Excelente iniciativa em Uberlândia



Uma iniciativa que merece aplausos. A diretoria do Praia Clube vai homenagear atletas e treinadores rivais nos jogos do time de Uberlândia contra Unilever, Sollys/Nestlé e Vôlei Amil.

Já no duelo desta terça-feira, contra a equipe carioca, os campeões olímpicos receberão um troféu feito pela artista plástica Vânia Vilela. A entrega prosseguirá no dia 1 de fevereiro, no jogo contra o Sollys, terminando no dia 15/2, no jogo contra o Vôlei Amil.

Serão homenageados Bernardinho, Valeskinha, Fofão, Fabi e Natália (Unilever); Sheilla, Jaqueline. Thaísa, Fernanda Garay e Adenízia (Sollys/Nestlé); José Roberto Guimarães, Walewska e Fernandinha (Vôlei Amil).

Segue trecho da nota oficial do Banana Boat/Praia Clube: “Respeitamos muito as equipes participantes da Superliga que são nossas adversárias na quadra, mas parceiras na divulgação do esporte e na formação da juventude brasileira. Por isso, pelo grande exemplo e porque sabemos como é árdua a caminhada de uma atleta é que Praia Clube criou o “Troféu Mérito Esportivo”, uma obra de arte, feita pela artista plástica Vânia Vilela, para homenagear os atletas e técnicos medalhistas olímpicos. Não é somente um troféu, é mais que isso, é um reconhecimento pelo esforço, dedicação e talento destes atletas e técnicos. Suas vitórias são mensagens positivas que motivam nossos jovens na busca pela prática desportiva… Parabéns! O Praia Clube reconhece esse valor!”

Golaço do time de Uberlândia.



  • Neide

    Mas e a TANDARA, a FABIANA e a DANI LINS do SESI? Elas merecem muito também receber essa homenagem!
    Dá gosto de ver a TANDARA jogar: é o porradão mais forte das jogadoras brasileiras na atualidade, também ele tem um bração grosso, muito mais forte que muito homem.
    Só p/ refrescar a memória de muitos que estão criticando a Sheila, no dia 19 de OUTUBRO de 2012, a SHEILA foi CAMPEÃ MUNDIAL numa final espetacular contra o timaço do RABITA BAKU, fazendo uma competição excelente na qual terminou como MAIOR PONTUADORA jogando com a FABÍOLA, MELHOR SACADORA e MVP do MUNDIAL. Logo depois do seu AUGE no CAMPEONATO MUNDIAL, Sheila sofreu um acidente doméstico em 31/10/2012,no qual fraturou o pé. Devido a essa fratura Sheila ficou muito tempo afastada dos treinos e foi perdendo condicionamento físico e ritmo de jogo, enquanto isso IVNA vinha atuando como titular. A fratura tem pouco mais de 2 meses, Sheila ainda não voltou ao melhor de sua forma e, portanto, tenham paciência: “ELA É CRAQUE DE BOLA” e a “MELHOR DO MUNDO EM 2012!”. Não tenho dúvidas que nas quartas-de-final, Sheila já estará bem melhor. Alguém aí é atleta e já ficou um bom tempo sem treinar por causa de uma fratura e voltou no mesmo ritmo de antes??? Sheila não é máquina, é um ser humano e merece muito crédito e tempo para voltar à melhor forma.

    • Neide

      A PAULA, a única MVP OLÍMPICA que o Brasil já teve, também merece uma homenagem, ainda mais pq JANEIRO é o mês do seu aniverário! Parabéns PAULA, por todo o seu talento, simpatia e beleza! Parabéns pela ótima temporada na EUROPA. PAULA com certeza vai ser campeã da COPA EUROPEIA DE CLUBES, torneio no qual ela tem se apresentado muito bem e já se classificou para as semifinais. Na semifinal vai enfrentar o Uralochka do técnico NIKOLAI KARPOL e da CUBANA YUMILKA RUIZ.

  • ana maria

    Muito linda essa iniciativa. Parabéns a todos do volei de Uberlândia. Especial cumprimento ao técnico o Spencer Lee que tem um jeito muito bonito de se confraternizar com os adversários. Eu diria que até doce sem a sisudez habitual da situação. O volei agradece e eu, particularmente, como fanática por este esporte deixo aqui meu agradecimento também.

  • Daniel

    Fantástica iniciativa. Parabéns ao Praia Clube.

  • Afonso RJ

    “JOSÉ ALEXANDRE NÃO É MAIS TÉCNICO DO SÃO BERNARDO”

    Isso me parece mais manchete de futebol do que de vôlei.

    O que ralmente estará acontecendo por lá?

    • Daniel Bortoletto

      Ele assumiu a secretaria de esporte do município.

  • João Lucas

    Bonita a iniciativa do Praia, entretanto, não vão homenagear as também campeãs olímpicas Sassá e Carol Albuquerque (PEQUIM/2008). Dani Lins e Tandara (LONDRES/2012) e a bicampeã Fabiana (PEQUIM/2008 e LONDRES/2012)????!!!

    • Felipe Lima

      Devem fazer algo pra entregar depois, já que estes troféus serão entregues quando o Praia enfrentar as equipes das referidas atletas (o SESI já foi enfrentado, e creio que ainda não tivesse nada pronto).

  • Afonso RJ

    Um comentário sobre Amil 3×1 São Bernardo:

    O Time da Amil entrou inseguro em quadra, som as ausências de Fernandinha e Daimi, substituídas por Pri Heldes e Rosamaria respectivamente. A levantadora reserva sentiu mais, enquanto a oposta de apenas 18 anos parecia uma veterana mesmo nesse primeiro set onde tudo deu errado para o Campinas.

    Durante todo o primeiro set a quantidade de erros principalmente do Amil foi acima da média. Pri Daroit e Vasileva começaram mal, o bloqueio não funcionava com as centrais, erros sucessivos de saque, erros no ataque, o que permitiu ao time do São Bernardo até abrir uma boa vantagem e vencer o set.

    No segundo set, o time de Campinas foi achando o seu jogo e crescendo em quadra. Pri Heldes começou a jogar mais com bolas de meio explorando o ataque da Walewska. Pri Daroit entrou também no jogo e começou a virar mais bolas. Mesmo com um início ruim, com o S. Bernardo abrindo uma boa vantagem no placar, o time campineiro virou e venceu o set.

    Com o time jogando com mais confiança, ficou fácil para as meninas do Amil vencerem o terceiro e quarto set.

    O São Bernardo, de técnico novo, continuou com aquilo mesmo. Um time jogando muito abaixo do potencial individual de cada uma das suas jogadoras. Ness jogo destaque positivo para a veterana central Ednéia.

    No Amil, destaque positivo e troféu Viva-Vôlei para a oposta Rosamaria de 18 anos. Foi sem dúvida a melhor em quadra. Foi a primeira vez que atuou como titular, mas com a contusão da Ju Nogueira tem entrado nas inversões do 5-1 e dado conta do recado. Pelo que vi até agora tem tudo para ser a revelação dessa Superliga. Destaque negativo para a búlgara Vasileva. Me parece que entrou dispersa, sofrendo com a insegurança inicial do time, e não se recuperou. Fez a pior partida de todas as que eu assisti até hoje, bem abaixo do que tem rendido normalmente. Provavelmente apenas uma noite ruim.

    Finalmente, se me dão licença, não queria deixar de mencionar o falecimento hoje aqui no Rio, no Hospital São Lucas em Copacabana, do grande técnico de basquete Ary Vidal. Foi protagonista de várias jornadas vitoriosas como técnico da seleção num período em que o basquete brasileiro encarava as grandes potências mundiais, antes que a desorganização e principalmente a politicagem levassem esse esporte ao fundo do poço. Não sou muito fã de basquete, mas reconheço seus méritos e torço para que o trabalho que tem sido feito para reerguê-lo seja vitorioso.

  • Rodrigo

    O fato do Praia homenagear apenas os atletas e técnicos citados no texto é que serão os únicos campeões olímpicos a enfrentarem o time em Uberlândia nessa fase da Superliga. Pois a festa será feita na casa do Banana Boat/Praia Clube. Não se trata de esquecimento das jogadoras campeãs olímpicas de outros times. Dá pra entender ou querem que desenhe?

    • Tati

      Desenha querido, por favor: ADOGO DESENHOS BEE… Vc desenha com o quê; pincel, gizão de cera ou borcha???

MaisRecentes

Semana positiva das Seleções adultas



Continue Lendo

Coluna: O polêmico teste na regra do vôlei



Continue Lendo

Vaivém: Mais estrangeiras na Superliga?



Continue Lendo