Especial Superliga feminina



Um trio de gigantes (Vôlei Futuro, Unilever e Sollys/Nestlé) e um estreante (Sesi) vão concentrar as atenções na Superliga feminina.

Como já escrevi esta semana (http://wp.me/p1b2tr-If), um fundamento vai permitir que saibamos quem é o favorito: o passe.

Após os Estaduais, vejo o time de Araçatuba em vantagem neste quesito para o início da competição, com Paula e Fernanda Garay mais consistentes no fundamento. Assim, nada mais justo do que colocá-lo centímetros à frente dos demais. A recuperação de Stacy Sykora é um fator que pode pesar ainda mais.

A briga será feroz, pois estamos falando “apenas” das pontas/líberos da Seleção Brasileira: Paula Pequeno, Fernanda Garay, Mari, Natália, Jaqueline, Fabi e Camila Brait. É o que temos de melhor na posição. Assim, os detalhes farão a diferença.

O assunto é sempre polêmico, mas impossível de não ser abordado. Nossas principais pontas da atualidade se destacam mais pelo ataque do que pela excelência na recepção. Muitos fãs fingem não ver algumas deficiência dos ídolos e preferem atacar qualquer comentário do que admitir os problemas.

Vejo a Unilever com extraordinário poder ofensivo, mas sem a certeza de que Fernanda Venturini irá trabalhar com o passe na mão. Mari e Natália darão conta do recado? Para o futuro da Seleção em 2012, seria ótimo que dessem.

Com Hooker, a contratação mais explosiva da temporada no feminino, o Sollys/Nestlé pode tirar parte da responsabilidade ofensiva de Jaqueline, dando à ponta uma importância maior no passe. Falta saber como Luizomar vai usar Tandara.

O Sesi vai correr por fora. Depende da consistência de Dani Lins para ter chance de surpreender o rival. Se a levantadora repetir a instabilidade que mostra na Seleção, o Sesi corre o risco de perder seu lugar no G4 para Usiminas/Minas, que aposta na força das gringas Herrera e Ramirez.

Abaixo, o time-base do quarteto, com todas as selecionáveis de Zé Roberto que atuam no Brasil. Qual a base titular mais forte?

Vôlei Futuro: Ana Tiemi, Joycinha, Paula Pequeno, Fernanda Garay, Walewska, Carol Gattaz (Andressa) e Sykora (Verê)

Unilever: Fernanda Venturini, Sheilla, Mari, Natália, Juciely, Valeskinha e Fabi

Sollys/Nestlé: Fabíola, Hooker, Jaqueline, Jú Costa (Tandara), Adenízia, Thaisa e Camila Brait

Sesi: Dani Lins, Elisangela, Sassá, Soninha, Naty Martins, Marina e Michelle.



  • matheus

    Não vejo a hora de ver a Hoocker jogar !!!!
    Aposto numa final entre Unilever e Vôlei Futuro !
    Osasco que me desculpe , mas chega de Rio e Osasco na final né!?

  • Adriano

    Essa suposta vantagem do Vôlei Futuro no passe, eu não vejo. Até concordo que em teoria uma dupla formada por Paula e Garay daria um pouco mais de confiança do que uma formada por Natália e Mari ou por Jaque e Tandara. Mas acho que a diferença é suficientemente pequena para não ser tão significativa. Além disso, com o problema da Sykora, o time fica mais frágil. Se ela conseguir se recuperar ao longo da temporada, isso será muito importante. Mas hoje em dia, a Verê é uma opção melhor pro time, e aí a Unilever e o Sollys equilibram bastante, em função de terem líberos superiores. (É verdade que o VF tem a Wal, que pode fazer diferença no passe, mas a Unilever tem a Valeskinha, que também será importante, enquanto o Sollys tem o melhor banco dos três.)

    O grande diferencial do Sollys no segundo jogo das finais do Paulista foi o saque. Com um bom saque, bastante agressivo, o time matou completamente o passe do VF. Nos jogos em Araçatuba, o Sollys não mostrou a mesma agressividade e o passe do VF ficou bem mais tranqüilo.

    Levando em consideração os times como um todo, vejo que os três grandes estão mais fortes que na temporada passada, mas acho que a Unilever e o Sollys, proporcionalmente, mais ainda que o VF. Vejo ainda o VF como a terceira força, então, até porque não tem uma levantadora à altura da Venturini e nem um poderio de ataque tão grande quanto o Sollys. Mas é um time organizado, bem treinado, e pode surpreender.

    O Sesi corre por fora. Até acho que deve levar a quarta vaga, porque o Minas tem um banco muito fraco e um técnico péssimo. Mas nada além disso.

    Se tivesse que apostar, diria que vem aí uma “super-final-que-todo-mundo-já-espera-desde-o-início-de-novo”.

  • Volei futuro, depois Rio e depois Osasco!

  • Guga

    O que falta no VF pra ser O TIME, seria encontrar uma OPOSTA DE VERDADE, pq do jeito q a Joycinha ta jogando vai sobrecarregar muito a Paula e a Garay.. Sinceramente nao entendo o que aconteceu com Joycinha, quando jogava no Rio, voava, pancadaoo no ataque, hj em dia so da peido de veia, a maioria das bolas sao defendidas facilmente e nao sabe explorar o bloqueio direito.. A Hooker deveria ter ido pro VF ao inves do pifio Osasco..

  • Diogo Márcio

    Sesi – Acredito que seria melhor a contratação da Érica, no lugar da Soninha e Renata deveria ser uma das centrais titulares. Time mais forte no saque.
    Craque do Time: Lili e Sassá /// Ficar de Olho: Dani Lins
    Unilever – Grandes jogadoras no ataque, mas quem tem uma recepção bastante fraca. Além de ser a equipe que teve jogadoras que mais tiveram problemas na CM. Venturini vai sofrer do mesmo problema do Ricardinho.
    Craque do Time: Venturini /// Ficar de Olho: Sheila, Mari e Natália
    VF – O time mais alto da competição, que não vai fazer feio no bloqueio, pois conta com Wal e Carol Gataz. Que ainda conta com a volta gradual da PP4, apostando também na Garay.
    Craque do Time: Waleska /// Ficar de Olho: PP4
    Sollys – Comparadando ao ano passado, o time ganhou mais no ataque e perdeu muito na recepção. Hooker passa a ser principal arma de atacante, que ainda conta com Tandara de coringa.
    Craque do Time: Hooker /// Ficar de Olho: Tandara, Jaqueline e Brait
    Minha aposta ao titulo: Sollys
    P.s. Como podemos ver na final do Campeonanto Carioca, os times mais fracos pode ser um problema aos favoritos.

  • Carlos Eduardo BH

    Acho que uma equipe que pode surpreender nessa SLF é o Mackenzie/Cia.do Terno. Apesar de ter perdido o Campeonato Mineiro para o Banana Boat/Praia Clube, o MEC tem um bom time. Como sou torcedor do Usiminas/Minas, espero que elas cheguem pelo menos na semi-final. Pra mim as 4 primeiras serão:

    1° Vôlei Futuro
    2° Sollys/Nestlé
    3° Sesi
    4° Usiminas/Minas

  • Mauricio

    Vôlei Futuro

  • Diogo ;)

    Sollys/Nestlé: Fabíola, Hooker, Jaqueline, Tandara, Adenízia, Thaisa e Camila Brait

MaisRecentes

As quartas de final do Paulista masculino



Continue Lendo

Bruninho e Renan analisam conquista



Continue Lendo

Brasil fatura a Copa dos Campeões



Continue Lendo