sai oficialmente na CBV pro mundo ver?
    To tentanto entender, mas tá difícil. Eu tava achando uma injustiça a Sassá não estar entre as 12 (quando a imprensa simplesmente esqueceu que ela existia, embora eu achasse que ela ainda estava na briga), mas agora me acho burro. Uma coisa é eu achar que uma jogadora tipo a Sassá pode ajudar numa hora de dificuldade, um grupo que conta com pseudos-talentos tipo a Garay e pseudo-ponteiras tipo a Jaqueline, e que seria injustiça deixar a Sassá de fora dessa realidade. Outra coisa, e daí vem a minha burrice, porque eu nao tava entendendo como a Mari não é TITULAR no lugar da Jaqueline e/ou da Garay, é imaginar que ela sequer estará entre as 12. Ou seja, em um universo de 6 possíveis ponteiras, ela não está entre as 4 ou 5 melhores, já que foi anunciado primeiramente seu corte. Sou burro, definitivamente. Sempre admirei o Zé. E vou admirar mais se ele provar que eu, realmente, sou burro, e que nao precisaremos de Paula e Mari nas pontas pra pôr bolas no chão contra Russia e EUA.

  • Fábio

    Questões técnicas. Sei…
    E a Jaqueline? Passe podre e ataque medonho. Vai pra Londres também por questões técnicas – é amiga do técnico.

    Na boa, essa seleção tá parecendo um comercial de Pantene. Cansei.

    Agora é torcer pra Mari se recuperar na Turquia e nunca mais aceitar convite pra seleção enquanto o sonolento do ZRG dirigir essa panela. Que se naturalize turca, alemã, qualquer coisa.

    Sheilla não pode estar com essa moral toda pra não ter reserva. Joga bem, mas quase não bota mais bola no chão. Tandara só pode ser piada não é possível… Em que mundo esse cara vive?

    • Edson Pelegrino

      “Comercial de Pantene”…kkkkkkkkkkkkk!Na verdade Fabio o grande problema é a relação ruim de Mari x Sheilla.Tomara que ela se recupere na Turquia mesmo e não aceite mais jogar na seleção!

  • Lucas

    A Mari não é uma craque que passa por um mau momento, mas sim uma jogadora mediana que teve uma ótima fase em 2008 e só.

    Em bolas decisivas ela costuma errar sempre, não tem carisma, vibração, não impõe respeito ao adversário, quando erra se perde no jogo, etc. Por isso, ao contrário da grande maioria, acho o corte dela corretíssimo.

    E quem fala que a Fabiana merece ser cortada, deveria se informar melhor e ver como foi sua última temporada no voleibol estrangeiro, simplesmente uma das melhores centrais…

    • Fábio

      Acorda moleque!
      Você acompanha vôlei desde quando? de 2008?
      Mari já surgiu craque e essa fase durou, pelo menos, 6 anos!
      2008 foi só o outro olímpico, mas em 2004 ela já jogava demais, e como oposta!

      É cada coisa… Você pode concordar com o corte, não é problema nenhum, mas estuda antes de falar asneira.

      • Lucas

        quem é você pra me chamar de moleque?

        entre 2004 e 2008 só me lembro de uma grande atuação dela em uma final de superliga… tirando isso, a mesma pipoqueira de sempre, errando nas horas que o time mais precisa…

        mari tem muito nome e pouco volei, existem muitas outras atletas melhores que ela e que não ganham o devido destaque..

        • Daniel

          Desculpe Lucas, mas a Mari é craque sim. Infelizmente diversos problemas físicos e alguns particulares a atrapalharam nestes últimos anos. Em 2004 foi a melhor jogadora do Brasil na olimpíada. Vangloriamos a Gamova com seus 31 pontos na final do último mundial, mas naquela fatídica semifinal de 2004, Mari fez 37 pontos mesmo com todos os erros. Faltou experiência para colocar a última bola no chão, mas ela e Fernanda Venturini jogaram praticamente só o jogo inteiro, tanto que mesmo com os erros a bola continuava indo pra ela. E na semifinal de 2008 se alguém jogou muita bola foi ela. Hoje está longe de ser a mesma craque de antes, mas tecnicamente poderia sim ajudar a seleção em Londres.

          • Lucas

            O que eu estou tentando dizer é que ela tem muito mais momentos em baixa na carreira do que em alta…

        • Ismael

          Louco… me fale quais atletas são essas que jogam muito mais que ela. Me diga 5 por favor !

  • CMA

    espero que a Natalia va e jogue muito, porque Sassa, Jaque e Garay não passaram pelo bloqueio de ninguém

  • João Neto

    Leia o blog do Voloch no UOL. A razão não é só técnica não.

    • César Castro

      Por favor, vamos manter o nível….

  • Luciano

    Aí se dá um grande passo para o futuro do volei brasileiro. Não desmereço de forma alguma as conquistas que a Mari teve em sua carreira e tb na seleção. Mais venhamos e convenhamos, não estava mais rendendo seu voleibol a muito tempo. O que o José Roberto Guimarães fez o Bernardinho não tem peito pra fazer. Valeu Zé.

  • Eduardo Araujo

    Uma coisa eu digo pelas as atitudes que o ZR tomou, se ele não trazer uma medalha quem vai ser dispensado no aeroporto dessa vez vai ser ele e por telefone!!!

  • DANINEL SE O CORTE DA MARI FOI O FISICO O DA FABIOLA PQ FOI ? TREINADOR SEM NOCAO

  • Afonso RJ

    Nem sei o que dizer. Sempre fui fã incondicional da Mari, mesmo em seus momentos mais difíceis (pós Atenas), e acho que ela foi uma das principais responsáveis pela conquista de Pequim.

    Fico imensamente triste por ela, e lamento muitíssimo o seu corte, mas quem sou eu para questionar o Zé? Por aí fala-se muito das dificuldades de relacionamento dela com o grupo e particularmente com a Sheilla. Essas coisas nunca ficam muito claras em público por envolverem o lado pessoal, e ninguém fala disso abertamente, mas se realmente existem certamente são do conhecimento do Zé Roberto. O vôlei feminino sabidamente tem um componente emocional e não tenho a menor dúvida que o Zé sabe o que faz.

    Me recordo do próprio Zé Roberto declarando que atualmente o vôlei de alto nível necessita cada vez mais de atacantes altas e de força, e a Mari se encaixa bem nesse requisito. Com o corte dela, vejo uma probabilidade maior que ele leve a Natalia, mesmo voltando de contusão. Ou então aumentam as possibilidades da Tandara, que a meu ver corria por fora como azarão (ou azarona?).

    Vamos ver o quanto o grupo vai render daqui para frente em Londres. Mesmo com o coração partido pela ausência da Mari, continuo torcendo. Agora com menos esperanças ainda, e com previsões sombrias, mas continuo torcendo.

  • Marco

    1 – Passado e nome não ganham jogo.
    2 – Arriscar colocar a Mari na reserva, em detrimento da Tandara (que fez um bom Grand Prix e uma boa Superliga), por questões técnicas não me parece coerente, já que a atleta em questão não rende tecnicamente desde a Superliga 20012/2013. Levar ela à Londres e colocar ela na reserva para entrar em quadra e não resolver jogo não adianta de nada.
    3 – Todos nós sabemos (inclusive o ZRG) que a Mari tem uma capacidade admirável de superar momentos ruins. A questão é: faltam menos de 20 dias para o início dos Jogos Olímpicos e eu não me arriscaria manter uma jogadora numa fase ruim como a Mari no lugar de outra que vem melhorando cada vez mais e numa melhor fase técnica que a primeira.

    • lucas

      “já que a atleta em questão não rende tecnicamente desde a Superliga 20012/2013”.

      a superliga 2012/13 nem começou ainda e Mari vai jogar na Turquia na próxima temporada!!!

  • Sa

    Concordo com sua visão.
    A Mari está muito abaixo de sua própria performance média. Mesmo assim, a experiência e seus recursos técnicos a colocam no mesmo nível ou um pouco acima de suas concorrentes de posição, com exceção claríssima feita a Sheilla. Sua participação no Grand Prix foi boa nas passagens que teve, mas acredito que a opção do Zé Roberto tenha sido menos técnica e mais motivacional.
    Problemas com o grupo, questões pessoais que minam a confiança ou a concentração da atleta. Essas coisas que a gente quase nunca vê porque acontecem mais claramente fora dos jogos.
    Lamento pela seleção que perde uma baita atleta mesmo que em má fase e lamento pela jogadora que nutriu o sonho de estar em Londres por 4 anos. Torço pelas duas, a seleção e a atleta, mas hoje torço um pouco mais pela atleta porque ela ficou sem o sonho ou os planos feitos enquanto a seleção ainda pode sonhar com tudo que há pela frente.
    Boa sorte pra quem vai e pra quem fica.

    • lucas

      MELHOR COMENTÁRIO DE TODOS!!! meus parabéns sa!

  • Tadeu

    Suspeitava que a Mari poderia ser uma das jogadoras cortadas da seleção com base no corte da Fabíola,que foi muito mais utilizada em relação a Dani Lins no GP e mesmo assim sofreu o corte.Mas sinceramente,acreditava na saída da Tandara primeiramente,visto que tem aguardado a tão esperada recuperação de Nathália.Tandara pode demonstrar até maior rendimento nos treinos em relação a Mari,fez alguns bons jogos no GP mas até agora não convence nas horas decisivas em que na maioria dos casos a responsabilidade é jogada pra cima da oposta,tanto que foi substituída pela Mari na final da primeira fase do GP.Na minha opinião.Mari evoluiu em relação a SL,estava evoluindo na seleção nos ataques já que nos bloqueios ela mandou muito bem e(minha opinião) tem maior fator de decisão em relação a Tandara por conta de sua forte personalidade.Mas ninguém sabe o que se passa nos treinos de saquarema.Posso fazer outra previsão,mas acho que a saída de Mari reflete na convocação de Nathália.Por último,é um erro supor que Sheila não precisa de reservas.A oposta tem jogado bem,mas não como a Sheila antigamente;tanto que em um jogo decisivo contra os EUA foi substituída pela não mais convocada,Mari.

  • Gosto muito da sheilla e não vou deixar de gostar dela… comecei a acompanhar o voleibolfeminino a partir da olimpiada de atenas, quando vi um monstro chamado MARI…excepcional jogadora!!!! depois vi um grupo mais talentosa que sempre brigava intensamente em jogos com a china e passei a admirar todo um grupo e o resto todos nós sabemos… Sinceramente ~eu acho que a unica jogadora que poderia ter crédito pelo que já fez de sobras na seleção e cava a vaga pelo nome , seria a MARI .. e acho que ela não tem necessidade disto !!! visto que tranquilamente pelos jogos que vi poderia ser reserva da Sheilla! e dar bagagem ao grupo e ser uma boa opção no banco já que em um momento de dificuldade e ela estando inspirada poderia acrescentar muito !!!e acho que tem outras jogadoras que estão cavando uma vaga pelo nome!!! visto fabi !! sem comentários !! e a Jaquline com seu ótimo passe e xcelente fundo de quadra !!! cara a ;jaqueline no mundial de 2006 passou muito bem e deu volume de jogo .. mas hoje é só pelo nome mesmo !!!

  • Ede

    Não sei qto aos problemas de relacionamento, mas abrir mão de uma jogadora como a Mari é arriscar mto pra quem quer um bi olímpico e tem uma seleção em q todas as jogadoras estão rendendo mto abaixo do q podem. Fabiana, Paula e Jaqueline a algum tempo não vêm jogando mta bola. Até a nossa grande líbero está jogando um voleibol pequeno. Natália é espetacular, mas o q será q poderemos esperar dela vindo de tanto tempo de inatividade? Apostar em Tandara como oposta reserva é apostar mto alto. Ela tem explosão, mas erra demais. De qq forma, é mto melhor q a Joycinha. Mas tá longe de ser uma Mari. Em termos de levantadora, estamos mto mal tb. Mas não temos opções (diferentemente do masculino, em q o Bernardinho prefere abrir mão do melhor em atividade: William). Ainda faltam 2 cortes. Só nos resta torcer pra q o Zé tome a melhor decisão e q nosso vôlei continue nos dando mtas alegrias.

  • Marcio

    O problema de relacionamento dessa vez foi feio mesmo hein. Em 2008 eles conversaram e se acertaram. Dessa vez, não foi possivel. Lamentavel…

  • maria

    Disse quando do corte de Fabíola se ele utilizasse a mesma lógica, Mari seria cortada porque Tandara as poucos vezes que jogou no GP se houve melhor do que ela.

  • Rafael Pais

    Estou revoltado com a falta de coerência do José Roberto. Se fossem levados em conta os critérios técnicos, a Fabi e a Fabiana já deveriam estar em casa. Insistir na Natália recém-operada e na Sassá com tornozelo torcido e cortar a Mari, com 2 Olimpíadas na carreira, é demais pra mim. Até porque Paula e Jaqueline estão super meia boca. Dá vontade de torcer contra, já que ele não vai ter coragem de cortar a Fabi.

  • Josie

    Só espero que a Mari seja bem orientada e nao ‘fale’ com a cabeça quente. Seria dar motivo para o corte… Espero que ela supere esse momento e chegue com gás total para a temporada turca, e voe, e se saia bem para voltar a seleção com a nova comissão técnica. em 2016 ela estará com 32 anos , portanto , podendo integrar a seleção.
    Agora, se o ZRG que chocar m esmo, sacudir a seleção que leve a Gabriela .
    Mari nao esta no melhor da forma , mas tirando a Thaisa quem esta? Outra coisa, se ele vai levar a Tandara como ela esta ? porque nao foi testada quem lembra os jogos do Gran Prix que ela entrou?
    Se ele quisesse teria feito a conciliação do grupo, porque antes de Pequim ele foi atras da Mari e a reintegrou depois do corte dela no pan…

  • Martinho Carvalho

    Amigos simplesmente Mari foi o bode expiatório não da seleção feminina mas de todo o volei brasileiro, a paula Pequeno em cinco sets põe duas bolas no chão, a Sheila umas duas também, a Jacqueline pelo amor de meus netinhos nem se fala, só estão sobrando a Thaysa, a Fabiana, a levantadora e a nova líbero, a Fabi morreu e esqueceu de cair, e o resto é como carro velho problema de junta. No masculino virou uma pandega, estão acabando com o Wallace, o menino de Minnas só é aproveitado quando não tem mais jeito. Agora Murilo, Giba, e outros menos votados nem se fala. Mirem-se no time de Cuba a idade média 22 anos, e eles vão longe, Polonia nem se fala e nós. óóóóóó topo top

  • Martinho Carvalho

    Eu nunca pensei que o volei brasileiro passasse a se espelhar no mediocre futebol brasileiro.

  • Rodolpho Araujo

    Amigos…

    Precisamos de jogadoras que vibram a todo momento, não de jogadoras como a Mari que sentem a pressão e se tornam neutras na partida.

    Vamos lamentar sim pela Fabíola que é a melhor levantadora disparada que temos, mas o lerdo do JRG não tem olhos para enxergar o que está estampado na cara dele…fazer o que né!

  • JFS

    Estamos em um pais realmente muito atrasado, em todos os aspectos.
    O talento é nato precisa ser valorizado e respeitado, estamos analisando somente a atleta, esquecemos o time que ele joga, se é fraco ou não, se o técnico errou ou não.
    A Mari de 2008 ou de 2004 contra a Russia (19 anos, 37 pontos, recebeu a culpa sozinha, aonde a culpa foi do técnico que não soube parar o jogo) continua com o mesmo talento, precisava sim! ser considerado e valorizado. Esse mesmo técnico que ficou em cima do muro em 2004 está nos tirando nossa chance de ser bi e nossa motivação para torcer. Como na politica, somos roubados e não fazemos nada.
    Caso a Mari fosse dos EUA, da Russia, da Itália…; seria considerada a maior jogadora de todos os tempos, nessas seleções os técnicos são apenas técnicos.

  • mari diva

    “Sheilla Castro pode ser BI. Mari nao. No minimo ironico, nao?”
    (@RenataFa2012)

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Rogerio

    torço pra que a tandara vá e cale a boca de muitos aqui…

  • Rosa

    Bom dia, Daniel!
    Pra mim, o relacionamento entre Mari e algumas jogadoras da seleção (em especial a Sheilla), pesou mais que o aspecto físico e técnico. É muito difícil trabalhar, com um grupo totalmente dividido e como Mari não está no seu melhor momento, foi mais fácil cortá-la em prol do grupo.

  • Lucas

    Mari sempre teve suas qualidades no ataque , porém sempre foi uma jogadora que na hora certa não tinha a frieza necessária para decidir , já comprometeu o brasil em diversos jogos .

    • Ismael

      Meu quando a Mari comprometeu o Brasil ? Para com isso. O povo louco !

      Alguém lembra que na semi de Atenas ela fez quase 40 pontos sozinha… alguém lembra quem era a ponteira que estava na rede virando bola nos últimos pontos em Pequim ?

  • be

    mais um erro feio do tecnico antes das olimpiadas, só espero que ele leve a camila brait, se não, as coisas vão ficar ainda pior

  • tiago

    Daniel, você sabe o motivo do corte do oposto Renan Buiate e do central Isac da seleção de novos que está disputando o Pan?
    Eles tinham sido chamados e depois foram substituídos.
    Grato.

  • Nágela

    Eu particularmente desanimei com essa noticia sobre a Mari. Se estamos falando em tecnica todas estão mto abaixo do esperado.. e não venham me dizer q Paula, Jaque, Garay ou qquer outra ta boa no passe q isso é mentira.. nem Fabi ta bem. E Mari não teve a mesma oportunidade q as demais.. ela qdo erra sai, as demais ficam em quadra isso é FATO.. é so assistir um pouco de volei pra ver isso. Brasil nunca ganhou nada sem Mari e me desculpem o pessimismo agora é q não vão ganhar mesmo.
    E não em digam q cortar uma jogadora cm poder de decisão pra dar sacudida no time q pra mim isso não funciona. Natalia ta a 1 ano sem jogar.. nem ela jogando uma partida toda agora faria alguma coisa.. se as demais estão sem ritmo de jogo imagina quem ta a 1 ano fora.. Pura BURRICE deste tecnico.

    Alias ele e suas cagadas… Espero q ele seja homem desta vez e assuma seus erros pelo fracasso e não culpe uma outra jogadora por suas burrice.

  • Leo

    Triste a ponto de chorar! Foi assim que fiquei quando li essa noticia. Sinceramente nao sei o que acontece nos treinos em Saquarema, mas cortar Mari ao invés de Jaqueline é revoltante. Esta ultima jogadora é talentosa? Sim, é. Mas nunca foi decisiva! Mari com todos os seus problemas técnicos é superior à Jaque! Sheilla, ao meu ver, não seria capaz de “pedir” a saída de Mari…de fato nao sei o que houve, mas que o negócio ta feio, isso ta! Torcerei muito pelo Brasil em Londres, mas se não ganharmos o ouro, não ficarei tao triste assim! Espero que Tandara vá…

    • OSA

      Jaquele é Ponteira e Marianne é Oposta na Seleçao

      Agora se vc quizer vá afogar as magoas num boteco !!

      • Leo

        Mari joga como oposto, ponteira e central! Jaqueline nem de ponteira faz um jogo que preste! Quero ver quando estivermos jogando com times de bloqueio alto e a Jaque parar neles nas horas decisivas. Jaqueline é jogadora de clube e não de seleção! Ponto!
        Vc nao entende de nada, OSA!

      • Leo

        E outra, TU tbm és burro. Nao sabe nem escrever o nome de sua atleta preferida! O nome é JAQUELINE e não JAQUELE! JUMENTO!

  • OSA

    Foi surpreendente mas correta a decisão do ZRG em cortar a Marianne, isso mesmo a queridinha dele, fato é q ela não joga um voleibol de alto nivel á 2 anos, juntamente com problemas particulares e fisicos fez o q ocorrece um declinio em sua carreira, normal em todo atleta de elite, infelizmente nós não vamos ver mais a Marianne aquela craque da Seleção e do Osasco……..o dificil agora é aguentar o chorôrô das Marizetes

    Mas a peregunta q fica é se o ZRG vai levar a Tandara Caixeta de Oposta ou vai arriscar tudo na Natalia Zilio de Oposta ??????

    Dificil saber o q passa na cabeça deste Zé !!

  • OSA

    Foi justo o corte da Marianne

    Mas e agora o ZRG vai levar a Tandara Caixeta de Oposta ou a Natalia Zilio de Oposta ???

    • Adriano

      Na cabeça do Zé, não existe isso de “essa é oposta”, “essa é ponteira”. Assim como não tem essa separação de “agora a Mari vai ser oposta, esse ano”, também não tem essa de “a reserva da Sheila vai ser a Tandara. ou a Natália”. Quem era a reserva da Sheila em 2008? O Zé vai levar a combinação de atletas que ele julga melhor. Por isso, as dúvidas ainda são entre jogadoras de posições diferentes.

  • Leandro

    Nunca achei que tanta gente gostasse da “fraca” Mari !
    Vou torcer peolo BRASIL independente de quem estiver lá.

    • annie

      FRACO É TU, NINGUÉM!

  • Rogerio

    DANIEL,

    O Anuncio dos 2 nomes que restam vão ser anunciados amanhã? vai ter uma coletiva de imprensa tem alguma programação???? horas?

    • Daniel Bortoletto

      coletiva é da Mari. Os cortes são em Saquarema. Coisas diferentes. Imagino que seja amanhã

  • Depis do corte da Mari,eu acho que o Zé Roberto esta de “luto”foi ele na época em que era tecnico do BCN osasco conheceu a Mari,que estava na reserva da Bia,e acreditou no pontecial da atleta,deu a ela responsabilidade de ser titular do BCN que era campeão da super liga,quando assumio a seleção Mari foi sua titular absoluta,defendeu sua atleta depois daqueli jogo fatidico Brasil x Russia, jogos olimpicos de Atenas,no ciclo olimpico de pequin surgiu a Sheilla, e a Mari foi atuar com ponteira e foi muito bem,mas há outro aspecto a ser levado em conta neste ciclo olimpico eu não me lembro da Mari ter jogado uma grande partida,portanto o Zé Roberto que conhece a Mari des de garotinha teve o despraser de escluir-la da lista,e deve estar chorando como a maioria dos fã da Mari eu me incluo nesta maioria.

    • bruno

      excluir é com ”x”!!

  • Henrique

    Amo a Mari, primeiro fato. Após o corte da Fabíola eu esperava que ela fosse cortada, pois na fase final do grand Prix as duas eram as reservas que o Zé usava para a inversão do 5-1. Sinto muito pelo corte mas o da Fabíola me chocou muito mais, afinal a Mari precisa realmente ficar 100% para uma competição desse nível, e de alguma forma, como sabemos que o Zé tem muita afinidade com essa jogadora, acredito que ele possa ter feito isso isso para poupá-la de duras críticas no caso de não atuar bem. Acredito que com esse corte a Tandara será a reserva imediata da Sheilla. Por outro lado, sabemos do potencial dessas meninas, mas o problema de postura derrotista que elas entram em quadra é notório e a Mari é uma jogadora muito “na dela”, o que faz com q nos momentos mais complicados ela não seja assim tão útil em termos de colocar o time pra cima… Torço agora para que o zé não opte em levar a Natália que, apesar de grande jogadora, está há muito sem jogar e também pelo fato de que, como não temos nenhuma grande levantadora, o ideal seria focarmos num passe perfeito para concluir as jogadas, o que me leva a torcer pela ida das duas líberos: Brait e Fabi. Essa não é a seleção dos nossos sonhos mas continuo acreditando no imenso conhecimento do zé e em jogadoras como Paula Pequeno e Thaísa que, a meu ver, fizeram grandes competições tanto na Superliga quanto no grand Prix apesar da prata.

  • Guilherme rezende

    Poxa a Mari não vinha em bom momento…além do mais se a história de que ela não tava se dando bem com o grupo for verdadeira, o que eu acho que é, foi melhor cortar

    • Ismael

      Acho que seria melhor cortar esse seu comentário indevido… Mari é diva

  • Não posso deixar de concordar com o corte da Mari- afinal, quem não joga bem, não pode defender o país numa Olimpíada.E a Mari, com aquele jeito de “não tô nem aí”, abusou.Problemas físicos e de atitude à parte, a verdade é que não podemos viver do passado. Mari foi uma excelente jogadora. E ponto. Há, porém, várias outras jogadoras que tbém não rendem o que se espera-Jaque e Fabiana, nossa “cubana”, que de cubana não tem nada-salta pouco e não tem potência de ataque.Voltou fora de peso e ritmo da Turquia, onde quase nem jogou. Não se pode ser o melhor sempre, essa é a realidade, e apesar de tudo, gosto da Mari e de tudo que ela representou-infelizmente para o Brasil, isso parece ser passado.

  • Não posso deixar de concordar com o corte da Mari- afinal, quem não joga bem não pode defender o país numa Olimpíada. E Mari, com aquele jeitão de “não tô nem aí”, abusou. O fato é que ela foi uma grande jogadora. E ponto. Não se pode viver do passado. Apesar de eu gostar da Mari e do que ela representou, fica claro que, problemas físicos e de atitude à parte, seria difícil ela render o que já rendeu um dia. Mas o problema não se resolve com o corte da Mari. Jaque não está bem, Fabiana(nossa cubana), que de cubana não tem nada-salta pouco e não tem potência, além de estar fora de ritmo e peso após temporada na Turquia onde mal jogou. Natália, ótima, mas há um ano sem jogar…É, vamos ver o que é que vai ser…

  • Steinbrecher

    Inadmissível. Mari não é qualquer jogadora. Levou a seleção nas costas durante anos, carregou uma culpa que não foi sua em 2004, foi uma das principas, se não, a principal jogadora do título olimpico de 2008, e é cortada do nada de sua provável última olimpiada ?

  • Para mim a Mari é craque sim e como todo craque também tem altos e baixos, mas também como todo craque, pode resolver uma partida. Lamento profundamente o corte e só me resta desejar a ela toda sorte do mundo na Turquia e agradecer de todo meu coração tudo que ela sempre fez de bom pra Seleção.
    Se a Natália tivesse 100% até que eu poderia, como torcedora, aceitar o corte. Se a Mari fosse a única jogadora abaixo do nível de excelência, até que eu poderia entender o corte. Que eu saiba na seleção do Grand Prix, só a Taíssa foi escolhida. Portanto pra mim a Mari seria de grande valia nesse grupo tão abaixo do que estamos acostumados a ver.

  • Gustavo Cesar

    Olá Daniel. Primeiro gostaria de elogiar seu trabalho, sempre muito ético e profissional. Expondo seu olhar sobre o voleibol e somente sobre o voleibol. Isso é exercer o jornalismo de verdade. A informação de qualidade.

    Mas vim também para comentar sobre o corte da Mari.

    No meu modo de ver, foi uma decisão antes de tudo obscura e desmotivada. Sim, pois alegar motivo técnico não é justificativa plausível. Infelizmente, a CBV não determina que os técnicos expliquem fundamentadamente os por quês de um corte. A questão fica no ar e cada um emprega o motivo que quiser, elogiando ou xingando.

    Analisando friamente, Mari estava bem tecnicamente, embora não estivessem tão bem fisicamente. Critérios distintos. A técnica da Mari é inquestionável. Nas poucas vezes que entrou no jogo, atuou bem, respondeu bem principalmente nos momentos de decisão, vide jogos contra Itália, Estados Unidos, China, Polônia.

    Não se sabe por qual razão a comissão técnica aguarda Natália há mais de ano enquanto deu à Mari apenas 15 dias de recuperação. Tratamento desigual? Sim, sem dúvida.

    A Mari individualmente ainda precisa se recuperar fisicamente, mas está longe de ser dispensável.
    As demais atletas, principalmente Tandara e Natália (esta sequer está jogando), não mostraram nada que as fizesse estar acima da loira.

    Uma pena que não haja imparcialidade e motivação nas decisões da seleção. Poderia citar outros tantos acontecimentos, mas a falta de tratamento igual já é causa bastante para se constatar a equivocada decisão.

  • Gustavo Cesar

    Aliás, não só a Fabíola e Mari mereciam uma explicação à altura do que fizeram pela seleção, como os torcedores também.
    Um corte feito com respeito ao atleta, mostrando-lhe os caminhos para se chegar à decisão (motivos), é o que se espera de quem está nos cargos de comando, seja em qualquer corporação.
    A falta disso leva à insegurança, à desconfiança no trabalho realizado e não harmoniza com a ética, algo tão vaporizado nos tempos atuais.
    Obrigado e abraço!

  • Viviam

    Com todo respeito ! FIQUEM QUIETOS ! Brasil Campeão ! o Ouro é nosso !! sem, Mari, sem algumas outras e com grandes outras jogadoras que fizeram por merecer ! Vamos sair do comodismo e modinha ! temos muitos outros atletas que devem ser enxergados ! precisamos de equipe ! e jogadores de Equipe ! chega de Neymars !!!! Vamos crescer Brasil !!!! Evolução !!!!
    PARABÉNS MENINAS DO VOLEI !!! QUE ORGULHO, MARAVILHOSO !!!

  • cassiane

    O povo ingredulo o ouro veio!!!!!!!!
    chupa!!!

MaisRecentes

Vaivém: Mais estrangeiras na Superliga?



Continue Lendo

Com emoção, Corinthians se garante na Superliga



Continue Lendo

Com méritos, Brasil cumpre obrigação



Continue Lendo