Gostei do que vi



A segunda vitória do Brasil sobre a Sérvia, neste domingo, em BH, foi mais convincente do que a da estreia, apesar do apagão no terceiro set.

A presença de Murilo deu mais segurança ao passe. E ter a bola nas mãos do levantador, desta vez William, é primordial para o estilo de jogo brasileiro, mais rápido e menos potente do que a maioria dos rivais. Foi bom ver Riad e Isac juntos no meio. Uma nova formação para fazer sombra para Lucão e Sidão, titulares faz tempo. Vai ser saudável este duelo, principalmente pelo bom momento vivido por Riad.

Destaco também o amadurecimento de Wallace. O oposto não se abate mais ao levar um bloqueio e errar um ataque em seqüência.  Foi o maior pontuador do time.

 



MaisRecentes

Copa altera o status da Seleção Brasileira masculina



Continue Lendo

Coluna: Vale prestar atenção na vizinhança



Continue Lendo

Coluna: Já esperava ver a Seleção em outro patamar



Continue Lendo