Kosheleva joga muito e coloca Rússia nas finais do GP



A Rússia é a última seleção classificada para as finais do Grand Prix. A vaga foi carimbada com a vitória por 3 a 0 sobre a Alemanha, com parciais apertadas de 26-24, 27-25 e 26-24.

Kosheleva em entrevista pós-jogo (FIVB/Divulgação)

Kosheleva em entrevista pós-jogo (FIVB/Divulgação)

O resultado eliminou os Estados Unidos, que torciam para que as russas vencessem apenas no tie-break.

Pelo título, as russas duelarão em Tóquio com Brasil, China, Turquia, Bélgica e Japão.

Para seguir viva na competição, após uma péssima impressão deixada na etapa de São Paulo, a Rússia deve muito à ponta Kosheleva. Ela marcou um set inteiro e mais um pontinho de brinde (19 no ataque, seis no bloqueio e um no saque), liderando com a folga a disputa entre as maiores anotadoras. Malykh colaborou com 12. Pelo lado alemão, pontuação dividida entre Kozuch (13), Brinker (12) e Furst (12).

 



MaisRecentes

Quem fica com as últimas vagas na Superliga masculina?



Continue Lendo

Giovane encaminha manutenção do vôlei carioca na Superliga



Continue Lendo

Basta! Nada justifica ameaças de morte



Continue Lendo