Maracanãzinho, dia 2: Novo placar aprovado



Durante as obras para corrigir os problemas no teto do Maracanãzinho, o Comitê Organizador dos Jogos aproveitou para trocar o placar eletrônico. E o novo equipamento melhorou demais a experiência do torcedor no local.

Com altíssima resolução, o placar permite que o espectador acompanhe com absoluta nitidez a transmissão internacional, enviada para as TV´s de todo o mundo. De vez em quando me peguei olhando mais para o alto do que para a quadra.

O novo placar do Maracãzinho (Daniel Bortoletto)

O novo placar do Maracãzinho (Daniel Bortoletto)

Além disso, o placar mostra algumas informações fixas durante todo o jogo: além do óbvio resultado da partida, são mostradas as substituições possíveis (SUB), os pedidos de tempo (TO) e também a quantidade de desafios em caso de dúvida na marcação da arbitragem (CH).

Nos primeiros dois jogos do torneio feminino, os challenges foram mostrados com rapidez, evitando longas paralisações até a definição do vencedor do ponto. Durante a implantação da tecnologia, um das principais reclamações de técnicos, atletas e espectadores era a demora para confirmação dos pontos através de imagens.

Além das informações fixas, o placar mostra algumas estatísticas aleatórias, como velocidade do saque efetuado e pontuações individuais das jogadoras.



  • Michel Pereira

    Pena que os ótimos recursos citados foram negligenciados para quem assistia a partida pela tv. Durante os desafios exibiam alguns jogadores, técnicos, assistentes (periga terem mostrado até gandulas), mas não mostravam a imagem do placar e nem mesmo o resultado do desafio que estava sendo exibido no ginásio.

MaisRecentes

Audiências da Liga e do GP agradam



Continue Lendo

Brasil garantido nas finais do Grand Prix



Continue Lendo

Brasil faz dever de casa pela classificação



Continue Lendo