FIVB publica listas olímpicas definitivas



Já estão no site oficial da entidade os 12 atletas inscritos pelas seleções que disputarão a Olimpíada de Londres.

No Brasil, os nomes confirmados no último fim de semana. Time feminino com Natália e Tandara, sem Sassá e Camila Brait. No masculino, os 12 que treinam em Saquarema.

Dei uma passada pelas principais seleções e algumas coisas chamam a atenção.

– A fortíssima Rússia, de Gamova, Sokolova, Borodakova e Kosheleva, leva Artamonova, que completa hoje 37 anos. Experiência de sobra, mas sem a saúde de temporadas atrás. O masculino repete o expediente com Tetyukhin, que vai completar 37 anos em setembro. Ele, ao menos, deve ter mais chances de atuar.

– Apenas Turquia e Argélia, entre as mulheres, colocaram duas líberos na lista de 12. O Brasil poderá ser o terceiro, caso Natália não tenha condições físicas e seja substituída na véspera da estreia por Camila Brait. No masculino, apenas Itália levou dois especialistas em passe/defesa.

– A seleção masculina da Tunísia não tem nenhum jogador inscrito com mais de 2m de altura.  O mais alto chega a 1,98m. Pintou o time com pior bloqueio da Olimpíada? No feminino, apenas três atletas igualam ou superam a casa dos 2m: Gamova, Merkulova e Haneef.

 

 



MaisRecentes

Brasil cumpre obrigação e agora torce por rival por liderança



Continue Lendo

Brasil se recupera, vence o Canadá e ainda pode ser 1º do grupo



Continue Lendo

Brasil perto da definição da lista para o Mundial feminino



Continue Lendo