Jaqueline diz não aos europeus e espera definir futuro logo



Em um release enviado por sua assessoria de imprensa, na noite desta sexta-feira, Jaqueline confirmou que não vai deixar o Brasil, algo que já era esperado, e que deseja definir o futuro nas próximas semanas. Atualmente, a maior chance é permanecer no Sollys/Osasco, que sonhava em ter a americana Logan Tom. Confira o texto:

Duas semanas depois de perder o bebê – teve sua gravidez interrompida antes de completar o segundo mês -, Jaqueline volta a pensar em vôlei. Ainda em férias, a ponta estará em Belo Horizonte  para acompanhar o marido, o jogador Murilo, nas partidas da Seleção Brasileira contra os Estados Unidos, pela Liga Mundial. E já planeja o seu retorno às quadras.

Nos seus planos, um clube para a disputa da Superliga 2011 / 2012 e Seleção Brasileira. Em entrevistas, José Roberto Guimarães já conta com Jaqueline, mas ainda não há uma previsão de apresentação da jogadora no CT de Saquarema. Quanto à sua próxima equipe, a única certeza é de que será no Brasil e Jaqueline pretende estar com tudo resolvido antes nas próximas semanas.

– Aos poucos a minha vida está voltando ao normal. Fiquei muito triste com tudo o que aconteceu, o Murilo também, mas aconteceu e a gente superou isso juntos. Quero me concentrar agora em jogar, acertar a minha situação, fechar com algum clube para a Superliga e voltar à Seleção Brasileira. Tive algumas propostas da Europa, mas não quero sair do Brasil, quero ficar no país. Meu objetivo agora é treinar, treinar e treinar, quero ajudar o Brasil a lutar pelo bicampeonato olímpico em Londres. Estou me sentindo bem, pronta para voltar a jogar e a gravidez vai ficar para depois das Olimpíadas – afirmou Jaqueline.



MaisRecentes

Lucas Lóh reforçará Seleção Brasileira na Austrália



Continue Lendo

Vaivém: Walewska confirmada pelo Osasco/Audax



Continue Lendo

Vaivém: Hinode/Barueri anuncia a central Vivian



Continue Lendo