Esqueçam o que eu disse



“Nesta semana, pela primeira vez, estarão sentados na mesma mesa, em São Paulo, os vários lados envolvidos nas discussões. Entidade, representantes dos clubes, treinadores, a recém-formada Comissão de Atletas, além da Rede Globo, detentora dos direitos da Superliga e também da palavra final para que várias sugestões se transformem em decisões tomadas”.

Esse foi o segundo parágrafo da minha coluna publicada no LANCE!, no domingo. Mas ela ficou desatualizada mais rapidamente do que eu imaginava. Segue o link para quem não leu ou quem quiser relembrá-la: http://blogs.lancenet.com.br/volei/2013/04/21/coluna-de-domingo-volei-brasileiro-e-a-chance-unica-de-mudar/

A tal reunião que discutiria novos rumos para o vôlei brasileiro foi cancelada pela CBV. Antes de uma nova opinião sobre o acontecido, já que eu estava otimista com o encontro de todos os lados envolvidos na história, darei um tempo para entender os bastidores. E olha que eles estão quentes, muito quentes, meus nobres internautas.



  • Alan

    Uma pena… Quando a gente pensa que as coisas vão caminhar pro lado positivo, vem um balde de água fria.

  • REDE GLOBO É O CÂNCER DO BRASIL

    Daniel, vou falar novamente. Os rumos do vôlei brasileiro não vão mudar enquanto a REDE GLOBO/SPORTV mandarem na CBV. Simples. É ilusão achar que algo vai mudar.

    • roberto

      concordo plenamente!
      ilusão nossa achar que eles vão ceder em algo,duvido q o calendario mude,infelizmente a superliga continuará a mesma com todos os problemas que vimos nesse ano!

  • BOMBA NO VÔLEI BRASILEIRO

    Daniel, é uma bomba, mas infelizmente não será investigada por várias questões.
    Obtive informações de uma fonte confiável que a renovação do contrato do Murilo com o Sesi não foi concretizada porque a Rede Globo interviu nas negociações “solicitando” que o Sesi não renovasse o contrato. Por que? Simples, o Murilo é um dos “cabeças” dessa “rebelião” em favor de mudanças no vôlei brasileiro. Portanto, a Rede Globo quer o Murilo longe da Superliga. E vou mais longe, Murilo não vai conseguir ser contratado por nenhuma equipe do Brasil nesta temporada.
    A emissora carioca quer dar um gelo nos cabeças da rebelião.
    Segundo minha fonte, o Gustavo Endres, que também é outro cabeça da rebelião, não corre riscos porque está em final de carreira. Outro cabeça da “rebelião” em favor de mudanças, o levantador William Arjona, como punição por estar nesse movimento, não será convocado para seleção brasileira. Ele estava nos planos de Bernardinho para ser convocado, mas o Bernardinho sofreu pressão e veio com aquela desculpa que ele não aceitou ser convocado ano passado. Só agora que ele falou sobre isso? Estranho não.
    Nosso amigo aí de cima tem razão quando diz que a Globo é o câncer desse país.
    Ainda vivemos na ditadura.

    • roberto

      hahahahahahaha agora conta a do portugues e depois conta a do papagaio

    • Que viagem…o Murilo não será contratado por nenhuma equipe pq ninguém é louco de pagar o que ele quer ganhar ainda mais depois de uma cirurgia no ombro,que só Deus pra saber como ele voltará às quadras!Murilo de fato faz parte de um movimento pra melhorar o volei,porém no fundo ele ta pouco preocupado com isto,assim como a esposa dele,estão se leixando pra que vai acontecer..pq como ele mesmo ja disse ele é da superliga A e não da B;isto deixa claro a importância que ele da a atletas que estão buscando seu espaço.!

    • Lea T.

      Isso é possivel sim.. a Globo é uma das maiores manipuladoras e mal-feitoras desse nosso país. Pra ela os tempos da ditadura sempre vão existir!!!!

  • Juju

    Olha Dan, to desanimando com tudo no Brasil: é a moça do boxe, medalhista, que foi cortada por retaliação, é essa troca de favores no volei, seleção de futebol?Não assisto há muitos anos. Sinceramente, to empolgada para as finais do Campeonato Italiano de Volei e a temporada de saibro no tênis, porque esporte no Brasil, como quase tudo, é só corrupção, e o pior é que não vejo solução nem a curto, médio e muito menos longo prazo.

    • Junior

      Tens total razão… A ANARQUIA e DESORGANIZAÇÃO impera no nosso esporte em quaisquer niveis !!
      Ano passado, frequentava os jogos da SUPERLIGA ao time do SAO BERNARDO… Este ano, a falta de divulgação impediu a minha presença bem como as DATAS … INCOMPATIVEIS aos mortais !!!

      É deveras complicado manter a vontade em assistir JOGOS !!!

  • Felipe Lima

    Uma pergunta: o tal contrato de exclusividade da Globo com a CBV tem validade até quando?

    • Daniel Bortoletto

      2016

      • Felipe Lima

        Xiiiiiii…

        Então nada de mudanças até lá!

      • Daniel_Sam

        Então a nossa chance “única” de mudar, será pós 2016…

    • Lea T.

      ETERNAAAA…

  • Eduardo

    Pessoal, por que vcs acham que tera amistoso da seleção de futebol hoje? por que a globo
    não tinha jogo pra exibir hoje.
    A globo dominou todos os esportes, infelizmente.
    É urgente a necessidade dos amantes dos esportes ( especialmente o volei) fazerem alguma
    coisa pra mudar isso.
    Eu não assisto mais jogo na globo.

  • maria tereza

    É enquanto isso as partidas da decisão do campeonato italiano entre Trentino e Piacenza serão transmitidas para 44 países inclusive o Brasil.

    • Juju

      Pois é, parece loucura, mas eu assiti a Liga Turca com mais facilidade do que a Superliga brasileira. Quanto ao Italiano o retorno financeiro que a liga e os clubes estão tendo é absurdo, será que o presidente da CBV não pensa nisso?

      • maria tereza

        E vale pena sempre Ressaltar que lá é melhor de 05 partidas não tem essa coisa de jogo único

  • tudo muito simples,não há interesse da rede globo em mudar algo,ainda mais se esse algo for pra melhorar para os clubes!Está tudo dentro da lógica dita pelo presidente do cruzeiro até agora,não vi exageros na fala dele e acho que com o tempo as coisas vão caminhando pra confirmar a opinião dele!

  • Melina

    No aguardo dos bastidores, mas desde o começo imaginei que essas reuniões não resultariam em nada benéfico para o vôlei brasileiro.

  • Willian

    Na Itália ou em qualquer outro país, quando um clube se fecha, muito se fala, aqui no Brasil o ex-presidente da confederação e agora presidente da federação internacional Ary Graça, acha normal os clubes fecharem as portas no final do ano e diz ainda que todo ano acontece isso e todo ano vai acontecer, ou seja, a perspectiva de melhora é mínima.Enquanto esse ditador estiver a frente da confederação brasileira e o pior da federação internacional , o vôlei vai continuar insustentável, dependente e passageiro, pelo menos aqui no Brasil.

    • Melina

      Ele ainda teve a cara de pau de dizer que prefere “qualidade a quantidade”.

      • Willian

        Pois é, essa é a resposta dele a todas as manifestações dos atletas que se diziam preocupados com o fim dos clubes, se o próprio presidente diz que é normal e que sempre vai acontecer, sinal que nada vai ser mudado e que o destino dos clubes vai ser o mesmo.O problema é, até quando os clubes vão aguentar essa dependência dos investimentos de patrocinadores que só pensam no retorno financeiro e não no projeto social, esportivo e na tradição da equipe, da torcida?Se for ver não existe torcida em vôlei, a não ser Unilever e Osasco, nunca se sabe até quando o time que voce torce vai existir, é uma icógnita.Uma hora o Eike Batista vai deixar de patrocinar o RJX e quem vai manter a equipe?talvez quem sobreviva é o Sesi, que vive dos impostos pagos pelas empresas e indústrias e vai competir contra quem?

      • Felipe Lima

        Como se tem qualidade quando a quantidade é próxima do zero?
        Vai entender dirigente…

MaisRecentes

Bento fora da Superliga. Castro já comemora vaga



Continue Lendo

Semana positiva das Seleções adultas



Continue Lendo

Coluna: O polêmico teste na regra do vôlei



Continue Lendo