Filma “nóis”, Galvão!



Sesi e Molico não precisarão gastar milhões de reais em publicidade e muito menos vão apelar para alguma tática de emboscada para divulgação das respectivas marcas na TV aberta.

Nesta sexta, os times comandados por Talmo e Luizomar de Moura, respectivamente, se classificaram para a final da Copa Brasil. Assim, neste sábado, às 10h, ganharão a oportunidade quase única de aparição na Rede Globo, por, ao menos, uma hora. Imagine então ver a final indo para o tie-break, com o jogo se arrastando por duas horas ou mais…

Tenham certeza de que nos bastidores essa “grande vitória” é muito comemorada pelos investidores no esporte. Ouso dizer que essa valiosa exposição é tão festejada quanto a conquista da vaga no próximo Campeonato Sul-Americano, que é reservada para o campeão. Sobre isso, vale fazer um adendo. Como Osasco será sede do torneio continental, algo que já garantia antecipadamente o Molico como participante, o Sesi, pela simples presença na decisão, também já está garantido no Sul-Americano.

Classificações à parte, deve-se enaltecer a presença do Sesi na final. Passou pelo Banana Boat/Praia Clube, na quinta, e hoje derrotou a favorita Unilever, de virada, por 3 a 1. Se não bobeasse no fim da primeira parcial, o triunfo poderia acontecer até em sets diretos. Seria ainda mais surpreendente. Muita gente duvidava da passagem pelas quartas de final…

Apesar de o time paulistano ter disputado a final do Estadual, era difícil cogitar tal reação semanas atrás. A campanha instável na Superliga colocava até a vaga para os playoffs, entre os oito primeiros, em xeque após o fim do turno. A reação começou e atualmente o Sesi parece um outro Sesi. E olha que o time está sem Pri Daroit lá no torneio de Maringá. Ivna, Dayse, Suelle, coadjuvantes até outro dia, terão grande chance de transformação em protagonistas. Quem diria…

Pelo título, o Sesi terá o reencontro com o Molico, campeão estadual. Também por 3 a 1, a base da Seleção Brasileira derrotou o Vôlei Amil. Os dois primeiros sets tiveram um bom nível, mas depois a partida caiu muito de produção. Muitos erros – e de todos os tipos -, jogadas infantis, broncas dos treinadores, principalmente de Zé Roberto em Claudinha… Um pequeno show de horrores. O time de Osasco, conseguiu, porém, se estabilizar antes e assim confirmou o favoritismo.

Espero que amanhã as jogadoras não só caprichem no batom e no penteado para a aparição na Globo. O público que estará no Chico Neto, os torcedores vendo pela telinha da TV e os patrocinadores merecem um espetáculo de alto nível!

ATUALIZADA ÀS 21H30



MaisRecentes

Dentil/Praia Clube confirma presença no Mundial



Continue Lendo

Seleções disputarão amistosos pelo país antes dos Mundiais



Continue Lendo

O adeus do genial genioso Ricardinho



Continue Lendo