Fofão merecia muito mais



Confesso que fiquei triste ao ver no site Volleyball.it a possibilidade de Fofão defender o quase desconhecido San Severino, da Segunda Divisão Italiana.

Campeão olímpica, referência de uma posição carente, a levantadora deveria estar em um clube grande, de preferência no Brasil, para encaminhar seus últimos anos de carreira no alto nível. E mais: ser espelho para jovens que desejam jogar nesta posição e ser observada por Dani Lins, Fabíola, Ana Tiemi, que um dia sonharam em chegar ao nível de Fofão.

No time, ela seria companheira da oposto Jaline, que já atua em times menores da Itália há alguns anos.



MaisRecentes

Coluna: mercado já sente reflexos da crise mundial



Continue Lendo

Itambé/Minas planeja time “em volta” de Macris



Continue Lendo

Osasco Audax quer a volta de Tandara



Continue Lendo