Gostei do que vi



A segunda vitória do Brasil sobre a Sérvia, neste domingo, em BH, foi mais convincente do que a da estreia, apesar do apagão no terceiro set.

A presença de Murilo deu mais segurança ao passe. E ter a bola nas mãos do levantador, desta vez William, é primordial para o estilo de jogo brasileiro, mais rápido e menos potente do que a maioria dos rivais. Foi bom ver Riad e Isac juntos no meio. Uma nova formação para fazer sombra para Lucão e Sidão, titulares faz tempo. Vai ser saudável este duelo, principalmente pelo bom momento vivido por Riad.

Destaco também o amadurecimento de Wallace. O oposto não se abate mais ao levar um bloqueio e errar um ataque em seqüência.  Foi o maior pontuador do time.

 



MaisRecentes

Quem fica com as últimas vagas na Superliga masculina?



Continue Lendo

Giovane encaminha manutenção do vôlei carioca na Superliga



Continue Lendo

Basta! Nada justifica ameaças de morte



Continue Lendo