Esporte brasileiro nas mãos de Deus



“Posso não entender profundamente de esporte, mas entendo de gente”.

A posse de George Hilton, deputado e pastor da IURD, como ministro do Esporte apenas reforçou uma imagem que já estava clara para quem é do meio, vide o manifesto do grupo de atletas liderados por Ana Moser e Raí, dias atrás. O esporte brasileiro, às vésperas da Olimpíada no Rio, foi entregue pra Deus.

Que eles nos ajude neste momento que a pasta merecia ser entregue para um “técnico”, e não apenas ser um instrumento para agradar um partido político.



  • Paulo

    Infelizmente é a tônica da nossa política: agradar aos aliados políticos em vez de nomear técnicos para cada uma das áreas.

  • klaus

    Quando li essa frase meu sentimento foi de indignação total.Como pode um pessoa dessas ser nomeada para ministro?O que se vê é uma tentativa de agradar partidos aliados , nada além disso.Competência para o cargo?Quem se importa com isso no governo?Agora, que ele entende de pessoas, isso sabemos bem.A iurd, com letra minúscula mesmo, sabe como poucos como se lida com pessoas.Lamentável.

  • Lilika

    Sim….pq depois dessa…. só por DEUS mesmo. Aaaaaffffff

  • Leo

    Meu Deus! O que sera do nosso esporte?! Nada contra pastores, mas misturar politica com religiao nao dá certo.

  • JR

    Esse e o retrato da politica brasileira, tratando temas importantes como retribuicao de favores, pagamento de dividas partidarias. Lamentavel, daqui a um ano mais do mesmo: Brasil a duras penas, decepcionando nas Olimpiadas e todo mundo se perguntando o por que dessa situação e a torcidinha alienada chamando atleta de amarelao…

  • Não só o esporte!!
    Nosso país está entregue à Deus!!
    Só Ele mesmo para nos ajudar pois se for pra depender dessa corja que nos governa e entrega ministérios como prêmios aos partidos que os apoiam, estamos ferrados…
    Agora, quem votou na Dilma não pode reclamar pois compactua com isso tudo! É cúmplice!!

  • Fabricio

    Eu queria falar que no Brasil sempre foi assim o esporte sempre foi deixado de lado, nem quando o Pele foi Ministro fez muita coisa pelo contrário acabou com os clubes com lei Pele. E quem fala mal da Dilma tem que tomsr cuidado porque sou de Minas e se o Aecio tivesse ganhado seria muito pior ele nunca fez nada por Minas.

  • Elcio

    Alguém esperava alguma coisa diferente??? Santa ingenuidade… O governo da Dilma é podre assim como todo o PT e demais partidos políticos. Não estamos em um país sério… Infelizmente a nossa geração (e nem as próximas) verão um governo decente que realmente se preocupa com o bem-estar do povo. Eu já desisti de acreditar em qualquer instituição pública ou privado desse infeliz país.

  • “Doidinha por vôlei”

    Um absurdo a imposição deste sujeito como Ministro dos Esportes. Como ele foi imposto, trata-se então obviamente de um IMPOSTOR. A barganha política e os conchavos com mais de 20 pseudos partidos, alguns inexistentes só possuem a sigla, levaram a situações como a do RJ na última eleição onde a dona Dilma Roussef teve apoio do Pezão (PMDB), Garotinho (PRB), Lindberg (PT) e Crivela (PR), este último apesar de derrotado foi o contemplado com a indicação do Sr. George Hilton, para Ministro dos Esportes, deputado federal por MG e pastor da mesma igreja do Crivela a IURD, uma mistura de política paridária, religião e agora esporte, uma verdadeira salada mista. Culminando nesta nomeação terrível deste sujeito que como deputado federal ao longo de dois mandatos (8anos) não fez um projetinho sequer para os esportes. A dona Dilma tem sim de vir a público e explicar aos seus 54 milhões de eleitores que a elegeram quais foram os seus critérios para nós IMPOR goela abaixo a nomeação deste sujeito. Pobre país chamado Brasil, entregue à sua própria sorte e a vontade de Deus não de um pastor qualquer.

  • “Doidinha por vôlei”

    Corrigindo meu comentário enviado anteriormente, alterando o último parágrafo para: Pobre esporte brasileiro, entregue à sua própria sorte e a vontade de Deus mas náo de um pastorzinho qualquer de uma igreja evangélica. Por favor não misturemos politíca com religião e mais ainda com o esporte.

  • Leo

    Daniel, sabe me dizer se a CBV voltou atras no que diz respeito a sediar as finais da liga mundial? Vi uma entrevista do Murilo no EE e ele dizia que as finais seriam no Rio… Desde ja agradeço!

  • Raimundo

    Como disse Ana Moser:
    Profundamento envergonhada com o papelão d alguns atletas do meu voleibol. Espalham ódio,
    preconceito e falta de respeito pela democracia.

  • tuliobr

    Não entendo porque diabos o esporte precisa de um ministro. Enquanto a sociedade brasileira desejar ser tutelada pelo Estado, não será diferente do que é visto hoje. Grupos organizados estarão empenhados em adonar-se de nacos do governo para assim se apropriarem de dinheiro arrecadado de todos. Federações, clubes e muitos esportistas de todas as modalidades, até do muito lucrativo futebol, beneficiam-se do atual estado das coisas, nutrindo-se das generosas verbas que saem direta ou indiretamente (via patrocínio de estatais como BB, CEF ou Petrobras) do Tesouro, devendo para isso apoiar o grupo político do poder; eventualmente atritos entre membros destes grupos de carrapatos desentendem-se e a ponta do iceberg aflora, mas logo a pizza assa, e voltamos ao que era antes, até a próxima crise.

  • marcian

    Não vejo com bons olhos essa cada vez maior participação da instituição religião, em um setor que em tese é laico. Pois, me desculpem os religiosos, mas na maioria das vezes, estes representantes são carregados de discursos intolerantes, impositores, sem base científica ou tecnica, e reforçam sensos comuns da idade da pedra. Lamentável…entende de gente, poderia ser mais específico?

    Quanto amadorismo.

  • daniel

    Há pouco mais de dois meses foi a própria Ana Moser, com a concordância e o apoio de muitos deste blog, quem criticou colegas de profissão por terem expressado sua insatisfação diante do resultado da eleição presidencial. Fiquei abismado como um comentário tão forte contra a liberdade de expressão ganhou tantos apoiadores. E como as pessoas estão surpresas? Este Ministro do Esporte é da mesma linha do ex-Ministro da Pesca do próprio governo Dilma, também da IURD e que assumiu a pasta dizendo que não entendia nada de pesca…. É só a continuidade do Brasil valente reeleito pela maioria da população… Agora, senta e chora.

MaisRecentes

O novo conceito da FIVB para 2018



Continue Lendo

Apenas Lebes/Canoas faz o dever de casa na rodada



Continue Lendo

Um líder por pontos ganhos. Outro por pontos perdidos



Continue Lendo