Mais um item para reclamação dos atletas



Acabo de ouvir o relato do repórter Felipe Mendes, do LANCE!, que esteve nesta quinta-feira na vitória do RJX sobre o Funvic/Midia Fone, de Pindamonhangaba, por 3 a 0.

O duelo aconteceu no pequeno ginásio da AABB, na Lagoa, na Zona Sul do Rio. Em vários lances, a estrutura (ou falta dela, como preferirem) atrapalhou o andamento das jogadas.

Os principais problemas foram a altura do teto e a presença das tabelas de basquete penduradas no fundo da quadra.  Vários pontos, normalmente após as defesas, foram interrompidos pois a bola batia no teto e nas tabelas.

Ora, se o vôlei tenta criar mecanismos para aumentar o tempo dos rallies, a primeira medida deve ser um ginásio com condições  mínimas para permitir pontos mais longos.

 



MaisRecentes

Coluna: A divisão de forças nos playoffs da Superliga feminina



Continue Lendo

Renan em Taubaté ajudará a Seleção Brasileira?



Continue Lendo

Sada/Cruzeiro: maior remontagem não freia fome e mais títulos



Continue Lendo