Jaqueline e o futuro – 2



Bom, agora que o casal Jaqueline e Murilo anunciou no Globo Esporte que espera um menino, o post que escrevi em 3 de julho se justifica. Relembre aqui: http://wp.me/p1b2tr-1vB

É sempre uma decisão difícil para atletas de alto nível, que tem uma carreira de 15, 20 anos, parar em um deles. Mas quem é pai sabe que não existe felicidade maior do que a chegada de um filho. Já até escrevi aqui sobre o dia marcante que tive em 16 de novembro de 2006, uma data triste para o vôlei brasileiro. Recordam-se o motivo?

Bom, para Jaqueline, perder o primeiro ano do ciclo olímpico não é um pecado mortal. Ela terá tempo para fazer parte do grupo para a Olimpíada de 2016 e, talvez, do Mundial de 2014. 2013 é a temporada que é possível “perder”. Se ela ainda tiver prazer em jogar e demonstrar que está disposta a se sacrificar por mais uma medalha de ouro, terá novas oportunidades na Seleção de José Roberto Guimarães.

A previsão é de que o filho de Jaqueline e Murilo nasça no fim de dezembro. Que venha ao mundo com saúde! É o que um pai pode desejar aos futuros pais.

 

 



MaisRecentes

Evento na Polônia reúne craques históricos do vôlei



Continue Lendo

Um fim de semana para esquecer na Bulgária



Continue Lendo

Raridade: Brasil perde a segunda seguida por 3 a 0



Continue Lendo