Sai a lista de Zé Roberto para a Rio-2016



Que segunda-feira! José Roberto Guimarães também definiu, hoje, as 12 jogadoras que tentarão o tricampeonato olímpico para o Brasil.

O treinador cortou a líbero Camila Brait, a levantadora Roberta e o oposto Tandara. Assim, a Seleção terá na Olimpíada as seguintes jogadoras:

LEVANTADORAS: Dani Lins e Fabíola

OPOSTO: Sheilla

PONTAS: Fernanda Garay, Jaqueline, Natália e Gabi

CENTRAIS: Fabiana, Thaisa, Juciely e Adenízia

LÍBERO: Léia

Tandara fica fora da lista final para a Rio-2016 (FIVB/Divulgação)

Tandara fora da lista final para a Rio-2016 (FIVB/Divulgação)

Menos surpreendente do que a lista final de Bernardinho (Seleção masculina na Rio-2016), a decisão final de Zé Roberto também não era fácil. Camila Brait era a sucessora natural da bicampeã olímpica Fabi. Até a própria líbero do Rexona chegou a declarar publicamente. Mas Léia atropelou na reta final. A atuação na final do Grand Prix, contra os Estados Unidos, foi a prova decisiva que a comissão técnica precisava. Para o jogo do Brasil fluir é preciso a quase perfeição no passe e muito volume de jogo. Léia se mostrou mais perto deste quesitos, transmitindo mais confiança ao restante do time em quadra. Além disso, Brait é muito querida e próxima de boa parte do elenco. Certamente o desligamento gerou comoção.

No levantamento, Roberta era mesmo a terceira opção. Só iria para os Jogos quase Fabíola não se recuperasse fisicamente após a gravidez da segunda filha. Em algumas oportunidades recebidas no GP Roberta não brilhou. Então o corte ficou mais óbvio.

Já Tandara, outra que enfrentou uma temporada de recuperação após ser mãe, perdeu a reta final do Grand Prix por lesão. Antes, nas chances que teve, também não desequilibrou. Então a aposta da comissão técnica é levar Adenízia, central que já treina com frequência na saída de rede. É uma opção para duas posições, assim como Gabi, usada nesta posição nas inversões de 5-1 no GP.

 



  • Helena de Oliveira

    Fico triste pela Brait, mas é justo, Leía tá melhor desde o ano passado…

  • Alcides Xavier

    Queria entender esse grande jogo da Leia. Na minha opinião ambas se equivalem, e vejo Brait mais preparada com experiência maior na seleção, principalmente depois do mundial. Brait defende muito, inclusive aquelas bolas que a Leia colocou pra cima na final do Gran Prix, Brait faz com pé nas costas!!
    Tandara é outra que merecia ir, Adenizia não é oposta de origem e o cara vai queimá-la !!

    • Billy

      Concordo com voce.O ZRG deveria levar as duas líberos e não 4 centrais.A Adenízia é que deveria ser cortada e ficado a Brait(junto da Léia).Seria muito mais útil à seleção.

  • O Pedrão

    Não sabia do imenso fã clube da Brait… Parece que o Zé á cortou para levar uma líbero do nível da Silvana. A Léia veio atropelando, enquanto a Brait se acomodou, fez uma Superliga bem abaixo, e não foi nada bem no GP. Olimpíada é momento, leva quem está melhor agora, e neste momento não existe discussão…

  • Alcides Xavier

    Pra quem levou Natalia manca e pra Londres, com desculpas que ela era boa de grupo, fala pra mim o que é levar Brait
    Paulo Coco fez a cabeça do Zé , cortou Tandara pq não renovou com o Minas e escolheu Osasco, e preferiu Leia pq treinou o ano todo com ele.

  • Billy

    Concordo.A Adenízia já está decadente há tempos.Só cego não vê.

MaisRecentes

Vaivém: Marcelinho fecha com o Fogão



Continue Lendo

Coluna: As “polêmicas” da semana



Continue Lendo

Vaivém: Mais um campeão olímpico no Sesi



Continue Lendo