Lista de preocupações olímpicas aumenta



– Se a Olimpíada fosse hoje teríamos sérios problemas.

A frase acima é de José Roberto Guimarães e acende o sinal amarelo para o cenário da Seleção Brasileira feminina, atual bicampeã
olímpica, a pouco mais de oito meses da Rio-2016. E a preocupação do treinador tem vários nomes: Fabíola, Fernanda Garay, Sheilla, Thaisa, Tandara, Jaqueline…

A levantadora Fabíola, que trocou recentemente o Dínamo Krasnodar (RUS) pelo Volero Zurich (SUI), está grávida e terá o segundo filho em maio. Sobrariam assim apenas dois meses para ela recuperar a forma física e o ritmo de jogo.

– Fico feliz por um lado, pois estamos falando de uma criança, é a família. Mas triste por outro. Fabíola mostrava evolução para estar numa Olimpíada – comentou Zé Roberto, que cortou a jogadora na reta final dos Jogos de Londres.

Neste cenário aumenta a chance de Macris, do Terracap/Brasília, testada em algumas competições em 2015, ser a reserva de Dani Lins.

A “cegonha” também faz o técnico monitorar a oposto Tandara. Ela deu a luz em setembro e somente agora vem retornando aos treinamentos com bola pelo Camponesa/Minas. Em BH ela é acompanhada por Paulo Coco, treinador do time e assistente de Zé na Seleção. Para tentar recuperar espaço, Tandara planeja voltar a fazer treinos de salto para bloqueio em duas semanas.

Zé durante jogo do Brasil com a Bulgária (Wander Roberto/Inovafoto/CBV)

Zé Roberto preocupado com momento (Wander Roberto/Inovafoto/CBV)

Por questões médicas, Zé Roberto também perde o sono. A bicampeã olímpica Thaisa voltou a jogar neste mês, após operar os joelhos. Seu retorno até foi um pouco acelerado já que Adenízia, outra selecionável do Vôlei Nestlé, está afastada por lesão no tendão do pé esquerdo. Jaqueline, outra campeã em Pequim-2008 e Londres-2012, com uma contratura na coxa, desfalca o Sesi na Superliga. A ponta teve o ano prejudicado ainda por um problema pulmonar.

Por fim, o técnico vê outros dois pilares do time em dificuldades. A oposto Sheilla, outra bicampeã olímpica, está na reserva no Vakifbank, da Turquia. Já a ponta Fernanda Garay, titular desde 2012, entrou em litígio com o Dínamo Krasnodar por falta de pagamento e segue sem definir o futuro. Ela tem propostas de times brasileiros e chineses.

– Estamos a 255 dias da Olimpíada e nosso tempo de trabalho em 2016 será curto. Não é nada confortável.

BATE-BOLA JOSÉ ROBERTO GUIMARÃES

Como você vê a situação da Sheilla na Turquia?
Ela não tem jogado e isso é bastante negativo. Sei que está se cuidando fisicamente. Irei para a Europa em janeiro e passarei alguns dias com ela em Istambul. Espero que a Sheilla consiga melhorar para voltar a ganhar tempo em quadra.

E o caso da Fabíola?
Falamos por mensagem. Três jogadoras já me ligaram depois que souberam da gravidez. Elas estão preocupadas também. Eu avisei todas elas neste ano que precisariam se cuidar para chegarem bem na reapresentação. O Zé Elias (Proença, preparador físico) tem mantido contato com elas e me passa um feedback. Temos de monitorar de perto todas elas.

E como está o planejamento com a CBV para o próximo ano?
Já apresentei toda o projeto para 2016 e eles aprovaram. Não estão medindo esforços para atender. No dia 2 de janeiro viajo para a Europa, onde irei acompanhar o classificatório europeu, que começa no dia 4. Depois passarei alguns dias em Istambul, para acompanhar a Sheilla. Tinha colocado no planejamento de ver alguns jogos da Champions, inclusive a Fabíola. Mas não sei se ela deve jogar agora.



  • Matheus

    Nossa preocupante mesmo a situação da seleção feminina.
    Quanto a Sheilla, é obvio que ela não está bem, e que a holandesa está melhor, mas também não sejamos enganados né, o Guidetti está treinando a oposta da sua seleção (Holanda) para disputar a classificação olímpica , bobo ele não é.
    Quanto a Fabíola, acredito que ela foi muito injustiçada no ultimo ciclo, está numa fase incrivel, ao meu ver melhor que Dani Lins, e agora parece ter dado prioridade a sua familia.
    Fabiana e Jaqueline no Sesi, estão em má fase, com duas levantadores muito limitadas.
    Já a Tandara é uma incognita, espero que ela volte bem, força de vontade ela está demonstrando.

    • Edu

      A Sloetjes esta fazendo a diferença e hoje é a principal atacante do clube turco.Independente da nacionalidade.Sim, o Guidetti fez um núcleo holandês no Vakifbank com quatro jogadoras de sua confiança.Mas cabe a Sheilla “cavar” seu espaço.Na sua apresentação o Guidetti a apresentou como a melhor oposta do mundo.Situação que hoje não lhe cabe já que a Olesia Rykhliuk ocupa essa situação atualmente.Guidetti é considerado, no meio do voleibol, um José Mourinho sabe demais mas é um personalista.Na filosofia eu ganho e as jogadoras perdem caso ocorra um insucesso.Entrou em colisão com a Brakocevic na época por ela aparecer mais que o treinador, pela beleza fisica e talento, e não fez muita força para que o Vakifbank aceitasse os termos de sua renovação.

      • Billy

        é verdade.

  • Murasaki

    Quanto a Fabíola, Zé cavou a própria cova o ciclo inteiro. Não só pelo corte em 2012 que fez com que a jogadora deixasse a seleção em 2º plano, mas também por nunca ter se preocupado em preparar uma levantadora para qualquer imprevisto. Convocou a Cláudia apenas por estar no Amil, chamou Tiemi apenas para fazer número, depois foi atrás da Macrís por conta do pedido de dispensa da Fabíola…e pra piorar, ele nunca se deu muito bem com a Fabíola para não ter uma carta na manga, é só ver os tempos técnicos e o descontentamento dele com qualquer mínimo erro dela. Ou seja, levando-se tudo isso em consideração, por que não foi preparando outra jogadora para tomar seu lugar? Quando Macris foi para Saquarema, recebeu vários elogios pela técnica, mas ela foi considerada a melhor levantadora da SL por 2 anos consecutivos (e seriam 3, caso o Pinheiros não tivesse sido eliminado pelo Amil em 2012/2013). Quer dizer que ele não acompanha a SL minimamente para saber que ela tem boa técnica e que seria interessante aprimorá-la, assim como sua visão de jogo? Wagão faz parte da comissão técnica, ele sabia de tudo isso. Fato é que não se preocupou em preparar ninguém e agora vai ter que se virar. Já a Sheilla perde cada vez mais espaço para Sloetjes e a tendência parece ser o banco mesmo.

    • Edu

      Concordo com sua opinião que Macris deveria já há pelo menos dois anos, passado o ciclo de Londres, ser agregada a seleção como eventual terceira levantadora. Macris que desponta de forma promissora hoje não e uma jogadora tão novinha, como idealizamos sem pesquisar.Tem 27 anos e pelo seu talento e destaque já deveria ter uma rodagem de seleção de pelo menos dois anos.E inútil reafirmar que o maior desacerto, burrada mesmo, do ZRG em relação a seleção foi o corte da Fabíola.Naquela temporada de 2012 ele a preteriu em favor da Fernandinha que foi para a reserva três jogos oficiais após e Fabíola liderava o Osasco na campanha do mundial de clubes no final daquele ano jogando talvez sua mais inspirada partida da carreira contra o Rabita Baku na decisão do certame.O Rabita que tinha “apenas” 11 selecionáveis estrangeiras no elenco e a MVP da CL fazendo parte do grupo.

  • A lI

    Nossa, quanto cinismo!Essas declarações do Zé parecem lágrimas de crocodilo!
    “– Fico feliz por um lado, pois estamos falando de uma criança, é a família. Mas triste por outro. Fabíola mostrava evolução para estar numa Olimpíada – comentou Zé Roberto, que cortou a jogadora na reta final dos Jogos de Londres.
    Zé fica feliz?Claro que fica,mas não por causa da “família da Fabíola”,afinal ele não gosta da Fabíola e agora tem um real motivo para não levá-la à Olimpíada.
    “Zé fica triste por outro?Fabíola mostrava evolução para estar numa Olimpíada?”
    Mostrava evolução??? Uma jogadora que havia sido a MELHOR LEVANTADORA da SUPERLIGA-2012,MVP da FINAL DA SUPERLIGA-2012,Troféu Melhor do Vôlei de Melhor Levantadora-2012,pelo Nestlé/Osasco:Campeã Sul-Americana de Clubes-2012,Campeã Paulista-2012,Campeã Mundial de Clubes-2012,Campeã da Superliga-2012,não estava preparada para disputar as OLIMPÍADAS DE LONDRES???
    Somente em 2012,Fabíola havia ganhado QUATRO TÍTULOS IMPORTANTES como TITULAR DA NESTLÉ: PAULISTA,SUPERLIGA,SUL-AMERICANO e MUNDIAL e vários prêmios de MELHOR LEVANTADORA e,inclusive,o de MVP DA FINAL DA SUPERLIGA!!!
    Será que uma jogadora que ganhou tantos prêmios e títulos em 2012 e foi MVP DE UMA FINAL DE SUPERLIGA, não estava preparada para as OLIMPÍADAS DE LONDRES-2012???
    Não havia NENHUMA JUSTIFICATIVA PLAUSÍVEL para o CORTE DA FABÍOLA em 2012.Que levantadora brasileira teve o DESEMPENHO MELHOR QUE O DA FABÍOLA EM 2012?Por isso tudo, o corte foi extremamente traumatizante para ela!!!
    Em sua breve passagem pelo Dinamo Krasnodar da RÚSSIA, Fabíola foi Campeã da Copa da Rússia-2014.Campeonato Mundial de Clubes-2014:Melhor Levantadora.Copa Russa:2014-Melhor Levantadora.Copa Russa:2014-MVP.
    Mesmo grávida,o VOLERO ZURICH não pensou duas vezes em contratar a Fabíola por mais de uma temporado,reconhecendo a excelente fase e o grande talento da Fabíola,que sempre foi injustiçada pelo Zé,apesar de várias vezes ter sido jogada na fogueira para salvar as panes de Dani Lins e,mesmo assim,nunca foi devidamente valorizada pelo Zé.
    Posso afirmar:”FABÍOLA NÃO SONHA EM DISPUTAR AS OLIMPÍADAS RIO-2016!”As prioridades da Fabíola,atualmente,são outras e não Olimpíadas ou Seleção Brasileira.O desejo da FABÍOLA era disputar as olimpíadas de LONDRES,naquele ciclo olímpico,Fabíola se DOOU AO MÁXIMO à seleção,sacrificou o convívio com marido,filha,família e amigos para se dedicar INTEGRALMENTE à SELEÇÃO e o reconhecimento que ela teve de sua grande dedicação foi um CORTE SECO num SAGUÃO DE AEROPORTO às vésperas da Olimpíada.A MELHOR LEVANTADORA DA SUPERLIGA-2012 ficou EXTREMAMENTE CHOCADA c/o corte!Escaldada pelo corte e com o sentimento de TEMPO PERDIDO ao se dedicar tanto à seleção e ser cortada de forma seca,SEM QUALQUER EXPLICAÇÃO DO MOTIVO POR PARTE DO ZÉ ROBERTO,hoje Fabíola tem outras prioridades e não se arrisca a perder mais tempo de convívio com seus familiares e amigos p/se dedicar novamente a um projeto olímpico no qual pode ser cortada novamente:”O SONHO OLÍMPICO DE FABÍOLA ACABOU NO SAGUÃO DO AEROPORTO EM 2012,NA VERDADE O QUE PARECIA SONHO SE TORNOU UM PESADELO!”.Em 2012,Fabíola foi a MELHOR LEVANTADORA e a MELHOR JOGADORA DA FINAL DA SUPERLIGA e ZÉ NUNCA EXPLICOU O CORTE!Além disso,MACRIS fez uma excelente estreia em 2015,comandando a seleção brasileira como levantadora titular no PAN de TORONTO,no qual conquistou a PRATA.MACRIS escolheu jogar em BRASÍLIA junto da MVP OLÍMPICA PAULA,a quem MACRIS admira e espera trocar experiências sobre o TORNEIO OLÍMPICO.A parceria MACRIS-PAULA deu super-certo,após 3 jogos pelo TERRACAP/BRASÍLIA,MACRIS é a melhor levantadora e PAULA a melhor atacante e maior pontuadora da Superliga!Paula estava precisando jogar com uma BOA LEVANTADORA como Macris,que saiba aproveitar seu grande talento!

    • Fernando Marcelo

      Concordo, neste momento o ZRG é vítima e aconteceu tudo que ele mais queria, já tirou a Fabíola do caminho com uma justificativa plauzível.

    • Billy

      exato.

  • Fernando Marcelo

    Concordo com ambos os comentários. Todos nós que acompanhamos no mínimo os últimos 3 ciclos olímpicos Brasileiro sabemos dos “erros” de planejamento.

    Fabíola- Tá vivendo a vida dela e seguindo seus planos individuais e profissionais na maneira que lhe convém, já foi preterida na seleção, passou por papelão e toda aquela estória que já sabemos, Zé Roberto não tem nem que reclamar.

    Sheilla- Está em má fase, ano passado quando cumpriu a 1ª temporada pelo Vakif já rendeu muito menos do que o esperado, foi contratada com o maior salário do time e como a estrela que ele iria carregar o time, infelizmente não deu conta do recado e hoje é banco merecido para a Holandesa (que está jogando muito mais bola), e a culpa não é da Sheilla que o ZRG teve 4 anos para preparar uma oposta reserva e não o fez…

    Tandara- Deu um tiro no pé e atualmente luta contra si mesma para voltar a jogar o quanto antes e “mostrar na bola” que deve ser a Oposto titular da seleção, tendo em vista que a “tendência” da Sheilla é o declínio técnico e físico já bem visíveis.

    Garay- O problema é “salarial/$$$”, dificilmente achará algum time que a banque financeiramente, o negócio agora é ela ter planejamento estratégico para as olimpíadas, tendo em vista, que mesmo sem jogar nada ela será convocada de qualquer jeito pelo Zé, o problema é se ela estará em ritmo de jogo, técnica, estrutura física etc. Não dá para querer recuperar o tempo “perdido” dentro de uma olimpíada, alguém lembra da Natalia quebrada em 2012 que foi só ocupar espaço e atrapalhar?

    Thaisa- Já voltou a jogar em alto nível, está se recuperando normalmente e não deve ser problema, provavelmente chegará inteira para a Seleção e em alto nível.

    Jaqueline- Não está lesionada e nem com contratura na coxa, ela está “suspensa” temporariamente e todos sabem disso!, inclusive é visível via redes sociais as “indiretas” das outras companheiras de time à ela, inclusive da Fabiana. A Diretoria já confirmou que ela faltou a vários treinos, além de, nos jogos televisionados mostrou vários bate bocas dela com o Talmo.

    Gabi- Passe mediano a ruim, bloqueio médio e conforme já presenciamos não pode ser utilizada contra times altos, devido à altura 1,76, fica limitada, vamos ver como vai ser nas Olimpíadas né?

    Natália- É uma incógnita, tem potencial e é promessa desde 2008 e até agora nunca fez nada pela seleção a não ser o Mundial de 2010…5 anos atrás meia década. Ao meu ver levaria a Paula Pequeno no lugar da Natália ou Gabi, devido ao péssimo passe de ambas.

    • Edu

      Sheilla fez um bom contrato mas não era o maior salário do time na sua temporada.Provavelmente era o da Costagrande que tinha essa primazia pela história longa no Vakifbank.Recentemente foi revelado o salário da Garay, provavelmente o maior já assinado por uma jogadora de voleibol brasileira e o da Sheilla é um contrato menor.

  • A lI

    No caso de SHEILLA, o técnico do Vakifbank,GUIDETTI,é também técnico da HOLANDA,é claro que a prioridade sempre será da holandesa Sloetjes.Mas não vejo isso como NEGATIVO para a seleção brasileira,pelo contrário,acho até positivo a SHEILLA só entrar nas inversões do 5×1.A SHEILLA tem vasta experiência internacional e já provou em várias oportunidades que é craque de bola,entrar só nas inversões,poupa a SHEILLA de um DESGASTE DESNECESSÁRIO antes das olimpíadas,além do que previne mais contusões.Sheilla não tem necessidade de ficar jogando tanto,ela não está em início de carreira,e ser poupada no VAKIFBANK será muito bom para guardar as energias pela seleção.
    Em relação à outra vaga de OPOSTO,Monique dispara na frente como FAVORITÍSSIMA,está arrebentando no REXONA e só tende a melhorar nas mãos de BERNARDINHO.

    • Edu

      Sheilla tem perdido na bola para a Slotjes, uma jogadora sete anos mais jovem.O que importa para o Guidetti são títulos como os obteve com o Vakifbank nos quase dois anos de invencibilidade.Quem esta jogando melhor joga e a própria Sheilla demonstrava no seu Instagram que após cada partida que jogava pelo Osasco lhe era exigido para repor o desgaste dezoito horas de descanso na cama..Sheilla hoje tem pelo talento lugar natural na seleção .Quem anda se impondo e a Ivna .Que tem apresentado mais voleibol que a própria Tandara em seu período pré gravidez.

  • Paulo Ribeiro

    Quanto à Fabíola, quero ver ele dizer agora que vai só com a Dani, como disse quando teve aquela discussão com ela antes do mundial do ano passado. Sinal de que a vida dá voltas.
    Estamos às portas do Rio2016 num estado muito pior do que chegamos à Londres 2012. O planejamento foi errado, as prioridades foram erradas, a filosofia de jogo está errada. Tem um semideus no comando que não sabe lidar com críticas e agora, nossas peças que individualmente poderiam fazer diferença estão com problemas. Que coisa!!!! Será que ele vai apelas pra sorte outra vez?

    • Fernando Marcelo

      Parece que haverá um segundo corcunda e mais um CD da Aline Barros… O ZRG tem disso, talvez o misticismo ganhe jogos.

  • Alcides Xavier

    Fabíola sempre se dedicou a seleção, fez um Mundial 2010 extraordinário… E todos sabem qual foi o resultado? Td já sabem a história, certa esta ela em cuidar da sua própria vida, uma vez que foi cortada 2ds antes no hall de um aeroporto. Garay com descaso em jogar em time pequeno com Bauru está perdendo tempo…Jaque perdida no seu próprio ego, a Seleção joga coletivamente, mas na hora cada um pensa em si próprio.

    • Fernando Marcelo

      Concordo!

    • Billy

      é isso mesmo.

  • A lI

    Após QUATRO RODADAS,os destaques da SUPERLIGA são:
    MAIOR PONTUADORA: A MVP OLÍMPICA PAULA do TERRACAP/BRASÍLIA mantém a liderança com 85 pontos,na sua cola estão KLINEMAN-DENTIL/PRAIA,72 pontos;ANA PAULA BORGO-PINHEIROS,70pontos;A CAPITÃ FABIANA-SESI,66pontos.
    MELHOR LÍBERO-DE-PASSE:VERIDIANA-PINHEIROS,68% de eficiência;BRAIT-NESTLE,56%;SASSA-TERRACAP/BRASILIA,53%;SUELEN-SESI,51% de eficiência.
    MELHOR LÍBERO-DE-DEFESA:TATIANA RIZZO-RIO DO SUL,97%de eficiência;SUELEN-SESI,96%;SASSA-TERRACAP/BRASILIA,94%de eficiência.
    MELHOR ATACANTE:KLINEMAN,DENTIL/PRAIA CLUBE,47%de eficiência;FABIANA-SESI,46%;CAMILA Paracatu-RIO DO SUL,46%de eficiência.
    MELHOR SACADORA:ANA CAROLINA-REXONA,13%de eficiência;ISABELA PAQUIARDI-RIO DO SUL,10%;THOMSPSON-REXONA,10%de eficiência.
    MELHOR LEVANTADORA:MÁCRIS-TERRACAP/BRASILIA,24%de eficiência;CLAUDIA-DENTIL/PRAIA CLUBE,23%;D.LINS-NESTLE,23%.
    MELHOR BLOQUEADORA:ANA CAROLINA OLIVEIRA-CONCILIG/BAURU,1.23 pontos por set;EMILCE-RIO DO SUL,1,13;ANDRESSA-SÃO CAETANO,1,07.
    MELHOR PONTEIRA-PASSADORA:MARI-PB-CAMPONESA/MINAS,58%DE EFICIÊNCIA;AMANDA-TERRACAP/BRASILIA,55%;CLARISSE-PINHEIROS-55%.

    • Billy

      A ll todos os seus comentários são sempre ótimos e as informações técnicas que você descreve são sempre úteis.Um abraço Aline.

  • Edu

    Se a seleção feminina conquistar o tetra terá proporções épicas maiores que Londres.Pelas seguintes razões.É um time velho, com média de idade entre as titulares acima de 30 anos.Posição por posição.A Dani estará sobrecarregada.Terá que jogar muito e responsabilidade quase solitária de conduzir a dinâmica do time em quadra.Não terá suplentes a altura.Macris é promissora mas muito imatura como demonstrou na partida contra o Sesi insistindo na segunda bola já cantada em momentos decisivos..Detém uma técnica interessante ao jogo mais veloz mas e bastante deficiente em alguns fundamentos como o levantamento preciso na manchete e fraquíssima no bloqueio pela impulsão e estatura.Trabalhou em equipes que esse requisito não lhe era exigido.Fabíola, nesse ano e meio, a levantadora que melhor tem jogado disse “bye bye” a seleção com a gravidez.Um monitoramento sobre a Cecilia Aragão do Calcit ,que nesta rodada de CL joga contra o Vakifbank seja interessante a partir dessa necessidade.Sem remorsos por parte da Fabíola é risível e insensata a declaração do ZRG que “ela evolui demais” nesse período europeu e que iria assistir seu jogos na Europa a custas da CBV.Seus olhos não estavam direcionados na Copa da Russia ou da CEV Cup em 2104.Competições em que a levantadora teve imenso destaque e lhe abriram portas do mercado europeu as equipes de grande orçamento..Fabizona tem jogado suficiente e sem causar comoção.Thaisa se recuperando.O alento e que ela esta desenvolvendo, talvez, a melhor fisica de sua carreira.Garay na situação estacionária de tentar algum acordo com o mercado chines.Onde jogaria , pelo menos dois meses apenas.Estando, caso esse acerto ocorra, sem atividade a partir de fevereiro.Jaqueline, jogadora essencial no
    esquema tático, enfrentando recorrentes problemas físicos e disciplinares dentro do Sesi, com estocadas veladas por parte de sua capitã em resposta a redes sociais sobre comentários a situação da ponteira ” não fingir aquilo que não é”.No bastidor do Sesi já se apelida Jaqueline de “dona do Sesi”.Brait, para nosso gaudio tem jogado muito bem.Como Leia demonstrou um tremenda evolução e já se ampara com tranquilidade como a segunda melhor líbero do pais.Na comparação dessa temporada e visível e natural apreciar como a aposentada de seleção Fabi começa a sentir a passagem do tempo e não demonstra mais a velocidade de reação e a confortável recepção que a colocaram com plena justiça como a melhor da posição na história do voleibol brasileiro.Sheilla sem espaço no Vakifbank e sem nenhum minuto em quadra até a terceira rodada da CL na razão da hoje titular ser a mais eficiente jogadora do elenco do time turco.O que não colabora é que no campeonato turco só podem jogar 3 estrangeiras no sexteto dentro da quadra e uma eventual quarta fica no banco para uma substituição entre as 3 estrangeiras.E o Vakifbank agregou ao seu elenco nessa temporada a ponteira estadunidense Hill.Ganhando apenas o título do jogo inaugural da temporada 2014.A Supercopa da Turquia e muito pouco pelo volume de investimentos e a construção de uma arena exclusiva para seu voleibol de mais de seis mil lugares.

    • Billy

      Você sempre com comentários excelentes Edú.Adoro todos eles.Parabéns mesmo.Um abraço.

  • Fernando Marcelo

    Resumindo! ZRG fez tudo errado, e agora quer orçamento da CBV para ficar viajando pela Europa para acompanhar a Sheilla novamente? A Sheilla é banco e provavelmente nem entrará mais em quadra durante a temporada, salvo as inversões de 5X1 e o que ele vai fazer na Turquia?

    O Brasil vai jogar contra Países/Seleções e não contra times que tem em seus elencos jogadoras de várias nacionalidades.

    E a Superliga alguém viu ele nas arquibancadas acompanhando o rendimento/desenvolvimento de possíveis selecionáveis? Claro que não, a m.e.r.d.a já tá feita, vamos ter que jogar com o que temos, e ele vai viajar a turismo na Europa, sem contar com os Amuletos e Talismãs da seleção. Vamos deixar a Natalismã e Gabimova cuidarem do passe, fundo de quadra e ataque? como diz a Xuxa aham claudia…

    • silas antares

      Puxa Fernando, já iria comentar sobre isso. Vc disse tudo. Não entendo o que o ZRG vai fazer na Europa. Vê a Sheilla jogar?prá que meu Deus. Acho que nem ela vai entender. Aposto que ela mesma deve pensar e dizer: “Zé pelo amor de Deus cuida em procurar uma substituta pra mim pois eu sozinha de oposta na seleção não aguento”. E realmente. Cadê ele prestigiando nossa superliga, avaliando possíveis talentos. Ah já sei ele põe os olheiros para analisar pra ele. kkkkkkk. Só quer sombra e água fresca.

  • Michel Pereira

    Na atual conjuntura vejo que da formação titular podemos contar
    com Dani Lins, Thaísa, Fabiana e Brait como garantidas… Sheilla é Sheilla e
    na hora do ‘vamos ver’ ela mostrará que mantém o mesmo nível; além disso, ao
    contrário do Vakif, na seleção ela não tem que carregar o piano sozinha na
    virada de bola; Jaqueline mantém o nível de jogo, espero que se recupere das
    lesões e do estrelismo e voe como fez na final de Londres; Garay é a
    preocupante dentre as titulares; se ZRG fosse menos ignorante teríamos
    Jaqueline e Mari de ponteiras e todos os problemas estariam resolvidos.

    Minha maior preocupação são as ponteiras e uma levantadora
    reserva; acho que Tandara dará conta de voltar à boa forma; a temporada está
    começando ainda e logo virá o recesso de final de ano pra ela se equiparar à
    demais; em termos de ponteira Jaqueline é a única de passe A; nos dias em que
    ela não estiver tão bem não haverá outra com passe, sobrecarregando Camila;
    esperar que Garay, Gabi e Natália passem é algo desesperador; torço pra que ele
    leve Jaqueline e Suelle e corte uma das 3, assim teria 1 passe – 1 força no
    time titular e 1 passe – 1 força no banco

    .

    • Fernando Marcelo

      Concordo plenamente com o final, totalmente desnecessário levar Gabi e Natália, ou leva a Natália ou a Gabi, nenhuma das duas é passadora, só jacas. Já vimos isso várias vezes quando as duas estiveram ao mesmo tempo em quadra pela Seleção. Pqe levando as duas o óbvio acontecerá, somente uma jogará e a outra vai ficar lá no cercadinho segurando toalha e carregando água e barrinhas de cereais.

      Poderia levar Jaque, Garay, Suelle e (Gabi ou Natália).

      • will

        acho também um absurdo meu amigo levar essas duas eu cortaria nesse momento a Natália pois a Gabi mesmo baixa tem um saque melhor e um passe melhor do a companheira de time! o seu Zé não gosta de modificar mais olhando o lado técnico a Paula pequeno tá voltando a render e muito no seu principal função que é o ataque a Macris tá utilizando ela muito bem no Brasília eu chamaria ela de volta..A Garay precisa definir logo seu futuro num clube pois ela já não estava tão bem fisicamente!

      • will

        acho também um absurdo meu amigo levar essas duas eu cortaria nesse momento a Natália pois a Gabi mesmo baixa tem um saque melhor e um passe melhor do a companheira de time! o seu Zé não gosta de modificar mais olhando o lado técnico a Paula pequeno tá voltando a render e muito no seu principal função que é o ataque a Macris tá utilizando ela muito bem no Brasília eu chamaria ela de volta..A Garay precisa definir logo seu futuro num clube pois ela já não estava tão bem fisicamente!

        • Fernando Marcelo

          Tenho visto em vários blogs o pessoal falando da Paula Pequeno, olhando nas estatísticas ela é a maior pontuadora da SL até o momento, além de estar na frente da Gabi e Natália nos fundamentos de % Ataque, % Passe e pontos.

          Se o ZRG for bem esperto ele deve levar chamar a PP pelo menos pro Grand Prix pra fazer testes

  • Billy

    Adoro a Fabiola.Será que mesmo após o parto dela(previsto para maio),caso ela consiga se recuperar rapidamente a tempo de disputar as olimpíadas,mesmo assim o ZRG não a convocará!??Ela realmente já está descartada mesmo,vocês acham que é definitivo?Espero que ela volte à forma o quanto antes após o parto e que seja convocada para a Olímpiada sim.Prá mim ela é a melhor levantadora do Brasil há anos.A Macris não me passa muita confiança(prá mim é uma levantadora comum(meia-boca) mesmo).Enfim…seja mesmo o que aquele BOBOCA do ZRG decidir.Quero só ver a cara de panaca dele caso o Brasil nem chegue ás semi-finais da Olímpiada(dentro do Brasil-com torcida à favor e tudo).Não acho difícil que isso venha a acontecer.Seria um vexame(caso venha a acontecer)Quem sabe não veríamos mais a cara AZEDA dele no comando da seleção após a olimpíada.Enfim…o tempo vai se encarregar de lhe dar uma lição bem merecida.Não torço contra a seleção(não gosto é do ZRG).

  • AfonsoRJ

    Puxa…tem um monte de gente que odeia mesmo o Zé! Já pensou se não fosse bicampeão olímpico? A propósito: discordar dele é uma coisa. Todos tem direito, por mais absurda que possam ser suas razões. Mas chamá-lo de ignorante, boboca, que vai fazer turismo na Europa às custas da CBV, entre outras asneiras? Mas é assim mesmo aqui nesse país. Ninguém pode ter sucesso sem que sofra esse tipo de reação.

    • Fernando Marcelo

      Afonso, acredito que se vc entender todo o contexto, irá rever os seus conceitos.

      Em relação a denigrir a imagem dele concordo com você no quesito em chamar de boboca entre outros.

      Enfim, cada um tem sua opnião, respeito a sua.

      • AfonsoRJ

        Obrigado, Fernando. Mas na verdade nem quis entrar no mérito da questão em relação ao trabalho do Zé frente a seleção. Tanto que fiz questão de frisar que todos têm direito à própria opinião. Fico feliz que concorde comigo na questão de que ataques pessoais são inadmissíveis. Foi essa a minha intenção desde o início.

  • Billy

    O ZRG se acha a ESTRELA maior da nossa seleção feminina.Prá mim ele já deveria ter saído do comando da seleção faz tempo.Não faria muita falta mesmo.O Wagão(do Pinheiros)seria a melhor escolha para substituí-lo atualmente(na minha opinião…pode discordar quem quiser). A DUPLA ZRG e RUIMzomar de moura(do Osasco)é prá acabar mesmo.Prá mim é a perfeita junção do ruim com o ultrapassado.Abraços à todos do blog.Adoro vocês.

  • MVP do blog

    Olha só…isso era um pouco evidente que fosse ocorrer, não é mesmo? Porque desde 2013 não colocou novas jogadoras nas linhas de frente dos campeonatos? Claro que isso não poderia garantir uma seleção hoje mais competitiva (ou poderia), porém a possibilidade de investir em novas potencialidades foi deixada de lado por uma ou duas vitórias em campeonatos. Nossa seleção está velha, em puerpérios/gravidezes e machucada. Enquanto as outras estão, ao meu ver, a frente no quesito preparação física e explosão.

    Irei torcer por nossa seleção, mas demandará muito otimismo e reza pra acreditar que ela vá ganhar o ouro novamente. Espero que esteja, pelo menos, no pódio.

  • will

    O zé tem esse problema com as jogadoras não é de hoje sofre pela sua insistência com as experientes sem ter a base pra se renovar sofre do mesmo mal do Bernardinho na masculina com um time cheio de lesões é se aproveitando apenas do lucarelli que já está começando a se sobrecarregar “é claro” ,pra mim ele “Zé” deveria cortar ou a Natália ou Gabi pois as duas juntas não dá liga em nível internacional pois não tem passe,deveria era chamar pra apagar o incêndio a Paula pequeno que está voltando a definir muitas bolas com a Macris lá no Brasília é mais alta e consegue se virar com as bolas altas na verdade ele deveria pedir desculpas e chamar de volta pp4 e mari só que esbarra na ignorância dele mesmo..

    • Fernando Marcelo

      Concordo, em termos de ataque a Gabi é até melhor. Mas Paula Pequeno tem consistência no passe e não compromete em nada o ataque. Natália não fará diferença. A “ausência” de inteligência será levar as duas GABI e NATALIA, sendo que provavelmente a seleção não tem espaço pras duas em termos táticos. Em 2012 Natália já foi de presépio.

  • Felipe

    Engraçado o ”seu zé” estar preocupado, será que o mesmo acordou para a vida? Ja que nunca se preocupou em preparar outras jogadoras para assumir a responsabilidade de vestir a camisa da melhor seleção do mundo! Achou que Sheilla e CIA durariam pra sempre. Pois é, Zé, vai ter que correr atrás e dar um jeito.

    • silas antares

      Verdade Felipe. Nunca se preocupou em analisar novas e promissoras jogadoras, como faz o Kiraly do Estados Unidos. Agora não adianta chorar. Só tem essas peças mesmo, desgastadas, cansadas, quebradas e sem ritmo. Aff, técnico sem noção. E ainda viaja para acompanhar Sheilla, que sentido faz isso. Acompanhar em que?

  • silas antares

    Verdade Felipe. Nunca se preocupou em analisar novas e promissoras jogadoras, como faz o Kiraly do Estados Unidos. Agora não adianta chorar. Só tem essas peças mesmo, desgastadas, cansadas, quebradas e sem ritmo. Aff, técnico sem noção. E ainda viaja para acompanhar Sheilla, que sentido faz isso!!!!. Acompanhar em que?Sheila está na reserva porque o técnico do vankfbank é tbm o técnico da seleção da Holanda, e é óbvio e evidente que ele prefere dar ritmo a oposta holandesa para o pré-olímpico.

    • Fernando Marcelo

      Silas, a Holandesa por sinal é a principal pontuadora do Vakifbank. Tem sido a definidora do time, atualmente joga muito mais bola que a Sheilla. Infelizmente a tendência é a Sheilla ser banco.

  • Samuel Pontes

    Zé e suas incoerências e tratamentos diferenciados às atletas.
    Vai acompanhar o que da Sheilla em Istambul, se ela ou é banco ou nem relacionada é para os jogos? Outra, Sheilla é uma atleta experiente, ele deveria acompanhar possíveis substitutas para ela. Sheilla está em decadência faz tempo…
    O que o Guidetti tem feito foi o mesmo que o próprio Zé fez na época da Amil quando transformou a seleção em uma extensão de treinos do clube. A diferença é que a Sloetjes tem mostrado serviço. Sheilla foi um fiasco na temporada passada.
    Sobre a Fabiola, curioso que o próprio, em entrevista, já colocava futuras participações dela na SFV em dúvida em razão do pedido de dispensa este ano. Agora está preocupado… pra não falar aliviado por já ter motivos para não convocação.
    Sem contar as jogadoras amuletos dele. Essas não precisam jogar, vão apenas para divertir o grupo.
    Ele tem tido condutas duvidosas faz tempo, mas parece proibido critica-lo. Enquanto tiver medalhas é o que importa. Só sinto que nem todas atletas recebem a mesma atenção e respeito por parte dele.

  • Edu

    Só para arrematar a respeito do desempenho das brasileiras nessa rodada da CL feminina. Sheilla, enfim , foi colocada em quadra na terceira rodada contra o Calcit da Eslovênia.Não duvido , pela proximidade da relação da amizade, que o ZRG tenha ligado para o Guidetti para coloca-lá para jogar na medida da necessidade do time.Com setenta por cento do time reserva o Vakifbank não teve dificuldades ,mesmo fora de casa, jogando contra o time mais fraco de sua chave. Sheilla teve um desempenho próximo do regular e na faixa do razoável.Fez 9 pontos, contra um time bem mais fraco na estatura, técnica e preparação física.É impossível não reconhecer que o Vakifbank titular atual: com as 3 holandesas, uma servia , a nova libero, a ponteira Sonzirma e a levantadora Naz Oydemir é um time mais forte em relação a temporada passada.Quando Sheilla era uma das titulares.Caiu a media etária, ficou mais ágil. Ainda buscando um espaço, pelo custo financeiro da contratação ao time, esta a ponteira estadunidense Hill que se juntou ao grupo um pouco mais tarde e anda administrando a cura definitiva da lesão na panturilha. O novo assistente técnico principal do Guidetti e o mesmo do Kirally na seleção dos EUA.A razão de sua contratação foi o reconhecimento no meio do voleibol internacional como o melhor trabalho de conciliação das estatísticas com o desenvolvimento tático.Ou seja, joga quem é mais eficiente ao time.A novata levantadora brasileira Cecilia Aragão,do Calcit, visivelmente prejudicada por uma forte mancha esbranquiçada de herpes nos lábios jogou somente meio set do primeiro.Talvez reflexo dessa queda imunológica.Fabiola foi jogar contra o time do seu atual empregador, o Visura Beograd.Equipe, uma espécie de incubadora de novos talentos, adquirida pelo mesmo dono do Volero no ano passado.No elenco da equipe servia cinco jogadoras tem abaixo de 19 anos. A levantadora brasileira jogou apenas meio set do final da primeira etapa.Após o anuncio da gravidez,Fabíola deixa de brigar naturalmente pela titularidade com a levantadora Zivkovic já que a CL se prolonga até abril e ela provavelmente só joga ,sob cuidados médicos,até meados de janeiro.Sua entrada na equipe provoca mais fluidez ao ataque e tem se comunicado bem com suas novas companheiras e conversado bastante com sua companheira de posição,hoje a titular .E bastante elogiável ver essa evolução internacional da brasileira que afirmou que se escorou totalmente no domínio do inglês da Garay para entender as orientações técnicas e se comunicar melhor com suas então companheiras russas.Na entrada de seu terceiro ano de Europa Fabíola começa a se sentir cidadã do mundo.

  • Ednaldo Silva

    Acho que a seleçao tera problemas sim, mas tudo isso por culpa do “orgulho desacerbado e da prepotencia” de um treinador que se acha o melhor do mundo. O ze nao aceita criticas, nao gosta de ser questionado. Grita com jogadoras (geralmente com as levantadoras, Claudia, Fabiola e Lins que o digam) de uma forma totalmente ridicula e grosseira e alisa as que ele tanto gosta e que erram horrores (creio que nem preciso citar nomes né?). Enfim é um tecnico que tem 3 ouros olimpicos, que poderia ser muito querido pelos fas do volei, mas nao o é porque sempre deixa a arrogancia falar mais alto.

    O Brasil é um dos unicos paises que nao renova a seleçao. As coitadas das veteranas, caso de Sheila, Fabiana, Jack, se nao pedirem dispensa na força, jogam ate torneio nivel C na Colombia ou Peru, enquanto vemos varias meninas novas ai como Rosamaria, Paula Borgo, M. Paraiba, Roberta (central do Brasilia), Roberta (levantadora do Rio), Macris, Naiana, Lorenne, Suelle, Ivna, etc, se destacando pelos times na superliga e nao sao convocadas sempre, apenas 1 vez a cada 4 anos que a seleçao monta um time “B”, isso porque ou existem muitas competiçoes pra 1 seleçao so ou porque as veteranas estao machucadas, ai qual o resultado a longo prazo? Estarem todas quebradas no fim do ciclo.

    O que aconteceu em Londres parece que nao ensinou nada praticamente ao orgulhoso ze, que preferiu dar creditos a um corcunda do que mesmo as meninas, que POR SI SO, se reuniram, contra a propria comissao tecnica que nao as apoiava da forma ideal, sempre as criticando e com negativismo e muita grosseria, se uniram e mostraram ao mundo que nao é uma comissao que faz delas as melhores, mas sim HUMILDADE, GARRA E MUITO AMOR A PATRIA e elas ganharam aquele ouro em Londres porque foram assim, humildes, guerreiras e se uniram, como disse Thaisa, contra tudo e contra todos, inclusive internamente, para darem a volta por cima.

    Queria ver o discursinho seboso desse Sr, se o Brasil tivesse sido eliminado na primeira fase da Olimpiada em Londres. Nao esqueçam que USA teria apenas que “entregar” o ultimo jogo e assim eliminarem as brasileiras e elas nao o fizeram, fazendo com que a Turquia fosse assim eliminada na primeira fase.

    Eu nao vi ate hj esse sr tecnico da seleçao agradecer as meninas e pedir desculpas pela grosseria dele com elas nos tempos tecnicos. Mari afirmou que ele nao era o mesmo como antes nos treinamentos, sempre de cara fechada e super negativo. Cortou Fabiola e a propria Mari, a qual ele a tinha como “filha”, de formas bem desagradaveis e inescrupulosas e hj fica de mimimi dizendo que Fabiola fara falta, que esta num otimo momento, pois te digo caro “ruela”, Fabiola ja esta nessa boa fase fazem anos, pois mesmo em 2012 ela ja estava arrasando pelo Sollys e tbm pela seleçao 1 ano antes. Tudo bem que ela meio que sentiu a pressao e nao jogou bem o GP 2012 mas pelo ciclo e historico ela merecia ter ido a Londres e nao ter feito aquele nojo de corte que vc fez num saguao de aeroporto…Mas o que esperar de um tecnico que leva praticamente todo o time que ele treina, pra ser titular da seleçao brasileira e depois que deixa o clube, as jogadoras ja nao sao nem mais citadas ou se tornam lixosas ou “burras”, como a Claudia foi tratada por ele proprio? Ele deve ta começando a arrumar as desculpinhas dele pra caso o Brasil seja humilhado dentro de casa, mas eu confio NAS MENINAS que sao talentosas, guerreiras e muito dedicadas, e vao sim se superar, se unir e chegar a esse ouro com fé em Deus, pois elas merecem.

    Sheila, Fabiana, Jack, Lins, Thaisa e cia ja escreveram o nome delas no mundo do volei e sabem que depende apenas delas mesmas para irem obter sucesso nessas olimpiadas mas espero de coraçao que o ze deixe a seleçao, pois estamos precisando de alguem com capacidade e disposiçao pra renovar, lapidar (nao essa lapidaçao tipo na Natalia que nunca acaba né?kkk) e suprir a ausencia das veteranas quando essas mesmas precisem de tempo de descanso e dar um tempo da seleçao. Wagao, Spencer Lee sao otimos nomes pra isso.

    De boa, eu confio nas meninas, que elas façam o mesmo que fizeram em Londres, se unam, ate mesmo contra a comissao tecnica se necessario for e lutem por esse ouro em casa, pois eu ja tenho orgulho delas e seja qual for o resultado nada mudara o que elas ja fizeram pela seleçao, mas garanto que o ze ruelinha sera sempre lembrando nao pelos ouros que tem, mas pela arrogancia, pelo orgulho desacerbado e pela forma agressiva e grosseira com que vem tratando as jogadoras e pela preguiça em renovar o grupo.

    Boa sorte Brasil, boa sorte meninas, vcs irao precisar muito e que Deus as abençoe 😀

    • Fernando Marcelo

      Concordo com tudo!
      Quem acompanha a seleção sabe de todas estas pecuinhas e estórias que rondam a “vitoriosa” carreira do Zé, construída em cima das meninas.
      Lembram do vexame que foi os dois anos de Campinas?

    • Billy

      Excelente o seu comentário Ednaldo Silva.Assino embaixo.Um abraço…

    • A lI

      Assino embaixo!!!

MaisRecentes

Joelho afastará Gabi das quadras



Continue Lendo

As primeiras transmissões da Superliga na TV



Continue Lendo

Vaivém: Thaisa jogará a Superliga



Continue Lendo