Líderes caem e Superliga masculina vê equilíbrio crescer



RJX – 23 pontos; Sada/Cruzeiro e Sesi – 21; Medley/Campinas e Móveis Kappesberg/Canoas – 20.

A Superliga masculina se aproxima do fim do primeiro turno e vê uma disputa acirrada pelo primeiro lugar.

Nos jogos de quinta-feira à noite, duas zebras ajudaram o campeonato a esquentar. Em Contagem, o atual campeão caiu diante da equipe de Marcos Pacheco em sets diretos, parciais de 25-23, 25-22 e 25-21.

O ponta Renato foi eleito o melhor em quadra e levou o VivaVôlei.  Diogo, com 12 pontos, foi o maior anotador do jogo. Olho neste time de Campinas, muito bem acertado em quadra.

Via Twitter, o central Acácio, do Sada, reclamou muito da arbitragem. Pelo tom, vai receber alguma advertência da CBV.

“Acho que estamos trabalhando como profissionais para que o vôlei cresça e apareça. Porém depois da conversa que eu tive depôs do jogo eu vi que não sou só eu que preciso trabalhar mais. Vergonhosa a arbitragem brasileira na Superliga. Profissionais arrogantes!! Alguém peça ao Ary Graça ou Renato Davilla que desçam da espaço nave que eles estão e olhem para o legado que eles tanto gostam de elogiar!”.

Pegou pesado, mas realmente lances polêmicos aconteceram, tanto que o próprio release do time campineiro os cita: “Alguns lances polêmicos marcaram a parcial, desestabilizando o time da casa. Com isso, os campineiros abriram 5 pontos de vantagem”. Arbitragem vai ser tema em outro texto.

Voltando ao tema deste post, a outra zebra que ajudou a equilibrar a Superliga foi o time do campeão olímpico Paulão. Imbatível no Rio Grande do Sul até agora, o Móveis Kappesberg/Canoas fez 3 a 0 no poderoso RJX, parciais de 25-23, 25-21 e 25-18. O oposto Bergamo foi eleito o melhor em quadra.

Já é possível afirmar que o Canoas é a surpresa mais agradável da Superliga. O projeto saiu na base da raça, viu André Nascimento, que seria um dos pilares, desistir antes de a competição começar, e já começa a sonhar com voos mais altos. Se antes o desejo era ficar apenas entre os oito e entrar nos playoffs, a realidade agora é brigar pelo G4 e a vantagem do mando de quadra nas quartas de final.

Por fim, o Sesi aproveitou do tropeço dos líderes e já flerta com a liderança. Depois de um começo muito ruim, o time de Giovane emendou cinco vitórias seguidas, a última sobre o Funvic/Midia Fone (25-21, 25-16, 23-25 e 25-21). Sidão foi o melhor em quadra.



MaisRecentes

Fernanda Tomé é novidade em nova lista para o Mundial



Continue Lendo

Vaivém: Mais uma estrangeira na próxima Superliga



Continue Lendo

Simon veste camisa do Civitanova. Vem novela judicial aí!



Continue Lendo