Estatísticas bizarras da FIVB na Copa do Mundo



Uma vergonha a Federação Internacional não colocar mais um número mínimo de ações para que as jogadoras façam parte das estatísticas da Copa do Mundo.

O fato faz com que atletas que atacaram apenas uma vez, como a levantadora Fabíola, lidere com 100% de aproveitamento no ataque, após três rodadas disputadas. O mesmo acontece no passe, com as líderes tendo recebido uma ou duas bolas com precisão, como a central Thaisa.

Assim, fiz a minha própria nota de corte para esses fundamentos. Nos demais, segui dos números da FIVB. Alguns são surpreendentes. Confiram:

Melhores atacantes
1 – Fabiana – 67,8%
2 – Arrighetti (ITA) – 62,1%
3 – Yang (CHN) – 61,9%

Melhores passadoras
1 – Fabi – 81,2%
2 – Popovic (SER) – 77,7%
3 – Yang (CHN) – 75%

Maiores pontuadoras
1 – Costagrande (ITA) – 58 pontos
2 – Saori Kimura (JAP) – 55
23 – Sheilla – 32

Melhores bloqueadoras
1 – Akinradewo (EUA) – 1,2 ponto por set
2 – De La Cruz (DOM) – 1,1
20 – Thaisa e Fabiana – 0,45

Melhores sacadoras
1 – Nizetich (ARG) – 0,82 ace por set
2 – Weib (ALE) – 0,7
31 – Sassá – 0,18

Melhores defensoras
1 – Gaido (ARG) – 3,64 por set
2 – Nam (COR) – 3,56
3 – Fabi – 3,55

Melhores levantadoras
1 – Dani Lins – 12,09 por set
2 – Weib (ALE) – 12
3 – Berg (EUA) – 11,4



MaisRecentes

Itália, Sérvia, Holanda e China nas semifinais do Mundial



Continue Lendo

Sérvia e China mais perto das semifinais do Mundial



Continue Lendo

A Itália chegou mesmo para ficar



Continue Lendo