Gabi reaparece bem e Sesc está garantido em mais uma semifinal



O Sesc segue muito vivo na luta por mais um título da Superliga Cimed Feminina.

Na noite desta sexta-feira, o time comandado por Bernardinho eliminou o Pinheiros com vitória por 3 sets a 0, parciais de 25-22, 25-22 e 25-13.

O resultado fechou a série em melhor de três das quartas de final em 2 a 0. O Sesc agora espera o vencedor do playoff entre Camponesa/Minas e Fluminense. As mineiras estão em vantagem e poderão fechar o confronto em Belo Horizonte.

A ponta Gabi faturou o Troféu VivaVôlei. E esse também seria o meu voto, apesar da atuação bem consistente da central Mayhara.

Pinheiros não conseguiu parar o ataque do Sesc (Divulgação)

A jogadora foi, durante grande parte da partida, a melhor opção ofensiva de Roberta no Sesc. Incumbência da dominicana Peña no primeiro jogo das quartas de final, em São Paulo. E ver Gabizinha voltando a ser decisiva no ataque não é bom apenas para o time carioca, mas também para a temporada da Seleção que vem por aí. Ela com confiança e em forma física é sempre um diferencial.

– Estou muito feliz. É meu primeiro VivaVôlei da temporada. Sei que ainda tenho muito a melhorar, preciso diminuir os erros. Mas aos pouquinhos vou voltando à minha forma ideal. Temos de buscar uma constância maior para tentar a vaga na final – disse Gabi ao SporTV.

O aguerrido time do Pinheiros sofreu bastante com o passe. A ponto de uma mesma substituição de Bernardinho ter fechado duas parciais no saque. Carol Leite entrou para sacar no 24 a 22 nos dois primeiros sets. E fechou ambos. As imagens abaixo não são replay.

A equipe de Paulo de Tarso ainda se abateu bastante no segundo ser após uma torção no tornozelo de Mari. O placar apontava 11 a 9 para o Pinheiros e rapidamente se transformou em 20 a 12 para o Sesc. O técnico mexeu em todas as opções, uma reação foi esboçada, mas insuficiente para uma virada.

Já no terceiro set a vida do Sesc foi facilitada pelo caminhão de erros de ataque do Pinheiros. Nem sequer Bruna Honório, destaque do jogo anterior, brilhou desta vez.

– Erramos muito hoje. Elas estavam mais montadas na marcação, bloquearam a gente muito mais. Mas não temos de tirar os méritos delas. Se tivéssemos vencido lá em casa poderia ter sido diferente aqui no Rio – lamentou Bruna Honório.

LEIA TAMBÉM

+ Dentil/Praia Clube é o primeiro semifinalista da Superliga



MaisRecentes

Teve de tudo no maior clássico do vôlei



Continue Lendo

O que esperar do Mundial feminino de clubes?



Continue Lendo

Não sei em quem apostar na Superliga feminina



Continue Lendo