Finais da Superliga sob o comando de ex-diretor do Criança Esperança



Trecho da minha coluna do último domingo:

“Enquanto discute o futuro, a CBV também se preocupa com as finais da atual Superliga. A promessa é de que o público irá se surpreender. É esperar para ver”.

Para quem não atendeu, parte da resposta está logo abaixo.

Monica Bergamo publicou em sua coluna, nesta segunda-feira, na Folha de S. Paulo, que Ulysses Cruz, que já dirigiu o Criança Esperança, da Rede Globo, foi contratado pela CBV para transformar as finais da Superliga em um megaevento esportivo (essa expressão eu copiei do texto dela).

A ação ganhou o nome de “Isso é Vôlei” e tem como objetivo tornar o campeonato mais atraente para patrocinadores e televisão.

Segundo Monica Bergamo, “ele é levemente inspirado no Super Bowl”, mas sem apresentações musicais.



MaisRecentes

Esperava um jogo tecnicamente melhor no Mineirinho



Continue Lendo

Reflexão sobre o momento da Seleção é necessária



Continue Lendo

O novo capítulo de uma relação conturbada entre Brait e Zé Roberto



Continue Lendo