Lebes/Canoas endurece, mas não resiste ao Sada/Cruzeiro



O saque de Abouba foi uma arma quase mortal. A torcida empurrou. O Lebes/Canoas chegou a ficar na frente, mas não resistiu ao poderio do Sada/Cruzeiro na noite desta quinta-feira.

O time mineiro se garantiu na semifinal da Superliga Cimed Masculina com a vitória por 3 a 0 sobre os gaúchos, parciais de 25-23, 25-22 e 25-19. Era o óbvio nesta série de playoff.

Abouba, oposto de Canoas anotou 17 pontos, sendo sete deles no saque. Números muito bons para um jogo de três sets. Mas do outro lado estavam Simon, Leal e Filipe. E é incrível como eles aparecem em momentos decisivos. No saque, no ataque, em uma recuperação de bola para contra-ataque. E assim o time comandado por Marcelo Mendez enfileira mais uma participação em semifinal. Filipe foi eleito o melhor em quadra e levou o VivaVôlei Cimed.

– Sempre respeitamos todos os adversários. Somos uma equipe que está trabalhando junta há oito anos e nos conhecemos bastante. Podemos trocar uma ou duas peças, mas continuamos mantendo um alto nível. Agora vamos pensar na semifinal – comentou Filipe.

Pelo lado de Canoas, a sensação de dever cumprido mesmo com a eliminação. Oitavo colocado na fase de classificação, o time gaúcho fez parciais equilibradas nos dois duelos contra a melhor equipe do país.

Lebes/Canoas

Ataque de Leal contra o bloqueio triplo do Lebes/Canoas (Divulgação)

– Faltou um pouco para o nosso time. O Sada/Cruzeiro tem um saque muito forte e é difícil recepcionar o saque deles. Nosso time está de parabéns porque conseguiu sustentar a recepção algumas vezes na partida. Nossa temporada foi acima da expectativa e o saldo foi positivo – analisou Abouba, antes de fazer uma foto com toda equipe com a torcida ao fundo.

Na semifinal, o Sada/Cruzeiro irá enfrentar EMS/Taubaté ou Minas. A série está 1 a 0 para os paulistas e o segundo jogo das quartas de final acontecerá nesta sexta-feira, às 18h30, em Belo Horizonte.

 



MaisRecentes

Reflexão sobre o momento da Seleção é necessária



Continue Lendo

O novo capítulo de uma relação conturbada entre Brait e Zé Roberto



Continue Lendo

Coluna: A empolgante decisão da Superliga feminina



Continue Lendo