Já merece o título



O Pinheiros não para de aprontar na Copa Brasil feminina.

Depois de eliminar o Dentil/Praia Clube, o time muito bem dirigido por Wagão passou, nesta sexta-feira, pelo todo-poderoso Rexona-Ades por 3 sets a 1, garantindo vaga na final da competição. Podemos chamá-lo de zebra, ao lembrar desta coluna que escrevi recentemente?  http://blogs.lancenet.com.br/volei/2015/01/11/coluna-de-domingo-a-formula-que-da-mais-chance-aos-menores/

O resultado é mais uma prova do ótimo trabalho que se faz, há alguns anos, no tradicional clube paulistano. Com apenas uma parcela do orçamento dos gigantes do país, consegue montar times competitivos com uma mescla de jovens com atletas mais experientes. Especialmente nesta temporada, “deu liga” a formação com Macris, Rosamaria, Ellen, Leia, entre outras. Grande parte do mérito deve ser dada ao treinador, um sujeito estudioso, educado, que possui um trato exemplar com a jogadoras. Não à toa já comanda Seleções de base.

Com Molico/Osasco ou Sesi na decisão, uma coisa é certa. O favoritismo não será do Pinheiros. E talvez esse seja mais fator  decisivo para o clube paulistano conquistar de forma incrível a Copa Brasil desta temporada.

 

 



MaisRecentes

Brasil bateu recordes no Pan. Mas os vôleis ficaram devendo



Continue Lendo

Coluna: Brasil precisa aprender a perder



Continue Lendo

Passe virou a dor de cabeça do Brasil



Continue Lendo