Ivna desabafa após críticas



É muito raro encontrar em releases frases contundentes sobre assuntos polêmicos.

E encontrei hoje algumas declarações fortes de Ivna, rebatendo as críticas sofridas nas reta final da Superliga, além de revelar as expectativas para a segunda temporada que fará pelo Vôlei Nestlé. Confiram na íntegra:

– Estou em uma das principais equipes de vôlei do mundo como titular aos 25 anos e cheguei à seleção nacional do meu país, que é respeitado e é referência em todo o mundo. É óbvio que serei alvo de críticas pela evidência que isso me traz. Sei distinguir quando alguém me critica com respeito, educação e de forma honesta. Assimilo tentando aprender e evoluir, não só no vôlei, mas como ser humano. Porém, às vezes, é alguém maldoso e mal educado ou querendo aparecer.

– Acordo todos os dias para trabalhar honestamente e respeitando todos. A verdadeira família Nestlé sempre me apoiou do começo ao fim e é por ela que jogo. Sempre trataram não só a mim, mas todo o grupo, com respeito e educação, nos empurrando nos momentos mais difíceis. Na seleção brasileira estou convivendo com o mais alto nível do vôlei mundial, com profissionais que já realizaram o meu sonho de vencer uma Olimpíada mais de uma vez. O meu dia, como o de qualquer pessoa, tem 24 horas. Prefiro usar esse meu tempo ouvindo o Zé Roberto e observando a Jaqueline, ao invés de ficar ouvindo ou lendo comentários. Não tenho raiva de ninguém. Dou moral para quem gosta de mim de verdade. Isso me faz bem. Fora isso, é oração.

Ivna ainda deixou a entender que a temporada 2015/2016 pode servir como uma resposta aos críticos:

– Quis cumprir com a minha palavra, concluir o meu contrato, jogar ao lado de jogadoras que gosto, continuar no meu país, na minha casa e, principalmente, continuar vestindo a camisa do Vôlei Nestlé e com a qual tenho gana de vencer.

Sugiro que todo mundo aqui no blog, desde os visitantes ocasionais até os mais fiéis, usem o desabafo da atleta e reflitam um pouco. Existem formas e formas de usar as palavras para criticar o trabalho de alguém.

 

 

 

 

 

 



  • Castro

    Ivna nunca foi criticada de forma respeitosa, quem acompanhou as redes sociais do Molico/Nestlé temporada passada sabe bem disso, termos perjorativos e xingamentos de baixo calão eram as palavras mais direcionadas a ela pelos fãs da ex-oposta em atividade, graças a Deus essa torcida medíocre se afastou do time.

    • Hiago

      E qual a novidade? Na temporada anterior a vítima foi a Ju Carrijo, nessa Ivna e Samara que até apagou suas contas nas redes sociais depois de tanta perseguição.

    • Consuelo

      Infelizmente o Castro está correto. Os fãs de uma outra atleta, excelente por sinal, foram os principais “críticos” (corneteiros, na minha opinião) pois entendiam ser esta a forma “correta” de “escalar” sua ídala. Uma pena isto ter acontecido e, concordo e espero, que estas pessoas tão ruins e amargas, tenham realmente ido para outros cantos. A Ivna definitivamente não mereceu nada disto que aconteceu. Ela pode até não ser (e talvez nunca tenha tido a pretensão de ser) a melhor jogadora mas ela é um excelente jogadora, que trabalha, batalha e busca melhorar sempre. Deus é justo e ela já de colher os frutos que plantou com sua fé e força por ter atravessado tudo que atravessou.

    • Mateus

      Da mesma forma que você, ao meu ver fã da Ivna, critica aqueles que perdem tempo ofendendo a jogadora de forma depreciativa, o que seria então chamar a Mari de “ex-oposto em atividade”?

      • Castro

        Quem disse que sou fã da Ivna? Sou torcedor de Osasco e por mim ela nunca teria sido contratada pela equipe… Em nenhum momento citei a Mari, se você acha que ela se encaixa na descrição, aí são outros quinhentos.

  • Matheus

    Boa tarde! Devido a situação de desemprego de diversas atletas de renome, gostaria de saber se seria possível conseguir informações ou alguma entrevista com Mari, Paula Pequeno, Érika, Elisângela, Tandara, para que nós, torcedores, tenhamos mais informações sobre os rumos que essas jogadoras devem tomar na carreira. Obrigado!!

    • MVP do blog

      Seria bem interessante mesmo Matheus

  • Rafael

    Isso é reflexo da nossa falta de cultura esportiva aliado as distorções de valores e falta de respeito.
    Não tenho dúvidas que uma das consequências é a formação da nossa torcida, sem educação, pouco esclarecida e que não respeita o indivíduo.
    Cansado de ler aqui posts extremamente parciais, defendendo fulano por simpatia ou até certa pena e detonando outros: jogadores e pessoas como eu e você que tem opiniões contrárias a um determinado grupo.
    Esse espaço é para discussão, troca de informações, para quem ama vôlei…

  • albertho

    Eu particularmente acho complicado como muitos atletas e torcedores lidam com as nuance entre critica construtiva e agressão gratuita. Esporte hoje em em dia é cada vez mais business, entretenimento, desperta paixões. Existe gente mau caráter e sem educação e existe torcedores apaixonados acometidos por laivos de irracionalidade.Temos no nosso país o exemplo do futebol, que vem de longa data. Mudar essa cultura, principalmente no Brasil, a curto prazo… olha, vai trabalhar com vigilância patrimonial então. Infelizmente é o preço que o volei como nosso segundo esporte estar começando a pagar, à atleta cabe manter-se acima de tudo isso, afinal ela estar num patamar ao qual pouquíssimas pessoas chegam tanto a nível de exposição quanto de rendimentos.

  • @alcidesxavier

    S E N S A C I O N A L!!!! Muito profissionalismo envolvido dedicação acima de tudo, todo jogador tem seus hábitos e sua preferência por ataques. Ivna precisa melhorar seus golpes, pq impulso e força tem. Muito sensata sua declaração, acredito que as critícas foram exageradas. Na semi contra o SESI ela jogou muito, já na final a única que salvou foi Adenízia com 8bloqueios se não me engano saiu com 12pts, e foi ela a maior pontuadora por OSASCO.

    Agora é aguardar pra vermos, como será o novo Volei Nestle. Como a Lise se adaptará, e o retorno de Thaisa pós cirurgia.

  • Tom Santos

    Acho que realmente ela não rendeu o que foi esperado na reta final, mas nada que justifique desrespeitar a jogadora. O Molico não venceu a final não só por conta da Ivna, mas o time inteiro não jogou bem, inclusive as mais experientes também sumiram no jogo.
    Onde estavam Thaísa, Dani Lins e Carcaces na final?
    E tem mais campeonato é assim mesmo, um ganha e outro tem q perder.

  • Mateus

    Acho que esse assunto já foi muito discutido aqui e em outros espaços, mas pra encerrar: como todos nós sabemos, muitos tornam-se gigantes atrás de um computador, dando-se ao direito de falar o que quiser, como quiser e pra quem quiser, esquecendo totalmente as premissas de respeito e educação ao próximo. Para essas pessoas, apenas lamentação e pena.

    Mas por outro lado, acho eu, Ivna também não soube lidar com as críticas não depreciativas direcionadas à ela. Fez uma temporada pífia, INSTÁVEL por demais, considerando o status de “viradora” de bola pelo qual foi contratada. E ficar salientando esses problemas com a torcida, logo em início de temporada, só vai servir pra afastá-la ainda mais. Tem que trabalhar e calar os críticos na bola!

  • Billy

    Essa jogadora é muito irregular.Não deslancha nunca na sua carreira…Também…o que se pode esperar tendo o BOBALHÂO do Ruimzomar de técnico e uma companheira de clube MEDÍOCRE como a Adenízia!?? Não dá prá alçar vôos maiores mesmo…

    • Romeu

      Concordo. A Ivna é muito fraquinha, irregular, amarelona…! O Osasco nunca deveria tê-la contratado, quanto mais renovado com ela. Foi outra bola fora do incompetente técnico do time.

  • Jackeline

    A inveja tem duas caras a crítica e a agressão… Ela afeta a autoestima do próprio invejoso! O sol é para todos e a sombra de uma árvore é para quem merece.

  • Edu

    Eu tenho profundo respeito pessoal pela jogadora mas ando lamentando essa fase de vitimização que ela se abraçou. Já me manifestei diversas vezes a respeito de sua postura técnica dentro da quadra.Confirmada pelo Luizomar que seguidamente lhe deu segurança e praticamente implorando que fizesse variações técnicas e não somente o gestual acabado e viciado de fechar os olhos e sentar a mão na cortada em sentido reto e previsivel.O próprio Nalbert, numa das transmissões recentes de um jogo da Russia, e das poucas coisas valiosas que se pode extrair de sua figura de comentarista, disse a respeito do oposto Moroz, marido da central da seleção feminina russa.” E o chamado oposto tapado”.”Aquele que não varia suas jogadas e não utiliza a visão mais ampla da perspectiva de fundo para melhorar seus ataques”.”se escora exclusivamente na força e toma tocos seguidos quando seu jogo e identificado”.Inevitavelmente pensei na Ivna. Ando abominando muito esse fundamentalismo religioso que ela agora se escora.Bastava trabalhar de forma discreta, serena e dedicada para seu beneficio e da carreira.Tive oportunidade de citar que diversos atletas da NBA como o Dirk Novitzki, do Dallas Mavericks, contratam especialistas – jogadores eméritos aposentados – para aperfeiçoar seus melhores fundamentos e dirimir suas deficiências nos períodos fora da temporada pagando o custo de seu próprio bolso.Ivna prefere, por opção pessoal, o amparo espiritual da oração.Que lhe conforte e que supere a adversidade negligenciando a busca por um aperfeiçoamento técnico.Ivna , na minha opinião, como jogadora acorrentada as suas convicções pessoais e refratária a qualquer sugestão de aperfeiçoamento técnico já deu e deixou de ser surpreendente.E talvez essa opinião coincida com a do Nestlé que gastou um valioso dinheiro no recrutamento de uma reconhecida jogadora estrangeira especificamente para sua posição.Hoje ela esta titular de um dos mais reconhecidos times de voleibol feminino do mundo.Daqui a três meses, provavelmente e com a vinda da Liz, não sera mais.

    • Marcelo

      Moroz não é casado com nenhuma central da seleção.

      • Edu

        Esta correto, confundi alhos com bugalhos.Moroz de lá, não e o que pensei que fosse de cá, o da Regina.Grato.

    • Billy

      Parabéns Edu.Como sempre…os seus comentários são sempre os mais esclarecedores e melhores aqui do blog do Daniel.Grande abraço…

    • Mateus

      Mais um comentário perfeito! Parabéns!

    • Fernando

      Concordo plenamente com seu comentário!

      IVNA é sim totalmente previsível e limitada não tem inteligência tática. É conforme você citou sem tirar e nem acrescentar, aliás, acrescento: Quando ela fica abalada psicologicamente daí vai tudo para o ralo.

  • AfonsoRJ

    Esse tipo de coisa está mais comum a cada dia que passa. A internet e as redes sociais estão cheias de “trollagens”, “bullying”, comentários covardes, maldosos, agressivos, grosseiros, muitas vezes sem a menor razão de ser. São pessoas na maioria das vezes recalcadas que simplesmente odeiam qualquer tipo de sucesso alheio. Aí surgem apelidos depreciativos, opiniões que apenas refletem inveja, intolerância e muitas vezes até preconceito. Por essas e outras é que tenho pouco a pouco me afastado de blogs e comentários. Ainda venho aqui porque além dos posts sempre equilibrados, elegantes e embasados do nosso blogueiro, ainda encontro alguns comentários que valem a pena serem lidos. Mas volta e meia, mesmo aqui me deparo com disparates. E não me venham com esse blá-blá-blá de que todos tem direito a externar suas opiniões. Sim, a liberdade de expressão deve ser sagrada, mas o direito de ofender é inadmissível.

    • Hiago

      Falou o cara que chamou a depressão do Matt Anderson de frescura.

      • AfonsoRJ

        Critiquei uma atitude que considerei não profissional, assim como achei antiprofissional a gravidez da Tandara. Não xinguei, não agredi, e principalmente não ofendi.

  • douglas

    Eu não acho q ela ta em nível de seleção infelizmente ,apareceu como uma promessa ,mais quando joga mais erra do que acerta só tem um mesmo tipo de jogada ,aqueles balões que vão quase sempre pra fora ou para no bloqueio ,sem conta q nas 2 últimas finais de Superliga simplesmente não apareceu quando SESI e Molico precisavam de uma oposta pra colocar as bolas no chão ela não assumia a responsabilidade .além do q foi irregular durante todo a temporada. Sinceramente acho q se o Zé deveria ter convocado ė a Samara,pois das jovem(junto com Gabi Souza) ė a q tem mais potencial pra evoluir em fundamento passe e recepção,

    • Billy

      Prá mim a Ivna deveria é ser treinada pelo perfeccionista e excelente técnico Bernardinho.Aí sim ela poderia almejar melhorar as suas performances.Porque aquele Luizomar(Osasco)além de ter cara de bobalhão é um PÉSSIMO técnico.Aí não dá mesmo prá evoluir em nada mesmo.

  • Rafael Silva

    Fala menos e joga mais que já ta no lucro,afinal de contas estamos em época junina,balão,Ivna ta tudo em casa.Menos…. Muito menos!!!!

    • Fernando

      tá tudo em casa rss “balão” rsss

  • Aline

    Gente Ivna tem somente 25 anos e,por varias vezes,foi a maior pontuadora e melhor atacante do Nestle.Mesmo assim,muita gente vivia pegando no pe dela.Nao devemos esquecer, que por tras de uma jogadora ha um SER HUMANO que tem todo o direito de errar como todos nos.
    Todos estavam CEGOS para os erros da Dani Lins, jogando a culpa toda na Ivna.
    Macris esta melhor atualmente, tem jogado melhor tanto na Superliga qto na selecao.
    Dani eh uma boa levantadora,mas no momento Macris esta mais precisa que ela.

    • Fernando

      Em relação a Macris, concordo.

      Quando a IVNA, ela tem dois pontos fortes a melhorar esta temporada: Aumentar a autoestima/controle emocional e variar as jogadas, ser mais técnica, pois, força ela tem de sobra só não sabe usar ao seu favor.

  • Raimundo

    Duvido

  • Marcio T.

    Sei que este espaço é democrático, mas alguns visitantes exageram nas críticas. Nem todos tem o bom senso na hora de criticar, por isso existe um moderador. Há alguns meses fui xingado aqui nesse espaço, simplesmente por não concordar com opinião de um visitante. Se não houver um filtro maior na moderacao, continuarão xingando os atletas e os outros visitantes!!!

  • Juninho

    Ah, me poupe!!!! Jogadora contratada por um milhão por temporada tem que corresponder, o que não foi seu caso.
    Essa posição de vítima para um atleta me causa ânsia, nojo demais!!!
    Os marifãs a depreciaram? Sim!
    A comissão técnica do Molico fez um trabalho pífio de aperfeiçoamento dos seus ataques? Óbvio!
    Agora eu falo que se ela tivesse feito uma temporada digna, sem tantos tocos, sem tantos mata pombos, sem largadas na mão e fosse uma oposta decisiva com certeza não estaria sendo alvo de tantas críticas, pois os torcedores do Molico, na época que a contrataram, esperavam por uma oposta definidora ou ao menos talentosa pq estavam acostumados com Hooker e a Sheilla.
    Seria muito mais digno ela reconhecer que não correspondeu as expectativas do time e principalmente da torcida do que ficar dando entrevistas se colocando no papel de madre Tereza!
    E falo mais, não se iluda com a seleção, pois se até a Jéssica foi chamada para treinar, pq vc não seria??

    • Billy

      Juninho é até covardia fazer comparações entre a Ivna Sheila e a Hoocker.Essas duas últimas estão ANOS-LUZ à frente da Ivna.

  • MARCOS DO VOLEI

    ela que esta pedido respeito, deveria também respeitar, pois me lembro muito bem da temporada acho que foi 2011/2012, quando a cubana HERERA jogava pelo minas e ela (IVNA) a ignorou e não a comprimentou na rede pós jogo, isso sim é muita falta de respeito.

    • Billy

      Isso mesmo.A Ivna não é flor que se cheire não.Ela têm um ar de arrogância e soberba ás vezes sim.Merece essa saraivada de críticas (totalmente válidas).Tomara que baixe a bola e repense a sua carreira para que possa tentar evoluir mais.Herrera(a cubana)é muito melhor do que ela.Ela deveria respirar novos ares(mudar de clube).Pois é DOSE prá leão permanecer diariamente ao lado do Ruimzomar e da Adenízia no seu time…

    • Consuelo

      Isto não é verdade. Ivna nunca ignorou ninguém. A Herrera sem razão nenhuma partiu para cima da Ivna tentando agredi-la.

  • Felipe Reis

    Não acompanhei comentários de ninguém, não tenho tempo pra isso, infelizmente.
    Acho triste que ainda tenha gente que critique de forma pejorativa qualquer pessoa pública. Coisa de gente imatura e sem caráter.

    Quanto à Ivna, parece ser uma jogadora esforçada e batalhadora, mas sempre tive a impressão de que ela “se acha” um pouco demais, e essa declaração dela aumentou ainda mais esta desconfiança. Desde que ela deixou o Minas, observo um pouco de ar de superioridade (sem ter esta posição). Acho que quando ela parar de querer provar ser o que ainda não é, quem sabe se tornará uma jogadora de grande nível (até porque potencial ela tem).

    • Billy

      Impressão certíssima a sua Felipe Reis.Ela(Ivna) não é essa coca-cola toda que ela pensa ser….

  • véio do volei

    Cara, sinceramente, ela deveria é sumir dos holofotes e procurar uma quadra. Todos os profissionais, independente de suas áreas, sofrem com críticas. Ela escolheu o voleibol, então aguente firme, pois, nós brasileiros, somos realmente muito críticos. É cultura. Conforme dito acima, levará tempo para mudar. Acho engraçado alguns virem aqui para defender ela. Na época da Mari, aquilo sim foi crítica pesada, ofensiva. Ela não escapava nem dos comentaristas. Foi detonada. Saiu do Rexona totalmente esculhambada. Não vi ninguém chegar e defender a atleta ou falar de profissionalismo. A mesma coisa ocorreru qnd o supertime de Osasco ficou em 3º, onde a Sheilla foi crucificada devido a sua posição. Outra coisa, Lorena, Dante, entre outros tb são deveras esculhaçados na net e ninguém vai lá falar nada, agora essa chorona, fica cheia de mimimi e ainda tem quem a defenda! QUem escolheu essa profissão, tem q aguentar a pressão, ou então, vá para a europa ou outro lugar que não tenha contato com a torcida brasileira, que é apaixonada pelo volei.

  • Luiz

    Filha, se críticas matassem alguém a Maria estaria enterrada há séculos. Taissa que é de seleção é criticada quando joga mal, então por que você que quase sempre joga mal – principalmente em finais – não pode? Vai dormir, garota. Mutio mi-mi-mi. Vai jogar.

  • Alex Lima

    Gostava da Ivna no passado…hj deveria falar menos, deixar de lado o disse me disse e responder na bola. Críticas terá o tempo todo. Acompanho o vôlei desde os anos oitenta e ela não é a primeira e não será a última a receber críticas. Menos blá blá-blá-blá e mais atitude profissional de uma jogadora.

  • Sergio Santos

    Desrespeito à parte, Ivina não é uma grande oposto. As críticas foram juntas em sua grande maioria. Jogadoras como Adenizia, Thaísa, Mari e Jaqueline são hostilizadas, Regiane também está sempre sob críticas, mas Ivina não. Ela realmente deixa muito a desejar

  • Ju

    Realmente muitas vezes pegam pesado e exageram, afinal, é mais fácil criticar atrás de uma tela. Mas ela faz muita vitimização quanto a isso. Ivna não sabe como direcionar as críticas. Ela tem que entender que joga em um time com investimento alto, torcida grande e exigente, o que se espera das jogadoras que estão lá é um alto nível de voleibol. Mais do que isso, ela é uma oposta, essa é a posição de definição do time, mas como ter confiança em uma jogadora que parece não pensar antes de atacar? Até as grandes e renomadas jogadoras são criticadas quando fazem uma ou outra atuação ruim. Cabe a Ivna ignorar e buscar melhorar o seu estilo de jogo. Estar em uma equipe que exige muito dela, talvez não seja a melhor solução. Seria o caso de pensar em equipes de fora, onde pudesse evoluir tecnicamente. Muitos atletas tendem a crescer jogando em times estrangeiros, foi o caso de Sheilla no Pesaro e Fernanda Garay no Japão. Potência Ivna tem, mas ter técnica é primordial.

  • César Castro

    Ivna não foi a jogadora que o Luziomar esperava?
    Eu nunca esperei nada. Lia, Andreia, Ju Nogueira, Jéssica; eu lá espero nada desse povo.
    Jogadoras de clube, medianas, com alguns bons momentos e over…
    Agora tem marifã que é bicho tosco mesmo. O melhor que ela tem a fazer é gastar o rico dinheirinho dela e ir pra Polinésia na temporada de seleções. Assim, sem drama…

  • MVP do blog

    Não gosto e nem confio muito no jogo da Ivna, ainda limitada e tem muita coisa pra aperfeiçoar. Porém, como brasileiro, torcedor do Nestlé, torço pra ela adquira maturidade intra e extra quadra, evolua tecnicamente, e se torne uma referencia na posição, pois estamos precisando e muito disto! Mas, lógico que devemos saber usar as palavras pra criticar, agora, as criticas são sim, válidas. Ivna precisa colocar bola no chão, jogar consciente e começar a assumir responsabilidade em momentos de pressão. Foi assim com Sheilla nas quartas de londres, foi assim com Jaque na final de londres. Foi assim com as meninas nas semis do mundial de 2010, etc etc..esse é o diferencial. Essas situações mostram as JOGADORAS. Por enquanto, vc é apenas só mais uma.

  • R.J.

    Uma coisa nao podem negar, a Ivna tem sido MVP em materia de “post/comentario” em qualquer lugar, seja aqui no blog, e ate mesmo em outros blogs e sites. Eh so ela aparecer que enche de comentarios. Quem sabe nao eh hora de ela usar todo esse negativismo a seu favor dizendo pra si mesma: “ou eu calo a boca de todo mundo, ou eu aceito e enfio meu rabinho entre as pernas e saio de fininho pro meu cantinho”.

  • Mario

    Que é isso? Esta moça foi critica sim, porque não chega nem perto da qualidade de Mari e esta foi boicotada no time, ganhando (Ivna) todos os privilégios da Panilins. Tanto que, no principal jogo, a final, ela saiu de quadra logo no comecinho e Mari, que não havia tido oportunidade, teve que assumir responsabilidade e o fez – sendo a melhor em quadra. Mas de nada adiantou. A panelinha se mantém com Panilins puxando o caldo…e esta Ivna permanece na equipe. E, por favor, falarem que ela é novinha, aos 25 anos? Por favor. Na melhor seleção que Brasil já teve, em 2006, Mari, Sheilla e outras estavam nos 25 anos. Quando ela (Ivna) vai estar pronta? Aos 30? Aí, minha filha, neste País que não valoriza história e nem respeita (como vc mesmo diz), já tera que estar pensando na aposentadoria. Olhe o cenário brasileiro e percebam isso…

  • Mario

    Corrigindo digitação: Olimpíadas 2008 e Mari, Sheilla e outras tinham 24 anos….

MaisRecentes

O novo conceito da FIVB para 2018



Continue Lendo

Apenas Lebes/Canoas faz o dever de casa na rodada



Continue Lendo

Um líder por pontos ganhos. Outro por pontos perdidos



Continue Lendo