Hora de recuperar assuntos importantes



Amigos e amigas, boa tarde. No último fim de semana me dei ao luxo de ser pai/babá em tempo integral, deixando o blog de folga. Espero que entendam.

E, no país do BBB, vários assuntos mereciam posts nos últimos dias.

1 – O clássico Sada/Cruzeiro x Vivo/Minas levantou a questão da arbitragem brasileira. Não vi os lances reclamados pelos cruzeirenses, mas, pela veemência dos comentários, foram polêmicos e merecem uma discussão mais profunda. Damos a atenção necessária/treinamento/valorização para os árbitros no esporte em geral? Não creio. Eles têm errado mais do que o normal, seja aqui ou lá fora? Sim. Passou da hora de a tecnologia ajudar mais? Bastante. Agora, só levanto a tese de perseguição se conseguir provar. Acho perigoso chegar a esse ponto.

2 – Leio matéria de Luiz Paulo Montes, ex-companheiro de LANCE!, que agora está no UOL, sobre a contusão de Hooker. Uma briga com o namorado por telefone, um soco na mesa e uma contusão que a deixará afastada do Sollys/Nestlé por tempo indeterminado. Para o clube, que investe uma pequena fortuna pelo talento da americana, um prejuízo enorme. Para a oposto,  mais uma mancha na carreira. Na minha modesta opinião, envolvidos deveriam tornar pública a questão. É muito melhor quando se joga limpo.

3 – O fiel leitor do blog Jairo Pralon me pergunta sobre a fase ruim do RJX.  Minha resposta para alguns dos seus questionamentos, que vão de entrosamento, contusão de Dante, situação do Marcos Miranda: ” É fato que o RJX não engrenou. Ainda defendo que o time foi o maior prejudicado pela Seleção e quase não treinou junto antes de a Superliga começar. Entrosamento na Seleção ajuda, mas não resolve. A contusão do Dante é um agravante. Marlon perde o atacante com quem tem melhor entrosamento e o bloqueio rival sabe que a presença dele na rede não é tão perigosa. Assim, marca melhor os demais atacantes”.
 



  • @alcidesxavier

    Lamentável este caso, Hooker é jogadora decisiva e a equipe e todos os apaixonados por volei estavam a espera dela; da sua boa atuação na contribuição de uma das mehores edições da Superliga. ALguém tem idéia quanto custa uma jogadora desta??

    Vamos falar de coisa boa… o jogo do Sollys contra o Pinheiros, o Pinheiros que deu trabalho para o Volei Futuro, não incomodou o time de Osasco que brilhou com Tandara na saída, solta para atacar; bloquear. Acredito ter sido um dos melhores jogos com Karine como titular. E Camilinha?? Alguém tem uma dúvida que ela coloca Fabizinha o banco?

    • Afonso (RJ)

      Sou Unilever e não abro, mas a Camilinha no momento bota qualquer líbero DO MUNDO no banco.

    • Simone Gomes

      Realmente a Camila é a melhor líbero que temos no país! Sem dúvida nenhuma.
      Adoro o voleibol dela. É fantástico.

      Estou chateada com o que aconteceu com Hooker, queria muito vê-la 6ª feira aqui em Araçatuba jogando contra o VF.

      Agora, a Tandara só brilha mesmo em SP, pq ela não tem maturidade para enfrentar o campo adversário. Quero ver se contra Araçatuba ela vai conseguir jogar.
      Pois até a agora, ela não conseguiu.

  • Vitor

    1 – A tecnologia o voleibol se faz cada dia mais necessária. Mas reclamação por parte do Cruzeiro não é novidade. É um clube que se julga perseguido e prejudicado por tudo e por todos. Acho que esse questionamento levantado pelo Daniel é interessante, porque não pode se tirar conclusões apenas de acordo com o clube que se diz prejudicado, sem qualquer imagem. No jogo entre Cimed e Sesi a arbitragem também errou bastante, mas foi para os dois lados. Entretanto apenas o Éder postou em seu perfil no twitter reclamações direcionadas a arbitragem. Se não tivesse visto o jogo teria achado que apenas o time catarinense havia sido ‘roubado’.

    2 – Que a Hooker não é um exemplo de profissional não é novidade. A diretoria do Sollys quando a contratou deve ter pesquisado a forma como ela saiu do Pesaro e todo o embróglio que envolveu a jogadora que chegou até ser ameçada de suspensão pela FIVB. Mais uma vez uma contusão misteriosa e volta para os EUA para avaliação. Se ela volta dessa vez só o tempo dirá.

    3 – Eu sinceramente já esperava que o RJX fosse encontrar essa dificuldade no início da competição. Foi assim com os outros grandes times com Sesi, Volei Futuro e Pinheiros em seu primeiro ano com elencos estrelares. Se Dante está machucado, por outro lado tem um Chupita jogando bem mais do que se esperava dele. Mas jogadores como Théo e até o próprio Marlon não vem fazendo suas melhores partidas, comprometendo o andamento do time. Falta entrosamento, é claro, mas na minha opinião falta também técnico. Marcos Miranda já havia feito uma temporada muito ruim no Minas em 2010 sendo demitido no meio da temporada inclusive. É bom ficar de olho.

  • Diogo Márcio

    Entrosamento pode ser um fator, mas desconsidero o caso Dante. Um time que tem Thiago Sens no banco, não pode ficar esperando o Dante voltar a sua melhor forma física, sabendo que ele é o “problema”. Também cabe aos outros titulares aparecem pro jogo e comissão técnica organizar o esquema tático melhor ao time, que ganhou do Cimed (que tem jogadores mais experientes e de seleção) e deitou pro “juvenil” BMG/São Bernando (não querendo desmerecer a vitória dos garotos). Nós temos um exemplo do ano passado que foi o Sesi, estando disfalcado Thiago Alves (não querendo compara-lo ao Dante, mas mostrando que pode da bons resultados) colocaram o Japa no seu lugar e o time se manteve invicto.

    Hooker vai além do investimento, foram pedidos dos torcedores apoixandos por seu time. Se ela fez com Pesaro, quem garante que não ira fazer o mesmo?! Deve receber uma punição para servi de lição não somente para ela, mas para outras jogadoras e principalmente as estrangeiras que vem jogar no Brasil (caso da Glass com VF).

    Sem Fabíola, agora sem Hooker e com Luizomar; torcida tem que agradecer a permanência Ju Costa.

  • graca

    Acho que a contratação da HOOKER foi a MAIOR FURADA do SOLYS!!! HOOKER é problemática e IRRESPOSÁVEL: TODOS JÁ SABIAM DISSO, afinal o histórico dela em clubes é HORRÍVEL! Ela está afastada porque deu um SOCO na mesa, após discussão telefônica com o NAMORADO e ficou LESIONADA… Provavelmente irá para os EUA e não sei se voltará… NOs jogos que HOOKER jogou pelo SOLYS, NÃO FOI BEM! TANDARA e IVNA podem muito bem fazer a função de OPOSTO no SOLYS dem a necessidade de HOOKER. Sonhar com as OITAVAS-DE-FINAL??? Isso é IMPOSSÍVEL para o PINHEIROS!!! E qual é o MAIOR empecilho para o time conseguir isso? O SOFRÍVEL e PÉSSIMO técnico WAGÃO! O investimento é limitado e o PINHEIROS PERDEU JOGADORAS IMPORTANTES, mas nada se compara à INEFICIÊNCIA do técnico WAGÃO… Vale ressaltar que o time que tem uma líbero que mal consegue andar direito, quanto mais correr, também não vai chegar a lugar nehum… CAMILA BRAIT foi o NOME DO JOGO!!! BRAIT: magrinha, baixinha, fininha, agilíssima, espertíssima, ligadíssima no jogo, TODAS AS CARECTERÍTICAS NECESSÁRIAS a uma LÍBERO eficiente e moderna, ao contrário de SUELEN, sua colega de posição, que não tem mobilidade NENHUMA devido ao sobrepeso, nunca poderia jogar na posição de LÍBERO, que exige EXTREMA AGILIDADE… O CONTRASTE foi GRITANTE no jogo, enquanto CAMILA BRAIT, parecia o SONIC e com extrema VELOCIDADE estava em TODOS OS PONTOS DA QUADRA, recuperando BOLAS INCRÍVEIS, SUELEN para dar um passo para o lado, para ficar melhor posicionada para a defesa já era uma dificuldade. Enfim: PINHEIROS com uma LÍBERO que não se movimenta e com um TÉCNICO mais INERTE AINDA não chega a lugar nenhum e é um GRANDE CANDIDATO A SACO-DE-PANCADAS da superliga como foi na SURRA de ontem contra o SOLYS.

  • graca

    O levantador wilian do CRUZEIRO está querendo desviar a atencao da derrota pondo culpa na arbitragem e na CBV. O VIVOMINAS foi melhor e venceu com JUSTICA… Outra coisa, SE QUISER DISPUTAR O SULAMERICANO ganhe priemiro a SUPERLIGA… O CRUZEIRO levou uma SURRA do SESI na final da superliga e ainda queria disputar o SULAMERICANO? WILIAN menos! Larga de ser MARRENTO E GANHA NA BOLA E NAO NO GRITO!

    • bruno

      Graça, só pra esclarecer, em todos os últimos sulamericanos, o país sede teve 2 vagas. Como o torneio foi realizado no Brasil, teríamos que ter 2 representantes e o SADA como vice-campeão tinha todo o direito de participar. Mas…..”interesses ocultos” não deixaram o SADA participar.

  • graca

    Quanto ao RJX, O CAMPEONATO AINDA ESTÁ NO INICIO, nem terminou o primeiro turno ainda… O RJX tem um SUPER-TIME e ainda vai dar muito trabalho pela frente, continua sendo um dos times que pode ser campeao da SUPERLIGA MASCULINA, COM CERTEZA

  • Rubens

    Você tocou num ponto importante, Daniel. A INCOMPETÊNCIA da arbitragem que se mostra no Brasil e até lá fora. Vi o jogo do Vivo/Minas X Sada e foram lances confusos sim, os árbitros estão cada vez mais confusões diante de situações que geram dúvidas nos jogos, aqui em Minas Gerais então, o Camp. Mineiro foi erro atrás de erro, ou melhor, lance duvidoso atrás de lances duvidoso, para todos os lados . Mas a incompetência não é perseguição, não é má intenção, não é roubo, como afirmaram de forma veemente os jogadores do Sada/Cruzeiro. Com declarações que eles fizeram colocam em cheque a integridade de muitos árbitros ( pq pra falar isso, tem que provar) e até a competência da equipe Vivo/Minas que buscou essa virada incrível, que aconteceria com ou sem os lances duvidosos, pois a equipe começou a jogar muita bola , ao contrário do Sada, que travou. Aí vão alegar a bola mais duvidosa do jogo, que se me lembro bem ia empatar o jogo em 12X12 no tie e acabou sendo 13X11 pro Minas. Foi de fato confuso, o primeiro árbitro não viu o quarto toque do jogador do Sada, mas ele claramente aconteceu. Tanto aconteceu, que o segundo arbitro acusou, mas o primeiro nao viu sua marcação também. Cruzeirenses alegam que Marcelinho ganhou o ponto no grito, o Marcelinho não ganhou o ponto no grito, o ponto já era do Minas, o equívoco foi do juiz. Uma solução razoável teria sido voltar o ponto, seria injusto pro Minas, mas daria menos margens às reclamações.

    A única coisa que ficou a chateação foi o tanto que os jogadores cruzeirenses jogaram pra cima do juiz a sua derrota. O Sada, com lances duvidosos ou nao fez 2 X0 no jogo e estava na frente no terceiro, poderia ter levado esse jogo. O Minas não virou o jogou por causa o juiz, virou devidos aos aces do Henrique, aos bloqueios que incrivelmente Marcelinho tirou uns 5 da cartola, devido a virada de bola do tcheco que apareceu, devido ao garoto Lucarelli que começou a rodar todas as bolas. Não adianta também colocar a culpa na bola duvidosa do fim do tie, queria o Sada ganhar o jogo com uma bola que seria por direito, com confusão ou nao, do Minas?
    Filipe, Willian, Serginho são sempre jogadores muito esclarecidos, que usam o twitter de forma muita digna, mas dessa vez pisaram na bola. Não em reclamar da arbitragem, falar dos seus erros, isso aí é ate dever do jogador. Mas erraram em tentar desmerecer de várias formas, mesmo que indiretamente, através de falas de torcedor, a vitória do Minas.

  • Afonso (RJ)

    Problemas com a arbitragem existe em praticamente todos os esportes. E acho que o nível dos nossos árbitros até que é razoável. Na verdade, tenho observado que quem mais tem errado são os bandeirinhas, fazendo com que muitas vezes o árbitro principal tenha que chamar para si a responsabilidade da decisão. Quem sabe um melhor treino dos fiscais de linha diminua as polêmicas em quadra? Afinal eles estão ali para ajudar, mas tenho percebido que muitas vezes acabam mesmo é por atrapalhar.

    Quando soube da notícia da contratação da Hooker pelo Sollys eu comentei aqui sobre o histórico problemático da jogadora. Talvez ainda seja cedo para afirmar que a contratação foi uma “furada”, mas pelo andar da carruagem tudo leva a crer que sim. Mesmo que se recupere e volte, vai pegar o bonde andando. No jogo em que o Sollys perdeu para o Minas Tenis, a Hooker não jogou bem, talvez por falta de ritmo de jogo ou desentrosamento com a levantadora. Não sei. Mas a verdade é que em determinado momento foi até substituída pela Tandara.

    Ontem assisti ao chatíssimo Sollys x Pinheiros. Chatíssimo porque era um jogo de cartas marcadas, com resultado facilmente previsível e portanto sem emoção alguma. Mas valeu à pena assistir ao jogo, afinal de contas. Valeu pelo bom desempenho da Tandara. Se ela conseguir manter o nível do jogo de ontem, a Hooker não vai fazer a menor falta. E valeu principalmente pelo verdadeiro show que a Camila Brait deu em quadra. Não é de hoje que eu venho notando o bolão que a mineirinha vem jogando. Chega a emocionar. Na minha opinião, já há algum tempo vem jogando mais que a Fabizinha, e não posso afirmar porque não tenho como acompanhar de perto o volei feminino no mundo, mas pelo o que eu tenho visto me passa a impressão que não tem pra ninguém. Até onde eu sei, ela é a melhor do mundo no momento, e com folgas.

  • Carlos E

    Sobre o RJX acho que o time ainda pode se acertar, mas é melhor resolver se acertar rápido. O campeonato é longo, mas é formado por equipes muito fortes que já estão seguindo um bom caminho, correr atrás não é tão fácil assim. Conta muito o lance do entrosamento mesmo, isso é muito fundamental no volei. Mas me surpreende algumas más atuações individuais como Marlon, Alan, o próprio Theo nao tem se destacado como deveria. O Dante nao conto por conta da contusão. O melhor jogador deles vem sendo Chupita ( ou Lipe ou Luiz Felipe ou… rsrsrs). E tem o fator técnico, que definitivamente me agrada pouco, agrada só a quem o contratou, essa é a verdade.

    Sobre a arbitragem do clássico mineiro, confusa, mas totalmente desproporcional as reações dos atletas do Sada. Deveriam começar pensar pro proximo jogo pq pararam de jogar a partir do 3º set, isso sim.

  • Marcelo Souza

    Como pode uma jogadora, profissional do nivel da Hooker, quebrar a mão por uma briga por telefone com o namorado? Isso é inaceitável. O Osasso precisa punir esta jogadora que tanto os torcedores queriam ver aqui. A Erika se machucou no Azerbaijão nem voltou para o Brasil para ser operada aqui, esta idiota da Hooker fou para a merda do Estados Unidos fazer o que? Comprovar os chifres que com certeza ela ganhou de presente do macho dela?

  • Graca

    Tecnica apurada. leveza, suavidade, precisao, velocidade, criatividde, inteligencia, superioridade, beleza, agilidade, visao de jogo, enfim tudo isso tem um nome: FERNANDA VENTURINI!!! Valeu muito pena ter saido de casa ontem a noite para ver o SUPER-ESPETACULO de VENTURINI, as meninas do USIMINAS nao tiveram oportunidade de ver a cor da bola, VENTURINI usou e abusou das suas CENTRAIS, jogando com muita velocidade, JUCIELY como d costume foi NOVAMANETE a atacante mais efetiva em quadra, seu entrosamento com VENTURINI e’ IMPRESSIONANTE, FABIZINHA tbem estava inspirada defendia com muita garra os COICES POTENTES DAS CUBANAS, suas defesas viravam contra-ataques MORTAIS NAS MAOS MAGICAS DE VENTURINI!!! ENFIM VALEU MUITO A PENA ASSISTIR AO VIVO O JOGO! Quem foi, teve suas espetativas mais que superadas com certeza!!!

    • Filipe

      concordo plenamente graça é um espetáculo ver essa mulher jogar se ela faz isso com um passe ruim da unilever imagina-se com um passe bom oque ela faria…ahhh se ela voltasse pra olímpiada..

  • Ademir Bizoto

    Acabei de voltar do jogo entre Medley e BMG, coloquei um post sobre como foi o jogo em http://www.hiperesportes.com , porém gostaria de levantar a mesma questão que a do post do Daniel, o que está acontecendo com a arbitragem brasileira, hoje num 5º set muito disputado quando o jogos estava 19×19 o juiz errou em um lance grotesco favorecendo o BMG, em um ataque do Mão a bola tocou no bloqueio porém a arbitragem nao marcou, isso não tira o mérito do time do Rubinho pois mesmo a garotada sentindo a pressão no 4º set onde tomaram virada, seguraram a peteca e venceram o 5º

  • Jairo (RJ)

    É Daniel, a postagem da galera sobre o RJX foi bem legal. Sábado estarei lá pra ver como está o time após a vencer o Londrina. Fiquei sabendo que estarão sem Dante e Chupita ou Lipe rsrsrs. Mas contra o Sada Cruzeiro, a parada será mais indigesta. Vamos ver.

MaisRecentes

Os duelos da Copa Brasil feminina



Continue Lendo

Lances do clássico Vôlei Nestlé x Sesc



Continue Lendo

Coluna: O maior desafio do Sada/Cruzeiro no Mundial



Continue Lendo