Leal é absolvido e tem presença certa na final da Superliga



A torcida do Sada/Cruzeiro pode respirar aliviada. O ponta Leal está garantido nas finais da Superliga Cimed Masculina.

O jogador foi absolvido no julgamento do Superior Tribunal de Justiça Desportiva da CBV, na tarde desta sexta-feira, e está liberado para defender o time mineiro contra o Sesi. O primeiro jogo da decisão acontecerá neste sábado, no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, às 15h (RedeTV! e SporTV mostram).

O cubano naturalizado brasileiro foi julgado pelos incidentes ao fim a quarta partida da semifinal contra o EMS/Taubaté, no Ginásio do Abaeté. O time paulista alegava que ele fez um gesto obsceno para a torcida. Já os mineiros rebatiam que o sinal era apenas a reprodução do placar: 3 a 0.

A decisão dá um reforço e tanto para Marcelo Mendez na busca pelo hexacampeonato!

Fico imaginando a fome de Leal ao entrar em quadra amanhã. Ouvindo, nos últimos dias, algumas pessoas próximas ao jogador, existia um temor pela decisão do tribunal. Como ele até já se despediu da torcida cruzeirense no Ginásio do Riacho, após o Sada/Cruzeiro garantir a vaga na final, a possibilidade de não jogar mais com a camisa celeste antes da transferência para o Civitanova o incomodava. Agora poderá encerrar a trajetória de seis anos no clube com um título no Mineirinho, em Belo Horizonte, no dia 6.

Nas redes sociais, o Sada/Cruzeiro comemorou a decisão do tribunal:

Depois dos treinos de Sada/Cruzeiro e Sesi no Ibirapuera nos últimos dias, a expectativa por uma grande final é crescente.

–  Já estudamos bastante a equipe deles, treinamos bastante e estamos com um bom ritmo de jogo. Queremos ganhar aqui no Ibirapuera e queremos ganhar em casa, no Mineirinho – comentou o oposto Evandro.

– Eles são conhecidos pela força do saque, então acredito que uma das armas será controlar esse fundamento. Temos que fazer um trabalho de adaptação em cima dessa qualidade deles para entrarmos bem no jogo e desenvolver nossos fundamentos com qualidade – analisou o líbero Murilo.

LEIA TAMBÉM

+ Mercado agitado na Europa



MaisRecentes

Seleção do Mundial não premiou destaques da final



Continue Lendo

Título coloca a Sérvia no topo após frustração olímpica



Continue Lendo

Supercopa abre temporada masculina mais imprevisível no Brasil



Continue Lendo