Exageros de fã fazem Gustavo desistir de rede social



Há pouco mais de um mês, publiquei no blog e no LANCE! uma coluna sobre o central Gustavo, uma atração à parte no Twitter, com piadas, fotos de companheiros, comentários sinceros sobre as atuações do Pinheiros/Sky e detalhes do cotidiado (para que quiser relembrar, segue o link: http://blogs.lancenet.com.br/volei/2011/02/19/gustavolei13-figuraca-na-rede

Para infelicidade dos milhares de seguidores, Gustavo foi obrigado a encerrar a conta na rede social. O motivo:

– Fico triste. Eu gostava muito de usar, interagir com os fãs. Sentia carinho, o incentivo de muita gente. Sinto por eles. Mas uma fã sem noção ficava escrevendo coisas sem parar. Eu pedi para que ela acabasse com aquilo, que não fizesse mais, que tivesse respeito. Mas nada. Cheguei a bloqueá-la, mas sempre aparecia de novo com outro perfil. Então tive de sair – lamentou Gustavo, em conversa com o blog, nesta quarta-feira.

A perseguição doentia fez com que Raquel, esposa do jogador, também cancelasse a conta no Twitter.

– Estava nos atrapalhando – admitiu Gustavo, que não descarta voltar a ter um novo perfil na rede, no futuro.

Sobre o futuro do Pinheiros/Sky, derrotado na abertura dos playoffs pelo Sada/Cruzeiro por 3 a 1, Gustavo, como sempre sincero, não inventou desculpas.

– Nosso time mudou demais a temporada toda. Vejo os outros e perceba que a base é a mesma desde o início. Isso atrapalha muito. Mudamos o levantador, por exemplo. E sentimos a falta de entrosamento. O Vinhedo chegou tarde, o Murilo ainda é jovem. Mas pelo menos tentamos. E isso deve ser valorizado. No jogo de terça, erramos demais (33 pontos de graça para o rival). Assim não tem jogo. Mas isso não tem a ver com entrosamento, é problema de cabeça mesmo – desabafou, lembrando da saída do levantador Marcelinho e do oposto Rodrigão no começo da Superliga.

E ele vê os erros desta temporada como aprendizado:

– Não dá para mexer tanto. É ter uma base do início ao fim da temporada. Só assim vamos chegar no nível dos outros. Veja o Cruzeiro, que é o mesmo desde o Paulista. Sesi, Montes Claros, Cimed… Os exemplos estão aí.



MaisRecentes

São Bernardo desiste do Paulista. Alerta ligado na Superliga



Continue Lendo

Brasil leva virada dos Estados Unidos em terceiro amistoso



Continue Lendo

Vaivém: Fronckowiak anunciado por clube polonês



Continue Lendo