Exclusivo: Bruninho com um pé na Itália



Pessoal, publico em primeira mão aqui no blog reportagem assinada por mim e que está no LANCE! desta segunda-feira. Sem rodeios e com muita sinceridade, o levantador Bruninho falou sobre o futuro. E, pelo que tudo indica, em terras italianas. Quem comprar o Diário ainda verá a reflexão dele sobre o futuro da Cimed sem a SKY e a opinião sobre a final da Superliga.

Bruninho está de partida. Com o time da Cimed correndo risco de extinção após o fim da parceria com a SKY, o levantador analisa propostas do exterior. Modena é o destino mais provável, como revelou ao LANCE!.

O projeto de jogar fora do Brasil já vinha sendo amadurecido. Na temporada passada, ele passou menos de dois meses na Itália para disputar os playoffs pelo mesmo Modena e chegou às semifinais, caindo diante do favorito Trentino. Gostou do que viu. Os torcedores e dirigentes do time também, tanto que mantiveram contato com Bruninho, pedindo para que retornasse um dia. Tudo isso pesa mais do que as duas sondagens recebidas do milionário vôlei russo.

– Penso seriamente em sair, viver uma nova experiência. Acho que é a hora. No Brasil, infelizmente, o mercado é restrito para os levantadores – comentou Bruninho, para depois abrir o jogo sobre a relação com a Itália. – As pessoas de Modena me escrevem até hoje. Não estou indo para qualquer lugar (Modena tem mais de 45 anos de tradição no vôlei, tendo conquistado 11 títulos italianos e dez europeus). O nível técnico do Italiano é muito forte, tem mais a ver comigo. Me ligaram da Rússia, mas lá pesa muito o dinheiro.

A decisão pode acontecer já esta semana. Após fazer um autoavaliação, Bruninho revela que a transferência para o exterior também tem outra motivação.

– Sinto que dei uma estacionada nos últimos dois anos. O time fracassou e como um todo você dá uma caída também. Faz parte do amadurecimento. Preciso dar uma melhorada, seguir minha evolução. Sei que posso crescer.



MaisRecentes

Brasil larga bem na segunda fase do Mundial



Continue Lendo

Os prováveis participantes do Mundial masculino de clubes



Continue Lendo

Brasil “mapeia” os perigos para duelo com a Austrália



Continue Lendo