Esse país não merece seus ídolos



Perdi a conta de quantas idiotices já li e ouvi após Alison e Emanuel ficarem com a prata no torneio olímpico.

E elas, infelizmente, me fazem ter certeza de que somos um país sem qualquer cultura esportiva.

Como um sujeito que já ganhou ouro, prata e bronze numa Olimpíada pode ser xingado, rotulado disso e daquilo por ter errado um ataque ou tomado um bloqueio? Ele, hoje, simplesmente perdeu um jogo, pois os alemães Brink/Reckermann, que já foram campeões mundiais, tiveram uma atuação melhor. Tão simples quanto isso.

Essas coisas me envergonham. Tenho muito receio das reações pachecas na Olimpíada de 2016. Aposto que vamos vaiar cada saque do Roger Federer, caso ele esteja disputando uma partida contra o Thomaz Bellucci. Vamos gritar durante o percurso feito por um cavaleiro britânico, quebrando uma regra do hipismo, para dar uma ajudinha para o Doda. Imaginem quantas vezes ouviremos nos ginásios e quadras Rio afora a seguinte frase, após uma decisão polêmica da arbitragem: “Ei, juiz, VTNC!”.

Vou parar por aqui, pois já me irritei bastante. Mas acho que já estou com vergonha quatro anos antes.

 



MaisRecentes

Coluna: Temos de falar sobre Douglas Souza



Continue Lendo

Atualização do ranking mundial mostra caminhos do Brasil para Tóquio-2020



Continue Lendo

Douglas Souza desbanca Lipe e Tandara na escolha do melhor do ano



Continue Lendo